Agenda

Açúcar e Etanol

O mercado de açúcar teve forte valorização no ano de 2016 estimulando a produção da commodity no Centro-Sul do país. Dados no Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços revelam as que as exportações em 2016 acumularam 28,9 milhões de toneladas, superando o recorde anterior de 28 milhões de toneladas em 2010. O Porto de Santos, o maior da América Latina, também é o maior porto do Mundo em movimentação de açúcar e se é esperado uma alta de 7,6% nos embarques esse ano, atingindo 20,32 milhões de toneladas.
O mercado permanece em alerta com o novo presidente dos EUA, Donald Trump, e suas políticas para o mercado de etanol no país. Carl Icahn é um dos assessores da equipe econômica do presidente e não poupou declarações criticando a política de biocombustíveis do país, Icahn também é acionista majoritário de uma companhia de petróleo. Scott Pruitt foi escolhido para liderar a EPA (Agência de Proteção Ambiental) e Icahn apoiou a escolha. Pruitt é temido pela indústria de etanol e depois do anúncio do novo líder da agência, o RIN (moeda usada no comércio do combustível) se desvalorizou por ter sido visto como uma escolha desfavorável para o setor de etanol no país. Ontem o mar/17 fechou a US$ 20,51, alta de 5,13% e mai/17 a US$ 20,12 alta de 4,52%.

Grãos

As chuvas no Rio Grande do Sul já começam a preocupar os produtores de soja da região. No estado, principalmente nas regiões de várzeas o solo está encharcado e são previstas mais chuvas para a região. A consultoria Climatempo relata que potencial produtivo das plantas pode ser comprometido pelo forte estresse hídrico. Já nas regiões de Mato Groso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e São Paulo as pancadas de chuvas estão criando condições favoráveis para as lavouras. No Paraná, um dos maiores estados produtores de soja no país, as condições das lavouras permanecem boas. Segundo dados do Departamento de Economia Rural (Deral) 97% das lavouras apresentam “boas” condições e 3% em condições “médias”. As lavouras apresentam desenvolvimento dentro do programado e com bom potencial produtivo. Ontem a soja fechou o contrato mar/17 a US$ 1.003,50 queda de 0,89% e mai/17 a US$ 995,00 queda de 0,90%.

Os contratos de milho também tiveram alta ontem na Bolsa de Chicago refletindo a alta nas cotações do petróleo. O combustível fóssil mais caro tende a estimular o mercado de etanol de milho, que tem os EUA como grande produtor do biocombustível. Esse movimento sustentou os contratos de milho, apesar dos dados do USDA divulgando queda de 36% nas exportações do cereal na semanada encerrada dia 22, comparada a semana passada. Ontem o contrato mar/17 fechou a US$ 355,75 alta de 1,07% e mai/17 a US$ 361,50 alta de 1,12%. No mercado interno o milho fechou a R$ 37,94 a saca de 60kg, queda de 1,48%.

Café

Com a quebra de safra de café robusta no Brasil por adversidades climáticas na safra passada, torrefadoras levantaram a possibilidade do Brasil importar café robusta do Vietnã. O café robusta teve forte valorização no ano passado e prejudicou as torrefadoras que tem esse tipo de café nos seus blends. Porém produtores de café robusta no país foram contra a liberação e se foi proposto um levantamento dos estoques privados de café robusta no país, para se ter conhecimento do volume em estoque e se irá atender a demanda do mercado interno. Então a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) fará esse levantamento que deve ser finalizado até a próxima reunião da Câmara do Comércio Exterior (Camex) marcada para o dia 15 de janeiro com a finalidade de decidir sobre a aprovação ou não das importações.

O Departamento alfandegário do Vietnã informou que as exportações de dezembro no país devem acumular alta de 39% ante novembro. No acumulado do ano a projeção é de alta de 33,7% ante 2015 para 1,79 milhões de toneladas destinados a exportação. Segundo dados da Federação Nacional de Produtores de Café na Colômbia o país produziu em 2016 14,23 milhões de sacas de 60kg de café arábica, um aumento de 0,4% ante o ano anterior. As exportações também subiram, tendo alta de 1,2% no ano, somando 12,86 milhões de sacas. Apesar da Conab relatar que na safra 2016/17 o Brasil colheu uma safra de 51,37 milhões de sacas, sendo um recorde, traders avaliam que seria necessária uma produção de 55 a 57 milhões de toneladas para atender a demanda e os contratos na Bolsa de NY fecharam em alta. Ontem o contrato mar/17 fechou a US$ 137,40, alta de 0,26% e mai/17 a US$ 139,70, alta de 0,22%.

