Investidores aguardam decisões. FED (EUA) e BOJ (BC do Japão) sobre política monetária