Agenda

Dólar X Real

Hoje (02) foi divulgada a ata da 205ª Reunião do Copom realizada nos dias 21 e 22/02 que cortou em 0,75 p.p. a taxa de juros básica da economia ficando em 12,25%. A ata evidência uma retomada gradual da economia durante o segundo semestre desse ano. A inflação apresenta pace de queda com um processo de desinflação, o preço dos alimentos também está seguindo a mesma trajetória. A projeção de inflação segundo a pesquisa Focus caiu para 4,4% em 2017 em comparação com a última reunião. O pace de queda de taxa selic e da inflação impulsiona a economia, com aumento do consumo e da oferta de crédito por parte do Bancos.

Açúcar e Etanol


A Wilmar International adquiriu cerca de 1,2 milhão de toneladas de açúcar, sendo a maior entrega da história para o mês e duas vezes maior que em igual período do ano anterior. A maior parte do açúcar vem do Brasil e quando uma entrega tão grande ocorre entre uma entressafra sinaliza uma fraqueza no mercado físico.
As especulações em relação ao déficit de cerca de 4 milhões de toneladas de açúcar na produção indiana que levaria o país a importar a commodity sustenta as cotações. A projeção é que o país produza 20 milhões de toneladas, 20,3% inferior a safra passada. A INTL FCStone elevou sua projeção de déficit mundial global de açúcar na safra 2017/18 para 8,5 milhões de toneladas. O contrato mai/17 fechou a US$ 19,48 alta de 1,30% e jul/17 a US$ 19,34 alta de 1,4%. No mercado interno o açúcar em São Paulo ficou em R$ 81,96 a saca de 50kg, queda de 0,71%

Grãos

Ontem (1) a Agroconsult elevou a projeção da safra de soja brasileira para 107,8 milhões de toneladas ante previsão de 105,3 milhões de toneladas. As previsões das exportações brasileiras também foram revisadas para cima alcançando 61,1 milhões de toneladas ante 51 milhões de toneladas na safra passada. Apesar da alta das projeções de exportações brasileiras, a valorização do real frente ao dólar vem desestimulando produtores a exportarem a oleaginosa e tradings que já tinham contratos fechados para a exportação do cereal vem pagando valores elevados aos produtores para completar a carga já contratada. Ontem a soja mai/17 fechou a US$ 1.051,75 alta de 1,54% e jul/17 a US$ 1.060,00 alta de 1,48%.

Especulações de que Trump poderá alterar a política de biocombustíveis de milho no país sustentaram as cotações. Do total da produção de milho no país, 40% é destinado a produção do etanol de milho e a nova política pode aumentar em 5 p.p. o mandato do país. O possível aumento vem junto com a diminuição da área de milho no país, com produtores dando preferência para a produção de soja. Ontem o contrato de milho mai/17 fechou a US$ 382,00 alta de 2,21% e jul/17 a US$ 389,25 alta de 2,17%. No mercado interno o milho fechou a R$ 35,96 a saca de 60kg, queda de 0,39%.

Café

No último dia do mês de fevereiro tivemos embarques de 111,85 mil sacas de 60kg de café arábica com um acumulado no mês de 1.696,98 mil sacas alta de 30% em comparação ao mês passado. Não tivemos embarques de café robusta no dia 28, mas no acumulado do mês atingindo um volume de 8,3 mil sacas de 60kg, queda de 51% em comparação ao mês anterior. Ontem o contrato café mai/17 fechou a US$ 144,80 alta de 1,54% e set/17 fechou a US$ 149,45 alta de 1,53%.

Algodão


Para reverter a queda no consumo de algodão no Brasil a Abrapa lançou uma campanha no São Paulo Fashion Week “Sou de algodão” para incentivar o uso da fibra na confecção de roupas. Ano passado foram utilizadas 780 mil toneladas da fibra na indústria têxtil, menor volume da última década. A indústria de algodão vem perdendo espaço para as roupas sintéticas e a Associação Brasileira da Indústria Têxtil vem trabalhando para reverter o quadro. Apesar do USDA reportar um aumento de 14,2% de área de algodão no país nesse ano alcançando 4,65 milhões de hectares os contratos vêm se sustentando pela ação dos fundos. Ontem o contrato mai/17 fechou a US$ 77,86 alta de 1,99% e jul/17 a 78,73 alta de 1,61%. No mercado interno a pluma em São Paulo fechou em R$ 271,18 a @ queda de 0,06%.

Equipe:
Pedro Esberard Barbirato Rosa
pedro.rosa@modal.com.br

Katharyne Amorim Caiaffa
katharyne.caiaffa@modal.com.br

Rio de Janeiro 55 21 3223 7890 | 7934
São Paulo 55 11 2106 6880
www.modal.com.br

Fonte:
http://canaplan.com.br/noticias/setor-sucroenergetico
https://www.jornalcana.com.br/deficit-de-acucar-vai-85-milhoes-de-toneladas-diz-consultoria/
http://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/agroconsult-eleva-previsao-de-safra-de-soja-do-brasil-para-1078-mi-t-155625
http://www.dci.com.br/agronegocios/retracao-nas-vendas-de-soja-e-milho-no-brasil-ameaca-exportacao-e-pressiona-tradings-id608787.html
http://www.valor.com.br/agro/4883496/commodities-agricolas
http://www.cecafe.com.br/
http://revistagloborural.globo.com/Noticias/Agricultura/Algodao/noticia/2017/03/campanha-incentiva-o-uso-do-algodao-brasileiro-na-industria-textil.html

1) Este documento é fornecido exclusivamente a título informativo e não deve ser considerado uma recomendação, sugestão de estratégia de investimento e/ou análise de valores mobiliários. Rentabilidades passadas não são garantia de rentabilidades futuras. O Banco Modal S.A. ou quaisquer das empresas que compõem o Grupo Modal (conforme definição legal) não expressam qualquer forma de garantia, implícita ou explícita, através do presente material.

2) Este material não leva em consideração objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas dos Investidores, que devem procurar aconselhamento financeiro destinado às suas necessidades antes de tomar qualquer decisão de investimento com base em informações contidas neste material. O material, inclusive, não representa o oferecimento de produtos, visto que tal oferta só pode ser feita mediante identificação do perfil de risco do cliente.

3) O presente material não representa a opinião do Banco Modal S/A bem como das demais empresas do Grupo Modal e seu conteúdo é de inteira responsabilidade dos responsáveis pela sua elaboração e das respectivas fontes utilizadas.

4) Esta comunicação deve ser lida apenas pelo seu destinatário e não pode ser retransmitida sem autorização formal. Caso recebida indevidamente, por favor destrua-a. Qualquer reprodução, disseminação, alteração, distribuição e/ou publicação deste e-mail é estritamente proibida.

Ouvidoria 0800 283 0077