Banco digital Modalmais cria site para mulheres investidoras

São Paulo – Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, o banco digital Modalmais lança neste mês a campanha “Investidora modalmais”. O projeto inclui o lançamento de e-books sobre finanças pessoais criados para mulheres, uma série de entrevistas no YouTube protagonizadas por profissionais e lideranças que atuam no mercado financeiro brasileiro e divulgação de conteúdo educativo nas redes sociais.

Na última semana de março, o banco digital fará também um encontro online e ao vivo com mulheres especialistas e outras convidadas para celebrar o mês.
Para garantir que a plataforma tivesse uma linguagem verdadeira, todo o projeto foi liderado por mulheres. Uma dúzia de profissionais atuou da elaboração do projeto à produção do conteúdo e plano de divulgação.
Quiz
O quiz “Mulheres no mundo dos investimentos: o quanto você sabe sobre o tema?” foi idealizado para mostrar a crescente participação feminina nos mercados financeiro e de capitais no Brasil, além de outras curiosidades.

É possível saber que depois de obter o direito ao CPF apenas nos anos 1960, a mulher só acelerou o ritmo de presença no mercado financeiro a partir dos últimos 20 anos. De 2002 a 2018, por exemplo, o público feminino elevou em mais de oito vezes a fatia que representa entre os aplicadores de bolsa no país entre 2002 e 2018.

Mesmo assim, as mulheres ainda representam apenas 22,5% dos aplicadores pessoas físicas em bolsa e 30% dos que investem no Tesouro Direto. Além disso, hoje apenas 15% dos analistas financeiros que possuem o CNPI (Programa de Certificação Nacional) no Brasil são mulheres.

E-Books
O banco digital vai lançar dois e-books neste mês: “Finanças para Mulheres: seu guia essencial em 10 passos”, escrito por Janaína Gimael, produtora de conteúdo sobre educação financeira e empreendedorismo e articulista da plataforma Dinheirama, e “A maior investidora do Brasil acaba de sair do anonimato”, escrito por Mariana Ribeiro, analista financeira e cofundadora do “Financial Feminismo Brasil”, movimento pela ocupação das mulheres nas finanças, como investidora e profissionais.

A cada mês serão lançados mais dois e-books dedicados ao público feminino. Os e-books podem ser baixados no site do projeto.

YouTube
Temas atuais serão discutidos sob o olhar feminino em um programa de entrevistas que irá ao ar semanalmente neste mês, às quartas-feiras. Ancorados por Carolina Guedes, serão entrevistadas profissionais, investidoras e líderes.

Além da analista Mariana Ribeiro, que pesquisou por oito anos a vida de Eufrásia Teixeira Leite, a primeira brasileira a investir na bolsa, irão dar entrevistas as seguintes profissionais:

Elaine Fantini, cofundadora do “Financial Feminism Brasil” e fundadora do “Femme Economicus”, que dissemina conteúdo sobre economia e finanças comportamentais com foco no público feminino;

Neivia Justa, LinkedIn Top Voice 2018 e palestrante nas áreas de liderança feminina, diversidade e inclusão.

Itali Pedroni, outra cofundadora do “Financial Feminism Brasil”, líder de operações da 500 Startups Brasil e integrante da lista Mulheres Inspiradoras de 2014, da ONG Thing Olga, por conta de sua pesquisa sobre mulheres no mercado financeiro.

Nathália Arcuri, jornalista conhecida pelo canal Me Poupe” no YouTube, atualmente o maior canal sobre finanças do mundo, e parceira do modalmais.

Fonte: Exame – Banco digital Modalmais cria site para mulheres investidoras
https://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/banco-modalmais-lanca-conteudo-para-mulheres-investidoras