O Banco Modal abriu seus canais digitais para o investimento direto por pessoas físicas em títulos de crédito, como debêntures, certificados de recebíveis do agronegócio e imobiliários, que têm isenção de Imposto de Renda. O investimento mínimo é de R$ 1 mil.

Em alta. Até aqui, a área voltada para o crédito privado, comandada pelo sócio Mario Markus, à frente desse novo projeto, só realizava transações para gestores, assets e outros investidores institucionais. Mas com a queda do juro no Brasil e a busca das pessoas físicas por diversificação, o Banco Modal enxergou uma nova oportunidade, especialmente porque a isenção do Imposto de Renda fez desses papéis os queridinhos dos investidores nos últimos anos, inclusive durante a crise da pandemia.

Fonte: Economia & Negócios -Estadão.com