A agenda de indicadores está vazia nesta terça-feira, se restringindo ao início da reunião do Copom, que será finalizada amanhã, com a expectativa majoritária apontando para um corte de 0,75 p.p. na taxa Selic. No lado corporativo, tem início a temporada de balanços, com a Fibria trazendo seus números do 3T17 (veja mais no item Cias Abertas em Foco).

No cenário internacional, as bolsas operam com sinalizações mistas. Os contratos futuros de índices norte-americanos mostram uma tentativa de recuperação após as perdas de ontem, provocadas por uma realização de lucros nas últimas horas de negociação. Na Europa os índices têm oscilações marginais, refletindo os PMIs Compostos da zona do euro e da Alemanha, que se reduziram em outubro, mas permanecem indicando expansão da atividade, enquanto seguem as tensões com a Catalunha.

Agenda Corporativa

BALANÇOS 3T17

FIBRIA. antes da abertura do pregão
INDS ROMI. após o encerramento do pregão
LOJAS RENNER . após o encerramento do pregão

TELECONFERÊNCIA 3T17

FIBRIA. 12h00 (inglês e português)

Análise Gráfica

O Ibovespa-futuro experimentou alguma reação no início do pregão de hoje, mas precisará ultrapassar a resistência imediata de 76.775 pontos para permitir a expectativa de ingresso em um repique corretivo mais importante. Caso não sustente os avanços e perca o suporte situado em 75.965 pontos, poderá voltar a cair até níveis entre 75.700 e 75.450 pontos (comentário feito às 09:08 h e baseado no gráfico intraday de 30’).

O dólar-futuro está corrigindo os avanços anteriores e poderá atingir os suportes situados em R$ 3,239 e R$ 3,216. A resistência está agora representada pelo topo formado em 3,243 e se for vencida indicará possibilidade de novas altas até R$ 3,253 (comentário feito às 09:08 h e baseado no gráfico intraday de 30’).

Assista ao vídeo da Análise Gráfica


Disclaimer:
Este Relatório de Análise foi preparado pela Lopes Filho & Associados, Consultores de Investimentos Ltda. para uso exclusivo do destinatário, não podendo ser reproduzido ou distribuído por este para qualquer pessoa sem expressa autorização da Lopes Filho, conforme Contrato de Prestação de Serviços com as Instituições Clientes. Este Relatório de Análise é distribuído somente com o objetivo de prover informações e não representa, em nenhuma hipótese, uma oferta de compra e venda ou solicitação de compra e venda de qualquer valor mobiliário ou instrumento financeiro. As informações contidas neste Relatório de Análise são consideradas confiáveis na data de sua publicação. Entretanto, a Lopes Filho não pode garantir a exatidão e a qualidade das mesmas. As opiniões contidas neste Relatório de Análise são baseadas em julgamentos e estimativas, estando, portanto, sujeitas a mudanças.

Sem prejuízo do disposto acima e em conformidade com as disposições da Instrução CVM nº 483/10, o(s) analista(s) de valores mobiliários responsável(eis) pela elaboração deste Relatório de Análise declara(m) que:

(I) é (são) certificado(s) e credenciado(s) pela APIMEC.
(II) as análises e recomendações refletem única e exclusivamente suas opiniões pessoais, às quais foram realizadas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Lopes Filho.
(III) sua(s) remuneração(ões) é (são) fixa(s).

Informações adicionais sobre quaisquer emissores objeto dos Relatórios de Análise podem ser obtidas diretamente, por telefone, com o(s) analista(s) responsável(eis). Os Relatórios de Análise podem ser consultados no website http://www.lopesfilho.com.br, cujo acesso é restrito aos assinantes e usuários do serviço de Assessoria em Mercado de Capitais da Lopes Filho. Informações sobre emissores que não são objeto dos Relatórios de Análise podem ser obtidas através de solicitação ao Departamento Comercial.

As informações, opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal mudança.