Agenda

Açúcar e Etanol

Produtores de etanol brasileiro seguindo a linha do programa RenovaBio estão propondo medidas que deem mais visibilidade ao setor seguindo o modelo dos EUA. Algumas medidas seriam diferenciais tributários para o biocombustível e estabelecimento do uso do biocombustível baseado em um limite de emissão de gases causadores do efeito estufa. As propostas serão debatidas com o governo nos próximos 60 dias, mas a idéia é estabelecer metas individuais, não se podendo ultrapassar o limite de emissão proposto pelo governo.

Começa a ser levantada a possibilidade de reversão do quadro de déficit mundial de açúcar já na safra 2017/18. Segundo a Sucden, operadora de commodities francesa, o quadro pode ser revertido na temporada 2017/18 com melhores perspectivas vindas da Índia. Abinash Verma, diretor-geral da Associação Indiana de Usinas de Açúcar relata que dificilmente a Índia (maior consumidor global de açúcar) irá importar a commodity na safra 2016/17, visto que está com elevados estoques de passagem. Ontem os contratos mar/17 fecharam a US$ 18,23, alta de 0,05 %, e mai/17 a US$ 18,05, alta de 0,06%.

Grãos

O Imea revisou as estimativas para a safra 2015/16 e 2016/17 de soja em MT. Para 2015/16 a nova projeção teve aumento de 1,2% na demanda por soja, alcançando 27,77 milhões de toneladas. O consumo também foi ajustado de 7,27 para 7,86 milhões de toneladas. Com isso o estoque final foi revisado para baixo, chegando a 350 mil toneladas, e a nova safra 2016/17 também teve reflexos sendo projetado em 30,82 milhões de toneladas, sendo 30,47 milhões de toneladas produzidos na próxima safra (2016/17). Para a próxima safra a expectativa é que se esmague 9,39 milhões de toneladas, 19,4% acima em comparação com esse ano. A exportação chegando a 16,55 milhões de toneladas, 8,8% acima em comparação com esse ano também. O USDA reportou que os embarques na semana, encerrada quinta-feira (15) ficaram 6% abaixo da semana anterior, acumulando 1,73 milhão de toneladas. Uma menor demanda pelo cereal americano pressionou os contratos na Bolsa de Chicago. Ontem o contrato de soja mar/17 fechou a US$ 1.032,00 o bushel queda de 1,41% e mai/17 a US$ 1.040,50 o bushel, queda de 1,30%. No mercado interno a soja em Paranaguá ficou em R$ 79,01 a saca de 60kg, baixa de 0,63%.

O Imea também divulgou uma estimativa de oferta e demanda para o milho na safra 2016/17. A produção foi estimada em 25,04 milhões de toneladas em MT, com oferta total de 25,21 milhões de toneladas. O consumo de milho também foi revisado para cima com expectativa de 15,1% a mais de consumo, puxado pela maior produção de etanol de milho. A demanda mais fraca pelo cereal americano também pressionou os contratos. Dados do USDA relatam que na semana encerrada na quinta-feira (15) o volume embarcado foi 12% inferior ao da semana passada. A perspectiva de maior produção mundial de milho também pressionou os contratos, com uma estimativa de produção 8,18% acima do produzido na safra 2015/16. Ontem os contratos mar/17 fecharam a US$ 353,25, queda de 0,84% e mai/17 fecharam US$ 360,00, queda de 0,83%.

Café

Com a possibilidade de liberação de importação de café robusta, produtores de café se mobilizam para impedir a liberação da importação de café do Vietnã. A Secretaria de Agricultura do ES, Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e a OCB-ES se juntaram para fazer um levantamento dos estoques de café robusta no ES. O objetivo é convencer o Ministro da Agricultura que há café robusta disponível no ES e não faltará para abastecer o mercado interno. Após a quebra de safra de café robusta no estado na safra 2015/16, as cotações do café dispararam e torrefadoras foram altamente prejudicadas, pois necessitam do café robusta para seus blends. A Conab também irá fazer um levantamento dos estoques no ES até 15 de janeiro. Ontem o contrato de café arábica para mar/17 fechou a US$ 144,25 alta de 1,26% e mai/17 a US$ 146,55 alta de 1,21%.

