Açúcar e Etanol

Com o açúcar em alta a produção de etanol segue desacelerando e as vendas na primeira metade de janeiro (1 a 16 de janeiro) somaram 437,7 milhões de litros de etanol hidratado, 1/3 a menos que em igual período do ano passado. Motoristas tem dado preferência em abastecer seus veículos com o combustível fóssil por apresentar relação mais favorável do que o etanol. Mesmo com as usinas brasileiras dando prioridade a produção de açúcar a commodity mantém suas cotações firmes. A Índia está com queda na produção, a Datagro estima uma queda de 10% da produção na região e essa queda vem sustentando as cotações. Ontem o contrato mar/17 fechou a US$ 20,31 queda de 0,10% e mai/17 fechou a US$ 20,37 alta de 0,05%.

Grãos

Levantamento do Deral aponta uma safra recorde para o Paraná com produção de 18,3 milhões. As medidas protecionistas de Donald Trump têm pressionado a oleaginosa, por colocar em alerta as relações com o México e China. A China é responsável por 60% dos embarques de soja americana e uma guerra de preços com o país asiático afetaria as vendas da soja americana. Ontem a soja para mar/17 fechou a US$ 1.022,75 queda de 2,53% e mai/17 fechou a US$ 1.032,75 queda de 2,46%. No mercado interno a soja em Paranaguá fechou a R$ 73,75 a saca.

As incertezas sobre a política de Trump também pressionam o milho, visto que o México é o maior importador do cereal americano. A decisão de adir a política de preços para março que definiria o percentual de etanol de milho misturado a gasolina também foi fator para pressionar as cotações do cereal. Ontem os contratos mar/17 fecharam a US$ 357,75 queda de 1,31% e mai/17 a US$ 365,00 queda de 1,28%. No mercado interno o milho fechou a R$ 36,55 a saca de 60kg, queda de 0,3%.

Algodão

A possibilidade um menor déficit global de pluma pressionou os contatos. O Commerzbank destaca que produtores americanos estão projetando uma maior área plantada de algodão para a safra 2017/18, diminuindo a previsão de déficit mundial. Ontem o contrato mar/17 fechou a US$ 74,14 queda de 0,95% e mai/17 a US$ 74,82 queda de 0,76%. No mercado interno o preço médio pago ao produtor na Bahia ficou em R$ 91,80 a @.

Equipe:
Pedro Esberard Barbirato Rosa
pedro.rosa@modal.com.br

Katharyne Amorim Caiaffa
katharyne.caiaffa@modal.com.br

Rio de Janeiro 55 21 3223 7890 | 7934
São Paulo 55 11 2106 6880
www.modal.com.br

Fonte:
http://www.valor.com.br/agro/4851526/grupo-chines-pengxin-faz-nova-aquisicao-no-setor-rural
http://www.valor.com.br/agro/4851446/grupo-chines-pengxin-negocia-participacao-na-belagricola-do-pr
http://revistagloborural.globo.com/Noticias/Agricultura/Soja/noticia/2017/01/agrural-estima-colheita-da-soja-em-43-no-brasil.html
http://canaplan.com.br/noticias/setor-sucroenergetico/0000001108
http://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/rondonia-bate-recorde-e-tem-expectativa-de-producao-de-quase-dois-milhoes-de-sacas-de-cafe-em-2017-154490
http://www.valor.com.br/agro/4852882/commodities-agricolas
http://canaplan.com.br/noticias/setor-sucroenergetico

1) Este documento é fornecido exclusivamente a título informativo e não deve ser considerado uma recomendação, sugestão de estratégia de investimento e/ou análise de valores mobiliários. Rentabilidades passadas não são garantia de rentabilidades futuras. O Banco Modal S.A. ou quaisquer das empresas que compõem o Grupo Modal (conforme definição legal) não expressam qualquer forma de garantia, implícita ou explícita, através do presente material.

2) Este material não leva em consideração objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas dos Investidores, que devem procurar aconselhamento financeiro destinado às suas necessidades antes de tomar qualquer decisão de investimento com base em informações contidas neste material. O material, inclusive, não representa o oferecimento de produtos, visto que tal oferta só pode ser feita mediante identificação do perfil de risco do cliente.

3) O presente material não representa a opinião do Banco Modal S/A bem como das demais empresas do Grupo Modal e seu conteúdo é de inteira responsabilidade dos responsáveis pela sua elaboração e das respectivas fontes utilizadas.

4) Esta comunicação deve ser lida apenas pelo seu destinatário e não pode ser retransmitida sem autorização formal. Caso recebida indevidamente, por favor destrua-a. Qualquer reprodução, disseminação, alteração, distribuição e/ou publicação deste e-mail é estritamente proibida.

Ouvidoria 0800 283 0077