Algodão

A Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa) prevê uma possibilidade de crescimento de área de plantio de algodão no estado apesar dos altos custos de produção, em torno de R$ 10 mil por hectar. A safra passada, 2015/16, foi bem complicada no estado por adversidades climáticas e apesar do cenário não ter sido um dos mais animadores a associação aposta na tecnologia para o aumento de produtividade na região e redução dos altos custos de produção. Com o petróleo mais caro, as roupas sintéticas que tem a commodity em sua base tem seu custo elevado e geram uma competitividade do algodão no mercado de roupas. As vendas externas da pluma nos EUA também favoreceram a alta dos preços da pluma, com o USDA relatando venda de 74,72 mil toneladas na semana encerrada dia 22, 24% a mais comparado ao período anterior. Ontem o contrato mar/17 fechou a US$ 71,78 alta de 1,60% e mai/17 a US$ 72,12 alta de 1,55%.

Equipe:
Pedro Esberard Barbirato Rosa
pedro.rosa@modal.com.br

Katharyne Amorim Caiaffa
katharyne.caiaffa@modal.com.br

Rio de Janeiro 55 21 3223 7890 | 7934
São Paulo 55 11 2106 6880
www.modal.com.br

Fonte:
http://www.abic.com.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=59&infoid=6062
http://www.abic.com.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=59&infoid=6058
https://www.agrolink.com.br/noticias/rs–lavouras-de-milho-apresentam-bom-desempenho_367769.html
https://www.agrolink.com.br/noticias/em-2016-o-mercado-do-acucar-cristal-teve-forte-alta_367764.html
https://www.agrolink.com.br/noticias/producao-de-cafe-da-colombia-sobe-para-14-23-mi-sacas-em-2016_367754.html
https://www.agrolink.com.br/noticias/porto-de-santos-preve-movimentar-volume-recorde-em-2017-com-expansao-da-soja-e-do-acucar_367736.html
https://www.agrolink.com.br/noticias/lavouras-de-soja-do-parana-se-aproximam-de-colheita-com-bom-potencial–diz-deral_367735.html
https://www.agrolink.com.br/noticias/area-de-algodao-pode-crescer-em-mato-grosso-e-novas-tecnologias-sao-vistas-para-reduzir-custos_367713.html
https://www.jornalcana.com.br/trump-pode-virar-as-costas-para-o-setor-de-etanol-e-preocupa-industria/
http://www.valor.com.br/agro/4824952/commodities-agricolas

1) Este documento é fornecido exclusivamente a título informativo e não deve ser considerado uma recomendação, sugestão de estratégia de investimento e/ou análise de valores mobiliários. Rentabilidades passadas não são garantia de rentabilidades futuras. O Banco Modal S.A. ou quaisquer das empresas que compõem o Grupo Modal (conforme definição legal) não expressam qualquer forma de garantia, implícita ou explícita, através do presente material.

2) Este material não leva em consideração objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas dos Investidores, que devem procurar aconselhamento financeiro destinado às suas necessidades antes de tomar qualquer decisão de investimento com base em informações contidas neste material. O material, inclusive, não representa o oferecimento de produtos, visto que tal oferta só pode ser feita mediante identificação do perfil de risco do cliente.

3) O presente material não representa a opinião do Banco Modal S/A bem como das demais empresas do Grupo Modal e seu conteúdo é de inteira responsabilidade dos responsáveis pela sua elaboração e das respectivas fontes utilizadas.

4) Esta comunicação deve ser lida apenas pelo seu destinatário e não pode ser retransmitida sem autorização formal. Caso recebida indevidamente, por favor destrua-a. Qualquer reprodução, disseminação, alteração, distribuição e/ou publicação deste e-mail é estritamente proibida.

Ouvidoria 0800 283 0077