Espaço para valorizações

 

Ontem a Bovespa destravou no meio da tarde com o setor bancário recuperando forte, seguido por melhora de Petrobras e também de Vale, empresas de maiores ponderações no índice Bovespa. Resultado disso, novo recorde de pontuação histórica em 119.534 pontos, com o mercado fechando em alta de 0,96% e apenas 7 pontos abaixo da máxima do dia.

Hoje mercados afetados na Ásia pelo longo feriado na China (uma semana) pelo Ano

Novo Lunar, com as Bolsas de Xangai e Seul fechadas, mas os demais mercados encerrando com comportamento de alta. Na Europa, mercados operando em boa alta nesse início de manhã, já que ontem não capturaram a melhora do meio da tarde. Os futuros do mercado americano também operando no campo positivo. Aqui, há espaço para seguir em alta com novos recordes sendo atingidos, mas vai depender do noticiário internacional e do fluxo de recursos canalizado, principalmente por estrangeiros.

Sobre o coronavírus, a OMS (Organização Mundial da Saúde) disse que a situação não é emergencial, mas é fato que o número de infectados relatados está aumentando. Na China, já são mais de 830 infectados e 27 mortes. A China cancelou comemorações e isolou cerca de 20 milhões de pessoas nas cidades próximas de Wuhan. Investidores focados nisso.

No Japão, a ata do BOJ da última reunião mostra que a economia segue com comportamento moderado, investimentos em alta, consumo segue fraco e lucro das empresas em alta. A inflação segue baixa e vai demorar a chegar na meta. Sobre isso, o CPI de dezembro anualizado foi de 0,8%.

O dia é de divulgação de indicador PMI em diferentes países em janeiro. Na Alemanha, o industrial subiu para 45,2 pontos e serviços em alta para 54,2 pontos, o maior índice composto em cinco meses. Na zona do euro, o industrial em alta para 47,8 pontos e serviços com 52,2 pontos. No Reino Unido, o industrial foi para 49,8 pontos e serviços em alta para 52,9 pontos.

No mercado internacional, o petróleo WTI negociado em NY com queda de 0,54% e barril cotado em US$ 55,29. O euro era transacionado em queda para US$ 1,104 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros em 1,73%. O ouro e a prata em quedas na Comex e commodities agrícolas com quedas na Bolsa de Chicago.

Aqui, o ministro Paulo Guedes sempre querendo inovar falou em tributar o pecado, ou seja, bebidas cigarros e produtos com muito açúcar, mas existe sempre o problema relacionado com tubaínas não pagarem tributos e cigarros serem objeto de contrabando. Perigoso colocar o imposto e não arrecadar por conta da migração.

Já Bolsonaro, inicia visita à Índia para vender o agronegócio do Brasil e acordos em tecnologia. Já membros do STF, pressionam Fux para liberar julgamento do juiz de garantias, com o medo deque possa engavetar por longo tempo.

O dia deve ser de Bovespa em alta, dólar um pouco mais pressionado e juros com viés de queda.

 

Alvaro Bandeira

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais