Agenda

Açúcar e Etanol

A Organização Internacional do Açúcar (OIA) em sua última estimativa preve um déficit mundial de açúcar de 6,2 milhões de toneladas para a safra 2016/17, levemente inferior a última estimativa. A Organização estima que na safra 2017/18 o déficit já será revertido. Propostas lideradas por China e Índia enviadas a OMC pretendem aumentar as tarifas e frear as importações agrícolas por esses países. No caso do Brasil as exportações de açúcar seriam fortemente afetadas pelas sobretaxas, o milho também sofreria com a possível sobretaxação. Países como Uruguai e Argentina seríam fortemente afetados com suas exportações de trigo e arroz.

As estimativas da OIA de menor déficit global de açúcar pressionou as cotações na Bolsa de NY. O USDA também diminuiu sua projeção de déficit global de açúcar indo de 6,7 milhões de toneladas para 2,6 milhões de toneladas. O déficit menor que o esperado vem com uma perspectiva de melhor produção na China e Brasil. Sexta-feira o açúcar fechou mar/17 US$ 20,15 queda de 0,35% e mai/17 a US$ 19,62 queda de 0,46%. No mercado interno o açúcar cristal em São paulo ficou em R$97,87 a saca de 50 kg, queda de 0,46%.

Grãos

Com a valorização do dólar frente ao real após a eleição do presidente dos EUA, Donald Trump, o dólar subiu cerca de 5% nas últimas duas semanas. A alta animou produtores de soja de MT em vender antecipadamente a safra 2016/17. De julho a outubro as negociações ficaram praticamente paradas, mas nessas últimas semanas saltou para 36% de venda antecipada. A valorização do dólar fez a saca de soja saltar de R$61,13 para R$64, o que impulsionou os produtores a fecharem negócio. Sexta-feira na Bolsa de Chicago os contratos mar/17 fecharam a US$ 1.002,25, alta de 0,38% e mai/17 a US$ 1.010,50, alta de 0,32%.

O mercado de milho está mais frouxo nesse mês de novembro, segundo levantamento da Scot Consultoria. A saca de milho para entrega imediata sem o frete esta cotado a R$39, ante R$ 41 no começo do mês. Porém os estoques mais enxutos irão limitar a queda nas cotações. No Rio Grande do Sul a plantação de milho segue em ritmo acelerado, alcançando 85% da área prevista. Os dias ensolarados, com temperaturas amenas e índice ideal de umidade no solo vem favorecendo o desenvolvimento das lavouras. Sexta-feira na Bolsa de Chicago os contratos para mar/17 fecharam a US$ 353,50, alta de 1,07% e mai/17 a US$ 360,00 alta de 0,98%.

Mesmo com o aumento de área plantada de milho indo de 3,902 milhões na safra passada para 4,152 milhões na safra atual, o plantio segue em ritmo acelerado. O milho verão, também conhecido como “milho primeira safra” já atinge 86,1% de área plantada, ante 67,2% no ano passado. A demanda firme pelo milho americano sustenta as cotações do cereal. Dados divulgados pelo USDA relatam que na semana encerrada dia 10, foram fechados contratos para embarque de 1,661 milhão de toneladas do grão, alta de 35% ante a semana anterior e 47% acima da média das últimas quatro semanas. Os contratos para mar/17 fecharam a US$ 349,75, alta de 0,94% e mai/17 a US$ 356,50, alta de 0,85%. No mercado interno o milho ficou em R$ 39,72 a saca de 60kg, queda de 1,07%.

Equipe:
Pedro Esberard Barbirato Rosa
pedro.rosa@modal.com.br

Katharyne Amorim Caiaffa
katharyne.caiaffa@modal.com.br

Rio de Janeiro 55 21 3223 7890 | 7934
São Paulo 55 11 2106 6880
www.modal.com.br

Fonte:
http://canaplan.com.br/noticias/setor-sucroenergetico
https://www.jornalcana.com.br/usda-ve-deficit-menor-no-mercado-de-acucar-estoques-em-minima-de-6-anos/
http://g1.globo.com/economia/agronegocios/globo-rural/noticia/2016/11/alta-do-dolar-anima-o-mercado-da-soja-no-mato-grosso.html
http://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/mercado-do-milho-mais-frouxo-em-novembro-152275

1) Este documento é fornecido exclusivamente a título informativo e não deve ser considerado uma recomendação, sugestão de estratégia de investimento e/ou análise de valores mobiliários. Rentabilidades passadas não são garantia de rentabilidades futuras. O Banco Modal S.A. ou quaisquer das empresas que compõem o Grupo Modal (conforme definição legal) não expressam qualquer forma de garantia, implícita ou explícita, através do presente material.

2) Este material não leva em consideração objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas dos Investidores, que devem procurar aconselhamento financeiro destinado às suas necessidades antes de tomar qualquer decisão de investimento com base em informações contidas neste material. O material, inclusive, não representa o oferecimento de produtos, visto que tal oferta só pode ser feita mediante identificação do perfil de risco do cliente.

3) O presente material não representa a opinião do Banco Modal S/A bem como das demais empresas do Grupo Modal e seu conteúdo é de inteira responsabilidade dos responsáveis pela sua elaboração e das respectivas fontes utilizadas.

4) Esta comunicação deve ser lida apenas pelo seu destinatário e não pode ser retransmitida sem autorização formal. Caso recebida indevidamente, por favor destrua-a. Qualquer reprodução, disseminação, alteração, distribuição e/ou publicação deste e-mail é estritamente proibida.

Ouvidoria 0800 283 0077