Nem só de Instagram vive a sociedade. A nova febre do momento é o Clubhouse, uma rede social lançada em março de 2020 por dois ex-funcionários do Google, que se tornou novidade só agora, há poucas semanas.

O que mais tem chamado a atenção sobre essa nova rede social é que somente um grupo seleto de pessoas pode utilizá-la e isso se dá pelo fato de que o acesso só é permitido por meio de um convite enviado por outro usuário – semelhante ao que acontecia com o Facebook, quando esse foi lançado em 2004 e era utilizado somente por estudantes de Harvard, a Universidade de seus fundadores.

O Clubhouse é uma plataforma em que as interações ocorrem somente por arquivos de áudio, em grupos onde se discutem assuntos ou temas em comum, sem que haja um interesse ou apelo por curtidas e compartilhamentos – o que é comum na maioria das redes sociais. Ela pode ser utilizada como um meio de troca ou somente como podcast, ou seja, você pode ser orador ou somente ouvindo.

Uma característica marcante da rede é que não há a permissão para que as conversas sejam gravadas, seja pelos usuários, seja pela própria plataforma. Como forma de inibir esse tipo de ação, a plataforma conta com um rígido sistema de monitoramento que adverte o usuário que tenta infringir as regras ao, por exemplo, gravar a tela do celular.

Caso isso aconteça, o usuário pode ser banido da rede e como consequência afetar quem o convidou – sim, quem envia o convite se torna uma espécie de responsável por seus convidados, sendo punido da mesma forma caso esse venha a cometer alguma atitude que viole as regras.

 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe-o em suas redes sociais. E para não perder nenhuma novidade, assine nossa newsletter gratuita e fique por dentro dessa e de outras notícias.

Amplie a sua carteira de investimentos agora! Abra a sua conta digital gratuita no modalmais e aproveite as nossas vantagens exclusivas.