Durante o ano de 2020 em especial, é possível que você tenha se perguntado se ainda valeria a pena investir em Tesouro Selic, ao ver que, a cada reunião realizada pelo Copom, a taxa básica de juros vinha sendo cada vez mais reduzida, chegando ao ponto de, no mês de junho, atingir a marca histórica de 2,25% ao ano – o que consequentemente, reduz os rendimentos sobre os valores investidos nesse título.

Outro fato que poderia reforçar esse pensamento, seria o, até então, custo referente à taxa de custódia da CBLC, cobrado semestralmente sobre o valor investido em qualquer um dos títulos do Tesouro Direto, num total de 0,25% ao ano.

Apesar de o modalmais não cobrar a taxa do agente de custódia, a taxa de custódia da central depositária não poderia ser isentada. Por mais que seja muito baixa, frente às atuais rentabilidades do título, isso poderia ser algo realmente não muito atrativo.

Mas aí vem a boa notícia: em 23 de julho, a B3, em parceria com o Tesouro Nacional, anunciou algumas regras que beneficiarão, atualmente, 53% dos investidores em Tesouro Selic.

Aproveite a leitura e saiba mais sobre esse benefício, e como ele funcionará.

 

O benefício do Tesouro Selic para todos

Atualmente, o Tesouro Direto conta com quase 1,3 milhão de investidores ativos. Desses, cerca de 689 mil, ou seja, mais da metade dos investidores no Tesouro Direto, têm em sua carteira Tesouro Selic (Títulos de LFT). 

a partir de 1º de agosto, esses investidores serão beneficiados com uma redução na taxa de custódia da CBLC – aquela de 0,25% ao ano. O melhor é que, desses investidores, aproximadamente 433 mil terão isenção total dessa taxa, ou seja, 0% ao ano.  

E como saber se você faz parte dessa parcela de investidores beneficiados com a isenção total dessa taxa? Basicamente, ela será válida sobre o montante de até R$ 10 mil investidos nesse título. 

Mas e se você possuir um montante superior a esse valor, nesse mesmo título? Nesse caso, a taxa será cobrada somente sobre o excedente desse valor.  

Para entender melhor, vamos utilizar um exemplo envolvendo 3 investidores desse título.  

O investidor A possui o montante de R$ 8.500 investidos. O investidor B, R$ 11 mil e o investidor C, R$ 20 mil.  

 investidor A não pagará taxa de custódia. O investidor B pagará um percentual não sobre os R$ 11 mil, mas sim, sobre o valor excedente ao limite de R$ 10 mil. Ou seja, pagará 0,25% ao ano sobre o valor de R$ 1 mil – o equivalente a R$ 2,50 

 A mesma coisa ocorrerá com o investidor C, que não pagará esse percentual sobre todo o investimento no Tesouro Selic, somente sobre o excedente ao limite de isenção, que nesse exemplo, é de R$ 10 mil. Dito isso, considerando as novas regras, o investidor C pagaria o equivalente a R$ 25.  

 Dando continuidade aos exemplos citados acima, mostraremos na tabela a seguir, quais os valores seriam pagos sobre o montante, considerando tanto a antiga, quanto a atual regra.  

  Montante investido no Tesouro Selic  Valor pago atualmente (ao ano)  Valor a ser pago sob a nova regra (ao ano)  Taxa efetiva sob a nova regra (ao ano) 
Investidor A  R$ 8.500  R$ 21,25  R$ 0  0,00% 
Investidor B  R$ 11 mil  R$ 27,50  R$ 2,50  0,023% 
Investidor C  R$ 20 mil  R$ 50  R$ 25  0,125% 

 

Confira a tabela completa para exemplifica os ganhos de acordo com o montante investido:

InvestidorMontante investido no Tesouro SelicValor pago atualmente ao Ano

Quanto passará a pagar?

Taxa efetiva ao ano (regra anterior)Taxa efetiva ao ano (nova regra)
Investidor AR$ 5.000,00R$ 12,50R$ 0,000,25%0,00%
Investidor BR$ 11.000,00R$ 27,50R$ 2,500,25%0,0023%
Investidor CR$ 20.000,00R$ 50,00R$ 25,000,25%0,125%
Investidor DR$ 30.000,00R$ 75,00R$ 50,000,25%0,167%
Investidor ER$ 50.000,00R$ 125,00R$ 100,000,25%0,200%

Fonte: Tesouro Direto

 

Essa mudança faz parte de uma série de inovações e melhorias no programa do Tesouro Direto, permitindo que esse ainda seja uma forma acessível de obter rentabilidade real, frente a produtos como a poupança.

 

Afinal, vale a pena investir no Tesouro Selic?

A resposta é objetiva: sim. Porém, vale lembrar que, quanto menor o risco atrelado ao investimento, como é o caso do Tesouro Direto, menor tende a ser o seu retorno.

Mas, como uma aplicação extremamente conservadora, ela se torna uma porta de entrada para investidores iniciantes, que sabem que a poupança não é mais uma opção, e também àqueles que sabem que, uma boa carteira de investimentos, deve ser diversificada.

Então, para ter acesso a esses e outros investimentos, tão seguros quanto e até mais rentáveis, abra sua conta hoje mesmo no modalmais e tenha acesso à nossa plataforma de investimentos completa.

Quer saber mais sobre quais são os outros benefícios de ser um cliente modalmais? Acompanhe a gente em nossas redes sociais e em nossa página do Blog.

Obrigado!

 

Nova call to action