Blog do modalmais

CDB pós-fixado: vale a pena investir?

Saber como o CDB pós-fixado funciona é importante, já que se trata de um dos investimentos mais populares no mercado — uma ótima opção para quem deseja realizar aplicações de renda fixa com risco reduzido e com um rendimento superior ao oferecido pela poupança.

Nesse sentido, saiba que o CDB consiste em um título emitido pelas instituições financeiras — sendo que o investidor que realiza a aplicação em um CDB está emprestando dinheiro para um banco. Em troca disso, a instituição paga aos clientes uma taxa de juros.

Continue a leitura e saiba mais a respeito do CDB pós-fixado e suas vantagens!

O que é e como funciona o CDB pós-fixado?

O CDB é uma aplicação na qual não há uma taxa de juros estabelecida para realizar o depósito. Para fazer o cálculo da rentabilidade do título invertido, é utilizado um indexador econômico. Sendo assim, o seu rendimento é estabelecido de acordo com as oscilações do indexador utilizado.

É importante saber que no mercado brasileiro existem dois tipos de índices usados para fazer o cálculo da rentabilidade do CDB pós-fixado:

  • O IPCA é o índice capaz de medir a inflação do país. Os valores dos CDBs podem ser alterados de acordo com o IPCA e ainda recebem uma porcentagem pré-fixada;
  • O CDI é o principal índice de rentabilidade aplicado nesse modelo de investimento,

Mesmo que o investidor não consiga saber com precisão o valor que receberá quando for resgatar o seu dinheiro, ele terá em mãos a fórmula para fazer o cálculo. Com isso, poderá acompanhar a rentabilidade, mesmo que seja algo variável.

Qual a diferença do CDB pós-fixado para o pré-fixado e o híbrido?

Muitas pessoas acham que o CDB pré e pós-fixado são iguais. Mas eles apresentam algumas diferenças. A principal distinção entre eles está no cálculo relacionado à rentabilidade do investimento. Geralmente, os dois apresentam uma boa liquidez e ótimas condições de acesso.

Logo, um já tem rentabilidade definida, independentemente do que aconteça com a economia do país — nesse caso, o CDB pré-fixado. Já no pós-fixado o desempenho é variável e ocorre de acordo com a movimentação do CDI e do IPCA.

Portanto, é fundamental analisar o mercado para entender qual é o melhor investimento a ser feito naquele momento, para que não ocorram contratempos.

Ainda é necessário destacar que existe o CDB híbrido: nele, uma parte da rentabilidade é pós-fixada e a outra é pré-fixada. Vale lembrar que esse tipo de investimento quase não é disponibilizado no mercado.

Quais as características desse investimento?

Após entender o que é CDB pós-fixado, é necessário conhecer algumas características importantes, para que você consiga saber se ele realmente satisfaz as suas necessidades. Confira a seguir!

RISCO

O risco presente no CDB pós-fixado é reduzido, e o maior perigo é a possibilidade de a instituição financeira falir e não conseguir arcar com os seus compromissos. Isso consiste em um risco de crédito.

Logo, é por isso que as empresas de menor porte oferecem rendimentos maiores do que as maiores — já que um grande banco tem poucas chances de quebrar, em comparação a um pequeno.

Há um ponto que contribui para a diminuição de risco, o Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Ele é um importante mecanismo de proteção aos investimentos. Com ele, o investidor consegue receber um reembolso de até R$ 250 mil se o banco falir.

IMPOSTO DE RENDA

O Imposto de Renda para o CDB pós-fixado segue uma tabela regressiva. Isto é, quanto mais tempo o dinheiro ficar aplicado, menor será a alíquota. É fundamental destacar que o IR incide somente no rendimento, e não sobre o dinheiro investido.

LIQUIDEZ

A liquidez do CDB pós-fixado é variável. Para entender melhor esse ponto, é fundamental conferir essa informação antes de realizar o investimento. Normalmente, quanto mais tempo o dinheiro ficar no banco, maior será a rentabilidade.

VALOR INICIAL

O valor inicial também é algo que varia. Há CDBs que exigem apenas R$ 100,00 de investimento inicial, mas isso não é uma regra. Geralmente, as instituições financeiras solicitam um valor maior, em torno de R$ 1.000,00.

Ainda existem CDBs com um investimento maior que R$ 30.000,00. Dessa forma, é necessário conferir essa informação no banco em que deseja realizar a aplicação.

Quais as vantagens de investir em CDB pós-fixado?

O CDB pós-fixado tem diversas vantagens e, por isso, é um dos investimentos mais utilizados. Veja a seguir quais são elas e como você pode aumentar a sua rentabilidade por meio desse modelo de aplicação!

SEGURO

O pós-fixado é uma aplicação segura, pois conta com a garantia do FGC. Assim, caso aconteça algum contratempo com o banco em que o dinheiro foi inserido, o cliente pode ser ressarcido em até R$ 250.000,00.

BAIXO VALOR MÍNIMO

Existem diversas opções de títulos CDB pós-fixados no mercado em que é possível investir um valor pequeno, em torno de R$ 300,00. Isso é uma forma de contribuir com a rentabilidade de uma elevada quantidade de pessoas.

BOA RENTABILIDADE

A maioria das pessoas ainda pensam em colocar o seu dinheiro na poupança, mas o CDB pós-fixado garante uma rentabilidade muito mais satisfatória. Não é nada interessante deixar o dinheiro guardado e não ter um retorno financeiro com ele. Por essa razão, o CDB pós-fixado é uma ótima opção.

LIQUIDEZ DIÁRIA

Uma das maiores vantagens do CDB pós-fixado é a sua liquidez diária, ou seja, a possibilidade de conseguir resgatar o dinheiro a qualquer momento. Dessa forma, caso exista algum contratempo, você pode entrar em contato com o banco e pegar o seu dinheiro novamente. Por isso, ele é muito utilizado como uma reserva emergencial.

Ao saber como funciona o CDB pós-fixado, você consegue realizar os seus investimentos conforme as suas necessidades. É fundamental compreender as suas características para conseguir realizar uma decisão mais assertiva.

E lembre-se: com boas estratégias, é possível alcançar uma rentabilidade satisfatória. Por isso, é necessário saber como funciona o CDB pós-fixado antes de realizar o contrato com o banco.

Se você gostou deste artigo e quer continuar recebendo dicas sobre investimentos, assine a nossa newsletter. Dessa forma, você será informado sempre que publicarmos um novo conteúdo.

Ainda não é Cliente? Abra a sua conta no modalmais

Siga o Blog modalmais no Telegram.

close

Seja notificado quando sair novos conteúdos.