Algodão

Foi iniciada a plantação de algodão em MT com 1,55% da área total semeada, volume abaixo do registrado em igual período do ano passado (2,47%). A região do estado com maior avanço é a sudeste com 3,87% e centro-sul com 0,70%, juntas as regiões representam 92,2% do total de algodão da 1ª safra. Produtores aproveitam as boas condições climáticas para avançarem na semeadura. As exportações de algodão em MT no mês e novembro somaram 74,9 mil toneladas, com o acumulado do ano alcançando 490,8 mil toneladas, 21% superior na comparação com igual período do ano passado. Com a revisão dos estoques mundiais de algodão, o USDA reporta que os estoques finais serão de 19,41 milhões de toneladas, inferior ao da safra 2015/16, porém 0,95% acima do apontado no mês passado. O aumento de estoque se dá pela menor importação chinesa da pluma que tem diminuído seus estoques internos, o país perdeu o posto de maior importador mundial da commodity. Ontem o contrato mar/17 fechou a US$ 69,57, queda de 2,07% e mai/17 a US$ 70,03, queda de 1,81%. No mercado interno o algodão na Bahia ficou em R$ 88,27 a arroba.

Equipe:
Pedro Esberard Barbirato Rosa
pedro.rosa@modal.com.br

Katharyne Amorim Caiaffa
katharyne.caiaffa@modal.com.br

Rio de Janeiro 55 21 3223 7890 | 7934
São Paulo 55 11 2106 6880
www.modal.com.br

Fonte:
http://www.imea.com.br/upload/publicacoes/arquivos/12122016191037.pdf
http://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/produtores-de-etanol-propoem-ao-governo-mandatos-inspirados-nos-eua-153489
http://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/sucden-estima-safra-recorde-de-acucar-em-2017-18-e-ve-pequeno-excedente-global-153483
https://www.agrolink.com.br/noticias/india-devera-ter-excedente-de-acucar-em-2017-18–diz-associacao-de-usinas_366987.html
http://www.imea.com.br/upload/publicacoes/arquivos/19122016200036.pdf
http://www.imea.com.br/upload/publicacoes/arquivos/19122016195924.pdf
http://www.imea.com.br/upload/publicacoes/arquivos/13122016175132.pdf
http://www.imea.com.br/upload/publicacoes/arquivos/19122016195813.pdf
http://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/exportacoes-de-pluma-de-algodao-mato-grossense-superam-2015-e-podem-bater-recorde-153518
governo-e-cooperativas-do-es-vao-checar-estoques-de-cafe-conilon
http://www.valor.com.br/agro/4812863/commodities-agricolas

1) Este documento é fornecido exclusivamente a título informativo e não deve ser considerado uma recomendação, sugestão de estratégia de investimento e/ou análise de valores mobiliários. Rentabilidades passadas não são garantia de rentabilidades futuras. O Banco Modal S.A. ou quaisquer das empresas que compõem o Grupo Modal (conforme definição legal) não expressam qualquer forma de garantia, implícita ou explícita, através do presente material.

2) Este material não leva em consideração objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas dos Investidores, que devem procurar aconselhamento financeiro destinado às suas necessidades antes de tomar qualquer decisão de investimento com base em informações contidas neste material. O material, inclusive, não representa o oferecimento de produtos, visto que tal oferta só pode ser feita mediante identificação do perfil de risco do cliente.

3) O presente material não representa a opinião do Banco Modal S/A bem como das demais empresas do Grupo Modal e seu conteúdo é de inteira responsabilidade dos responsáveis pela sua elaboração e das respectivas fontes utilizadas.

4) Esta comunicação deve ser lida apenas pelo seu destinatário e não pode ser retransmitida sem autorização formal. Caso recebida indevidamente, por favor destrua-a. Qualquer reprodução, disseminação, alteração, distribuição e/ou publicação deste e-mail é estritamente proibida.

Ouvidoria 0800 283 0077