AGENDA

AÇÚCAR E ETANOL


A moagem de cana no centro-sul do Brasil atingiu 44,82 milhões de toneladas, na primeira quinzena de agosto, quase 3 milhões abaixo do mesmo período do ano passado e 8,7% abaixo comparado a última quinzena de julho. Porém no acumulado da safra a produção de açúcar acumula alta de 21,99%, incremento de 3,58 milhões de toneladas comparado a safra passada pela priorização da produção da commodity. Momentos antes da conclusão do processo de impeachment de Dilma Rousseff o dólar se valorizou frente ao real. Em consequência os cantratos para mar/17 na Bolsa de NY fecharam a US$ 20,56 centavos de dólar por libra-peso, queda de 45 pontos. A valorização da moeda americana, impulsiona as exportações de açúcar brasileiro, elevando a oferta no mercado internacional. No mercado interno o açúcar cristal em São Paulo ficou em R$ 86,02 a saca de 50kg, queda de 0,47%.

GRÃOS


O destaque na edição de setembro da Revista do Globo Rural foi a abertura de um pólo de produção de grãos em Macaopa (AP). A reportagem de capa traz a história da região em que a produtividade é alta, mas sofre com a falta de regularização dos títulos de propriedade. As boas perspectivas de safra americana continuam a pressionar as cotações de soja na Bolsa de Chicago, sendo o fator limitador a demanda externa da commodity com altos volumes de venda. O contrato para set/16 fechou a US$ 9,60 o bushel, queda de 5,50 centavos.


Segundo cálculos do Valor Data em relação a média de julho, as cotações de soja acumularam queda de 6,1% e de milho 4,47% motivados pela perspectiva de boa safra americana. Mas no que depender dos movimentos recentes dos fundos de investimento, essa queda deve se encerrar no mês de setembro. Segundo a Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC), os gestores de recursos encerram a semana do dia 23 de agosto com uma posição na soja comprada 25% maior que na semana anterior, apostando na alta dos preços. Na Bolsa de NY o destaque é para a alta do açúcar, motivado pelas adversidades climáticas no Brasil, podendo permanecer a escalada. Segundo a CFTC os gestores aumentaram em 5% suas posições compradas em comparação com a semana anterior.

CAFÉ


Segundo a Organização Internacional do Café (OIC) no mês de julho as exportações mundiais der café recuaram 22%, impulsionados pela menor produtividade da commodity nos países produtores, sendo um deles o Brasil. A chegada ontem de uma frente fria ao sudeste do Brasil, impulsinou a alta na Bolsa de NY. Os contratos dez/16 fecharam a US$ 1,4705 a libra-peso, alta de 100 pontos.

ALGODÃO

Os subprodutos do algodão em MT apresentaram alta expressiva no mês de julho, o caroço com alta de 6% e a torta de algodão 9%. A alta se da pela queda na estimativa de produtividade nas lavouras para a safra 2015/16, o preço elevado do farelo de soja, já que tivemos altas exportações de soja nessa safra. A Índia é o maior produtor global de algodão, mas teve problemas fitossanitários e climáticos na sua safra atual que se encerra 30 de setembro. Com isso a expectativa é que sua produção caia 12%, e o total previsto é que o país irá importar 340 mil toneladas, sendo 255 mil já importados. Os EUA são os maiores exportadores mundias da pluma, e as chuvas nas regiões do Delta do Rio Mississippi, sudeste do Texas e oeste das Grandes Planícies continuam a derrubar as cotaçoes na Bolsa de NY, com perspectivas de boas condições nas lavouras. Os contratos dez/16 fecharam a US$ 65,58 centavos de dólar a libra-peso, queda de 71 pontos.

Fonte
http://canaplan.com.br/noticias/setor-sucroenergetico
http://www.unica.com.br/noticia/20030441920338941144/atualizacao-da-safra-2016-por-cento2F2017-1-por-centoC2-por-centoAA-quinzena-de-agosto/
http://revistagloborural.globo.com/Noticias/noticia/2016/08/colheita-de-soja-no-amapa-e-destaque-da-edicao-de-setembro-de-globo-rural.html
https://www.agrolink.com.br/noticias/soja-registra-baixas-em-chicago-por-alto-potencial-da-safra-dos-eua_360797.html
https://www.agrolink.com.br/noticias/soja-fecha-agosto-em-queda—analise-agrolink_360824.html
http://www.valor.com.br/agro/4695003/boa-oferta-americana-pressiona-soja-e-milho
http://www.valor.com.br/agro/4694715/exportacoes-mundiais-de-cafe-recuaram-22-em-julho
https://www.agrolink.com.br/noticias/subprodutos-do-algodao-valorizam-em-mato-grosso_360801.html
http://www.valor.com.br/agro/4694997/commodities-agricolas
http://www.valor.com.br/agro/4694705/india-devera-dobrar-importacoes-de-algodao-este-ano

1) Este documento é fornecido exclusivamente a título informativo e não deve ser considerado uma recomendação, sugestão de estratégia de investimento e/ou análise de valores mobiliários. Rentabilidades passadas não são garantia de rentabilidades futuras. O Banco Modal S.A. ou quaisquer das empresas que compõem o Grupo Modal (conforme definição legal) não expressam qualquer forma de garantia, implícita ou explícita, através do presente material.

2) Este material não leva em consideração objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas dos Investidores, que devem procurar aconselhamento financeiro destinado às suas necessidades antes de tomar qualquer decisão de investimento com base em informações contidas neste material. O material, inclusive, não representa o oferecimento de produtos, visto que tal oferta só pode ser feita mediante identificação do perfil de risco do cliente.

3) O presente material não representa a opinião do Banco Modal S/A bem como das demais empresas do Grupo Modal e seu conteúdo é de inteira responsabilidade dos responsáveis pela sua elaboração e das respectivas fontes utilizadas.

4) Esta comunicação deve ser lida apenas pelo seu destinatário e não pode ser retransmitida sem autorização formal. Caso recebida indevidamente, por favor destrua-a. Qualquer reprodução, disseminação, alteração, distribuição e/ou publicação deste e-mail é estritamente proibida.

Ouvidoria 0800 283 0077