Os fundos multimercados são uma categoria de investimento extremamente versátil. A política de alocação de patrimônio, nesse caso, pode mesclar diversos tipos de aplicações, como renda fixa, ações, câmbio e outras.

Justamente por ter tanta flexibilidade, esse tipo de fundo exige um pouco mais de pesquisa e experiência por parte do investidor. É preciso ler com atenção a documentação dos fundos multimercados. Dessa forma, você garante que as estratégias da administração estão alinhadas com seus objetivos.

Pensando nisso, preparamos esse artigo com tudo que você precisa saber sobre fundos multimercados.

 

Hoje você vai ler sobre:

 

  • O que são os fundos multimercados?
  • Como funciona um fundo multimercado
  • Vantagens de Investir em Fundos Multimercados
  • Desvantagens de Investir em Fundos Multimercados
  • Tributação dos Fundos Multimercados
  • Invista em Fundos Multimercados com o modalmais
  • Conclusão

 

Boa Leitura!

O que são os fundos multimercados?

Entenda melhor o que caracteriza um fundo multimercado.

 

Fundos multimercados são uma categoria de fundos de investimento que pode aplicar em diferentes setores e categorias de ativos. Por exemplo, seu patrimônio pode incluir ações, títulos de renda fixa, câmbio e outros. Esses fundos também podem utilizar derivativos como forma de alavancagem ou proteção de carteira.

Como você pode perceber, esse tipo de fundo é uma opção extremamente versátil. Suas regras são mais flexíveis, o que proporciona maior liberdade de gestão.

Os fundos multimercados buscam oferecer um rendimento mais alto aos investidores. No entanto, isso faz deles uma opção menos conservadora. Isso é, adequada para investidores que possuem boa tolerância aos riscos e alguma experiência no mercado financeiro.

Assim, com especificações mais flexíveis para alocação do portfólio, cabe ao investidor escolher um fundo com estratégias alinhadas aos seus objetivos. Para isso, é necessário ler com atenção a documentação de cada fundo de investimento que você está considerando investir.

Como funciona um fundo multimercado

Descubra tudo sobre os fundos multimercados.

 

Os fundos multimercado, assim como outros tipos de fundos de investimento, funcionam como uma carteira recomendada. A diferença é que o investidor não tem a liberdade de excluir ou adicionar ativos nessa seleção.

O responsável pela compra, venda ou permanência de ativos é o gestor do fundo. Normalmente, esse papel é cumprido por uma equipe especializada. Essas decisões, por sua vez, são embasadas em um conjunto de políticas pré-determinadas. Os investidores podem revisar essas políticas na documentação do fundo. Assim, é possível decidir se elas estão em alinhamento com seus objetivos financeiros e estratégias de investimento.

Fundos de investimento são uma ótima opção para quem busca uma carteira diversificada com um aporte inicial mais acessível. Também são ideais para investidores que não pretendem monitorar o desempenho dos ativos constantemente e de maneira individual. Esse processo fica a cargo da administradora.

O investidor, por sua vez, deve apenas acompanhar os relatórios para determinar se a performance do fundo tem sido satisfatória.

A seguir, você conhecerá as principais características dos fundos multimercados. Além disso, também descrevemos as principais estratégias adotadas pela gestão nesse tipo de investimento:

Liquidez

Nos fundos multimercados, dificilmente é possível encontrar liquidez diária. Essa é uma comodidade frequente nos fundos DI, por exemplo. No entanto, no caso dos multimercados, o investidor pode precisar esperar um pouco para sacar os recursos.

Esse prazo varia bastante de fundo para fundo. Isso porque as estratégias adotadas são extremamente diversas. Assim, a leitura do prospecto e regulamento do fundo se torna ainda mais importante.

 

Lembrando: nossa dica é que você sempre leia a documentação fornecida, independentemente do tipo de investimento escolhido!

Custos

Assim como todo fundo de investimento, os fundos multimercados possuem a chamada taxa de administração. Esse custo corresponde à remuneração da gestora, administradora e distribuidora do fundo. Isso é, trata-se do custo da gestão dos ativos por profissionais especializados.

Geralmente, no caso dos fundos multimercados, também há a taxa de performance. Essa é uma taxa destinada à remuneração da equipe de gestão quando o desempenho do fundo supera seu índice de referência. Isso é, seu benchmark.

Ambas taxas são informadas claramente na descrição dos fundos. Assim, é possível conhecê-las mesmo antes de ler a documentação.

Estratégia Macro

Esse tipo de fundo multimercado costuma a concentrar suas operações em ativos de renda fixa e variável, além de câmbio e outras classes. Suas estratégias de investimento têm embasamento no cenário macroeconômico.

