AÇÚCAR E ETANOL

A participação da biomassa da cana-de-açúcar se mantém líder no ranking de energias renováveis usadas no Brasil, representando 40% da produção limpa, seguido das hidrelétricas (11,3%). Na matriz energética nacional representou 16,9% em 2015, sendo 15,7% no ano anterior, ficando em segundo lugar no ranking de energia, atrás apenas das fontes fósseis (37,3%). Após o mercado ter sido pressionado na quarta-feira com as divulgações da CONAB de uma maior produção de açúcar no Brasil para a próxima safra, ontem na Bolsa de NY os contratos tiveram leve alta fruto de recompras técnicas. Os contratos mar/17 fecharam a US$ 20,46 centavos de dólar, alta de 25 pontos. No mercado doméstico o açúcar cristal fechou a R$ 85,64 por saca de 50kg, queda de 0,46%.

GRÃOS

Foi estimado o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio brasileiro para os primeiros cinco meses de 2016 e segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) o PIB cresceu 1,79%, destaque para o ramo agrícola que cresceu 2,73% no período. Ontem na Bolsa de Chicago, a soja se manteve estavel no campo positivo, com as vendas externas subindo 4% em relação ao mesmo período do ano passado. Os contratos set/16 fecharam a US$ 10,3225 por bushel, alta de 1,75 centavos. As expectativas do clima para as próximas semanas nos EUA, com as lavouras em desenvolvimento, serão fundamentais para a movimentação das cotações na bolsa.


O mercado brasileiro de milho se apresenta mais frouxo no momento, com os compradores resistindo a pagar mais e os produtores se limitando a entregar o produto com preços mais baixos. Mas a quebra da segunda safra de milho, “safrinha”, no Brasil limita a queda nos preços, com menor oferta do cereal. Com a demanda do milho dos EUA aquecida, sendo acertado a venda de 1,04 milhão de toneladas de milho, volume 1,9% superior às vendas da semana anterior, de acordo com o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA), os principais contratos fecharam em alta. Os contratos dez/16 fecharam a US$ 3,42 o bushel, alta de 2,25 centavos de dólar. No mercado interno o milho caiu 0,8% para R$44,60 a saca.

CAFÉ

Ontem o mercado voltou a se basear em aspectos fundamentais, com os contratos na Bolsa de NY tendo alta, pelas perspectivas de chuvas até domingo nas regiões produtoras de café no Brasil. Essas chuvas atrapalhariam a finalização da colheita de café da safra 2016/17 que está em 86% de área colhida de acordo com a consultoria Safras & Mercados. Os contratos set/16 fecharam a US$ 138,55 dólar por libra-peso, alta de 350 pontos e dez/16 a US$ 141,80 dólar por libra-peso, alta de 370 pontos.

ALGODÃO


Similar ao milho, as vendas externas da pluma sustentaram as cotações ontem na Bolsa de NY. Segundo levantamento do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) na semana móvel encerrada dia 11, os americanos fecharam vendas de 44,63 mil toneladas da pluma, ante 6 mil toneladas da semana anterior. Os contratos para dez/16 fecharam a US$ 69,01 centavos de dólar por libra-peso, alta de 20 pontos. No mercado interno, na Bahia, um dos principais pólos de produção de algodão do Brasil, o preço médio fechou a R$81,70 por arroba.

Fontes:
http://canaplan.com.br/noticias/setor-sucroenergetico
http://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/tecnologia-elevara-produtividade-da-soja-afirma-multinacional-148592
http://www.valor.com.br/agro/4677563/commodities-agricolas
https://www.agrolink.com.br/noticias/pib-do-agronegocio-cresceu-1-79–nos-primeiros-seis-meses-de-2016_360013.html
https://www.agrolink.com.br/noticias/demanda-mantem-preco-da-soja-em-alta—analise-agrolink_360023.html
http://www.noticiasagricolas.com.br/noticias/soja/178109-soja-com-suporte-da-demanda-precos-esbocam-reacao-e-mantem-o-nivel-de-us-10bu-na-cbot.html?utm_source=parceiros&utm_medium=rss
https://www.agrolink.com.br/noticias/producao-de-milho-norte-americana-foi-revisada-para-cima_360025.html
http://www.noticiasagricolas.com.br/noticias/milho/178103-milho-no-brasil-mercado-perde-forca-mas-oferta-restrita-ainda-deve-limitar-quedas-nos-precos-diz.html?utm_source=parceiros&utm_medium=rss
http://www.noticiasagricolas.com.br/noticias/cafe/178110-cafe-bolsa-de-ny-avanca-cerca-de-350-pts-nesta-5-com-indicacao-de-chuvas-no-cinturao-produtivo-ate.html?utm_source=parceiros&utm_medium=rss

1) Este documento é fornecido exclusivamente a título informativo e não deve ser considerado uma recomendação, sugestão de estratégia de investimento e/ou análise de valores mobiliários. Rentabilidades passadas não são garantia de rentabilidades futuras. O Banco Modal S.A. ou quaisquer das empresas que compõem o Grupo Modal (conforme definição legal) não expressam qualquer forma de garantia, implícita ou explícita, através do presente material.

2) Este material não leva em consideração objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas dos Investidores, que devem procurar aconselhamento financeiro destinado às suas necessidades antes de tomar qualquer decisão de investimento com base em informações contidas neste material. O material, inclusive, não representa o oferecimento de produtos, visto que tal oferta só pode ser feita mediante identificação do perfil de risco do cliente.

3) O presente material não representa a opinião do Banco Modal S/A bem como das demais empresas do Grupo Modal e seu conteúdo é de inteira responsabilidade dos responsáveis pela sua elaboração e das respectivas fontes utilizadas.

4) Esta comunicação deve ser lida apenas pelo seu destinatário e não pode ser retransmitida sem autorização formal. Caso recebida indevidamente, por favor destrua-a. Qualquer reprodução, disseminação, alteração, distribuição e/ou publicação deste e-mail é estritamente proibida.

Ouvidoria 0800 283 0077