AES Tiete faz investimento em fonte de energia não hidráulica

A AES Tietê obteve no 25º Leilão de Energia Nova A-4/2017 o direito de comercializar, no mercado regulado, energia a ser gerada por um complexo fotovoltaico com capacidade instalada de 94 MWp (75 MWac), a ser construída no Estado de São Paulo. O Complexo Solar Água Vermelha ou AGV Solar possui uma garantia física de 19,8 MWm de energia contratada por 20 anos, ao preço médio de R$ 145,96/MWh, com reajuste anual pelo IPCA. A capacidade de geração certificada da AGV Solar é de aproximadamente 28% e a energia gerada acima da garantia física será comercializada no mercado de curto prazo. O investimento total estimado para a construção de AGV Solar é de aproximadamente R$ 280 milhões, com início do desembolso previsto para o segundo semetre de 2018, em conjunto com a construção do Complexo Solar Boa Hora. Este investimento segue a estratégia de crescimento e diversificação da AES Tietê de, até 2020, compor 50% de seu Ebitda com fontes não hidráulicas.

BR Malls vende parte do Maceió Shopping

A BR Malls comunicou a venda de sua participação de 54,2% no Maceió Shopping, localizado na cidade de Maceió, R$ 170 milhões. O valor representa um cap rate líquido de imposto de 8,7% no critério caixa e 9,7% no critério competência. Esta foi a 13ª venda integral de participação de shopping center desde 2011, sendo a 3ª em 2017, totalizando R$ 288,2 milhões em vendas de ativo no ano. Esta transação reforça o compromisso da BR Malls com a estratégia de reciclagem de seu portfólio objetivando gerar valor aos seus acionistas. Essa operação possibilita que a BR Malls utilize os recursos provenientes da venda para investimentos que possuam maior rentabilidade.

Petrobras dá início a fase vinculante para venda de ativos de fertilizantes

Petrobras informa o início da fase vinculante do processo de alienação integral de sua participação acionária na Araucária Nitrogenados S.A., a Ansa, e de sua Unidade de Fertilizantes Nitrogenados III, a UFN-III. Em comunicado, a estatal diz que nesta etapa do projeto, os interessados habilitados na fase anterior receberão cartas-convite com instruções detalhadas sobre o processo de desinvestimento, incluindo as orientações para a realização de due diligence e para o envio das propostas vinculantes.