Assim, fundos que adotam a estratégia macro são adequados para investidores visando o médio e longo prazo.

Estratégia Trading

Esses fundos procuram aproveitar oportunidades no curto prazo. Assim, seus gestores acompanham as pequenas movimentações nos preços dos ativos, realizando compras e vendas com maior frequência.

Esse tipo de estratégia é mais recomendado para investidores de perfil arrojado.

Estratégia Long And Short (Equity Hedge)

Operando principalmente com ativos da renda variável (em geral, ações), esse tipo de fundo atua tanto em posições compradas quanto vendidas. Assim, o objetivo do gestor é obter retornos por meio da diferença entre a rentabilidade das ações compradas e vendidas.

Estratégia Juros e Moedas

Com foco no retorno a longo prazo, fundos multimercados que utilizam essa estratégia dão preferência aos ativos de renda fixa. Eles podem, ainda, operar com moeda estrangeira (como dólar ou euro) e juros, assim como índices da economia.

Nesse tipo de fundo, o gestor não pode alocar nenhuma porcentagem do patrimônio na renda variável — como ações, por exemplo. Assim, essa é uma opção indicada para investidores mais conservadores.

Estratégia Livre

Fundos multimercado de estratégia livre, como sugere o nome, podem adotar diferentes estratégias de compra e venda ao longo do tempo. O gestor, nesse caso, poderá mudar sua postura de acordo com o momento no mercado financeiro. Dessa forma, é possível aproveitar oportunidades específicas geradas por eventos políticos, sociais ou econômicos.

Estratégia Específica

Por sua vez, os fundos de estratégia específica comprometem-se a seguir uma determinada posição quanto a decisões de compra e venda. Assim, o investidor sabe exatamente como a gestão se posicionará, independente de eventos e oportunidades específicas.

Vantagens de Investir em Fundos Multimercados

Quais são os pontos fortes dos fundos multimercados?

 

Agora que você já conhece mais sobre as características fundamentais dos fundos multimercados, é hora de pesar os prós e contras.

É importante ter em mente que o investimento perfeito não existe. Todos os ativos terão pontos negativos e positivos. A melhor forma de decidir qual é a melhor opção para você é conhecendo seu perfil de investidor e estabelecendo objetivos e metas claros.

Sabendo disso, confira a seguir os maiores benefícios que o investimento em fundos multimercados proporciona:

Diversificação e Flexibilidade

Se você procura diversificar sua carteira o máximo possível com um aporte inicial baixo, os fundos multimercados certamente estão entre as opções mais atrativas. Como as especificações exigidas pela CVM para esses fundos são mais flexíveis, o gestor tem maior liberdade.

Assim, se seu objetivo é ter mais diversificação em renda fixa e variável, além de derivativos, em uma única opção, essa é a escolha certa para você.

Alavancagem

A grande maioria dos fundos multimercados permite alavancagem em suas operações. Isso é, o gestor poderá operar com recursos superiores ao capital aplicado. O objetivo é, assim, maximizar o potencial de rentabilidade da carteira.

Essa também é uma estratégia frequentemente utilizada para proteger os recursos de oscilações adversas a estratégia montada pelo gestor. Isso é, uma maneira de mitigar prejuízos.

Gestão feita por especialistas

Essa é uma vantagem obtida em qualquer tipo de fundo, é verdade. Afinal, contar com profissionais especializados para gerir seus ativos é sempre um enorme ponto positivo. Nos fundos multimercados, no entanto, isso é potencializado.

Isso acontece devido a flexibilidade desse tipo de investimento. Assim o gestor tem maior liberdade para ajustar suas estratégias de acordo com a mudança do cenário econômico. Com essa flexibilidade, é possível evitar perdas e maximizar os rendimentos, aproveitando oportunidades específicas conforme elas se apresentam.

Desvantagens de Investir em Fundos Multimercados

Entenda as desvantagens desse tipo de investimento.

 

Como mencionamos, todo investimento tem seus pontos negativos. Isso não é diferente com os fundos multimercados. Antes de tomar sua decisão, é imprescindível conhecer as desvantagens desse tipo de aplicação.

Considere também que, como em todos os fundos de investimento, será necessário contar com a taxa de administração e, muitas vezes, de performance. Além disso, você deve ter em mente que o investidor não possui poder de decisão quanto a composição da carteira nesse tipo de investimento.

Menor liquidez quando comparado a outros tipos de fundos

Como mencionamos anteriormente, a liquidez dos fundos multimercados costuma a ser menor. Em especial quando comparamos eles aos fundos DI, que normalmente contam com liquidez diária.

Isso ocorre devido, justamente, a versatilidade dos multimercados. Como incluem diferentes tipos de ativos, alguns desses papéis podem possuir liquidez menor. Assim, é fundamental considerar que existirá um prazo no qual você não poderá fazer o resgate nesse tipo de aplicação.

