Agenda

Açúcar e Etanol

Após cinco anos de excedente de produção e preços depreciados, o açúcar vive um momento de altas cotações, com alta de 45,98% no acumulado de 2016. Com as expectativas de deficit mundial global para as próximas safras, os usineiros brasileiros mudam a chave e passam a ter uma produção, “mais açúcareira”, com o mix indo de 41,72% de produção de açúcar na safra 2015/16 para 46,31% na safra 2016/17.

Os dados de que a produção de açúcar no Centro-Sul do Brasil irão aumentar 6,8% na primeira quinzena de Outubro e os rumores de que a China irá liquidar seus estoques de açúcar, pressionaram os contratos de açúcar na sexta-feira na Bolsa de NY. De fato a China esta controlando os preços no mercado interno e o Ministério do Comércio chinês colocou a venda 200 mil toneladas de açúcar. Sexta-feira o açúcar fechou a mar/17 US$ 22,16 queda de 1,90% e mai/17 a 21,62 queda de 1,86%. No mercado interno em São Paulo o açúcar cristal ficou em R$100,92 a saca de 50kg, alta de 0,32%.

Grãos

A Terra Santa (antiga Vanguarda Agro) alcançou no fim de semana 94% de área plantada de soja no país, e pretende até hoje (31) alcançar 100% da plantação. A companhia é uma das maiores no setor de grãos e oleaginosa no país e tem perspectiva de iniciar a colheita logo depois do Natal, dia 26 de dezembro. A acelerada produção esta ocorrendo pela expectativa de fortes chuvas na segunda quinzena de fevereiro, com isso a companhia pretende encerrar a colheita dia 15 de fevereiro, fugindo do período de chuvas e não tendo atrasos na colheita. A companhia já comercializou 60% da próxima safra de soja, e informou que também já comercializou 70% do volume total da companhia de algodão, aproveitando uma valorização que ocorreu entre junho e agosto para a pluma.

Ainda com a expectativa de safra recorde americana os contratos de soja voltaram a cair sexta-feira na Bolsa de Chicago, após alcançarem o maior patamar em dois meses. A colheita atingia 76% de área colhida até o dia 23, e a expectativa é que até ontem (30) tenha chegado a 85%. A maior disponibilidade de soja no mercado americano, com o avanço da safra, também pressionou os contratos. Os contratos mar/17 fecharam a US$ 1.018,50, queda de 1,24% e mai/17 a US$ 1.024,00 queda de 1,18%. No mercado interno a soja em Paranaguá ficou em R$ 77,89 a saca de 60kg, alta de 1%.

Os contratos de milho também foram pressionados pela perspectiva de safra recorde norte americana, com produção de 382,48 milhões de toneladas do grão. Até o dia 23 a colheita atingia 60% da área, abaixo dos 62% da média histórica dos últimos cinco anos e dos 70% vistos em igual período do ano passado, porém a perspectiva é que até ontem (30) tenha se alcançado 75% de área colhida. Os contratos mar/17 fecharam a US$ 363,25, queda de 0,82% e mai/17 a US$ 370,25 queda de 0,74%. No mercado interno o grão ficou em R$ 40,32 a saca de 60kg, alta de 0,40%.

Café

Produtores de café arábica de Minas Gerais estão mais cautelosos na comercialização do café para próxima safra 2016/17. Na safra passada tivemos uma alta produtividade de café arábica, bem acima do esperado, o que causou enfraquecimento da planta para essa temporada, além da bienalidade da produção de café, que esta no ano de baixa produtividade. Na safra passada a Conab estimou uma colheita de 28,936 milhões de sacas de 60 kg em MG, 29,74% acima da safra passada.

A visita ao Japão feita pelo Governo Brasileiro dia 20 de Outubro aproxima o Brasil do país. Os japoneses solicitam maior segurança para investir no país, o investimento no Brasil caiu 28% de janeiro a setembro desse ano pelos japonses. Eles citam um dos motivos a instabilidade do Governo Dilma, sendo um dos exemplos as mudanças nos contratos de energia elétrica em 2012 realizados pela presidente. A Missão do Presidente Michel Temer foi essencial para a reaproximação do país, após 11 anos sem visitas oficiais, pois a presidente Dilma havia cancelado duas visitas ao país ao longo desses anos. Sexta-feira na Bolsa de NY os contratos de café arábica voltaram a ganhar fôlego pela bienalidade da produção de café brasileiro e a perspectiva pessimista para a safra do Vietña. Sexta-feira os contratos mar/17 fecharam a US$ 168,95 alta de 0,39% e mai/17 a US$171,05 alta de 0,38%. No mercado interno o arábica ficou wm R$540,40 a saca de 60kg, alta de 0,96%.

Algodão

O Imea divulgou que em Setembro as exportações de algodão pelo Estado foram 4% acima da média dos últimos cinco anos. O crescimento se deu pelo alto volume negociado antecipadamente quando o dólar estava ema alta, dando competitividade a fibra brasileira. As exportações geraram no mês de setembro US$115,8 milhões, aumento de US$24,3 milhões comparado a set/15. O embarque foi de 75,2 mil toneladas, o segundo maior para este mês pela série histórica do Imea. Ontem na Bolsa de NY os contratos mar/17 fecharam a US$ 71,26 alta de 1,39% e mai/17 a US$ 71,52 alta de 1,19%.

Equipe:

Pedro Esberard Barbirato Rosa
pedro.rosa@modal.com.br

Katharyne Amorim Caiaffa
katharyne.caiaffa@modal.com.br

Rio de Janeiro 55 21 3223 7890 | 7934
São Paulo 55 11 2106 6880
www.modal.com.br

Fonte:
http://www.abic.com.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=59&infoid=5897
http://www.abic.com.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=59&infoid=5896
http://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/exportacoes-de-algodao-mato-grossense-crescem-e-geram-us-1158-milhoes-em-setembro-151499
http://canaplan.com.br/noticias/setor-sucroenergetico
http://www.valor.com.br/agro/4760859/commodities-agricolas

1) Este documento é fornecido exclusivamente a título informativo e não deve ser considerado uma recomendação, sugestão de estratégia de investimento e/ou análise de valores mobiliários. Rentabilidades passadas não são garantia de rentabilidades futuras. O Banco Modal S.A. ou quaisquer das empresas que compõem o Grupo Modal (conforme definição legal) não expressam qualquer forma de garantia, implícita ou explícita, através do presente material.

2) Este material não leva em consideração objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas dos Investidores, que devem procurar aconselhamento financeiro destinado às suas necessidades antes de tomar qualquer decisão de investimento com base em informações contidas neste material. O material, inclusive, não representa o oferecimento de produtos, visto que tal oferta só pode ser feita mediante identificação do perfil de risco do cliente.

3) O presente material não representa a opinião do Banco Modal S/A bem como das demais empresas do Grupo Modal e seu conteúdo é de inteira responsabilidade dos responsáveis pela sua elaboração e das respectivas fontes utilizadas.

4) Esta comunicação deve ser lida apenas pelo seu destinatário e não pode ser retransmitida sem autorização formal. Caso recebida indevidamente, por favor destrua-a. Qualquer reprodução, disseminação, alteração, distribuição e/ou publicação deste e-mail é estritamente proibida.

Ouvidoria 0800 283 0077