Maior volatilidade e risco

Os fundos multimercados são considerados investimentos menos conservadores. Isso acontece, pois, podem incluir ativos muito voláteis, como câmbio e ações small caps, por exemplo. Além disso, alguns fundos adotam estratégias mais arrojadas de investimento, como o trading.

Essa desvantagem não se aplica, necessariamente, a todos os fundos multimercados. Como as regras são muito flexíveis, é importante analisar a documentação de cada opção individualmente. Todos os fundos possuem classificação de risco e uma documentação que especifica suas estratégias e alocação de patrimônio.

Exigem maior conhecimento do mercado

A versatilidade dos fundos multimercados tem um preço. Como as regras são mais flexíveis e abrangentes, será necessário um pouco mais de pesquisa e lição de casa para escolher a melhor opção para você.

Assim, esse tipo de investimento exige mais conhecimento do investidor do que outras categorias de fundos. Isso porque você deverá possuir uma estratégia de investimentos e definir objetivos antes de encontrar um fundo multimercado ideal. É preciso entender o que será feito com seu dinheiro e identificar gestores e opções que estejam alinhados com suas decisões.

Tributação dos Fundos Multimercados

Conheça os principais custos envolvidos com o investimento em fundos multimercados.

 

Você já conhece as taxas relacionadas à gestão dos fundos multimercados. No entanto, também é preciso ter em mente que esses são investimentos com incidência de Imposto de Renda.

O IR incide sobre os rendimentos de acordo com o prazo da aplicação. A alíquota é paga pelo investidor no momento do resgate do dinheiro aplicado, ou então, na data do come-cotas. O Imposto de renda já é retido na fonte, e o montante é retido na fonte.

O Imposto de Renda incidente é regressivo, de acordo com o prazo da aplicação. A alíquota varia entre 22,5% (aplicações de até 180 dias) e 15% (para investimentos com prazo superior a 720 dias).

Para fundos de longo prazo, a tributação é igual à dos fundos de renda fixa:

 

  • Até 180 dias: 22,5%
  • De 181 a 360 dias: 20%
  • De 361 a 720 dias: 17,5%
  • Acima de 720 dias: 15%

 

No caso dos fundos multimercados classificados como de curto prazo, o imposto é cobrado da seguinte maneira:

 

  • Até 180 dias: 22,5%
  • De 181 a 360 dias: 20%

 

O come-cotas é uma antecipação de imposto, cobrado no último dia útil de maio e novembro. Sua taxa varia de acordo com o fundo:

Para fundos de longo prazo, 15% e para fundos de curto prazo, 20%.

Vale destacar que as tributações incidem apenas sobre os rendimentos, e não sobre o montante total da aplicação.

Invista em Fundos Multimercados com o modalmais

Você encontra as melhores opções de Fundos Multimercados no modalmais.

 

Aqui no modalmais, você encontra as melhores opções de fundos multimercados para investir. E o melhor: é muito simples começar a fazer seu patrimônio crescer. Veja os passos:

 

  1. Clique aqui para abrir sua conta gratuita no modalmais. Além de acesso a todo nosso portfólio de investimentos, você conta com inúmeras outras facilidades.
  2. Conheça nosso portfólio e encontre os melhores fundos multimercados para atingir seus objetivos. Lembrando que conosco você tem taxa zero de custódia e manutenção de conta.
  3. Faça download do nosso aplicativo gratuito para ter acesso aos seus investimentos de qualquer lugar.
  4. No aplicativo, clique no botão investir. Agora, é só escolher a opção “Fundos de investimento”.
  5. Você pode filtrar os produtos por tipo de fundo. Basta escolher “fundos multimercados” para encontrar nossas melhores opções na categoria.

 

Prontinho. Agora é só ler a documentação dos fundos que atendem às suas expectativas e começar a investir. Se você tem dúvidas, entre em contato com a nossa equipe. Ficaremos felizes em ajudar você!

Conclusão

Os fundos multimercados são uma opção versátil para atingir seus objetivos.

 

Os fundos multimercados são uma opção ideal para quem busca diversificação e bons rendimentos, sem abrir mão da praticidade. No entanto, como esses são investimentos incrivelmente flexíveis e versáteis, é fundamental conhecer bem cada opção.

Neste artigo, você encontrou tudo que precisava para fazer sua escolha. Agora, é só conferir as opções de fundos multimercados no aplicativo do modalmais e escolher o que se alinha melhor com seus objetivos!

 

Que tal aprender ainda mais sobre investimentos? Leia também esses outros artigos que separamos para você:

 

 

Obrigado pela leitura!