Aneel aprova transferência da eólica Umuaranas, da Renova, para a Engie

Durante a 40ª Reunião Pública Ordinária da Diretoria de 2017 da Agência Nacional de Energia Elétrica, restou aprovada a transferência do Complexo Eólico Umburanas para a Engie Brasil Energia S.A.. Porém, como a negociação envolvia o pedido de cancelamento de 4 outorgas deste mesmo Complexo, restou decidido (i) pela aplicação de uma penalidade de R$ 3,8 MM à Companhia e (ii) pela suspensão do direito da Companhia de contratar ou participar de licitações promovidas pela ANEEL pelo período de 1 ano. Os controladores da Renova não serão afetados pela decisão. Notícia negativa para a Renova e neutra para as demais empresas envolvidas.

Copel entrega 5,4% mais energia no 3T17

O total de energia vendida pela Copel, composto pelas vendas da Copel Distribuição, da Copel Geração e Transmissão, dos Complexos Eólicos e da Copel Comercialização em todos os mercados, atingiu 11.835 GWh no terceiro trimestre de 2017, representando um crescimento de 5,4%. A Copel D apresentou retração de 21,2% em suas vendas de energia, mas isto foi mais do que compensado pelo acréscimo de 21% obtido pela Copel Geração de Transmissão. Notícia positiva.

Embraer: Força Aérea dos Estados Unidos adiciona mais seis aeronaves à frota do Programa A-29 no Afeganistão

A Sierra Nevada Corporation, uma das dez empresas aeroespaciais mais inovadoras do mundo, e sua parceira Embraer Defesa & Segurança receberam da Força Aérea Americana um pedido de mais seis aeronaves A-29 Super Tucano para a frota do programa no Afeganistão. Com isso, o programa totaliza 26 aeronaves até o momento. A produção das aeronaves deve começar imediatamente em Jacksonville, Flórida. O A-29 Super Tucano já foi selecionado por 13 forças aéreas no mundo porque não há outra aeronave como o A-29 capaz de realizar treinamento em voo, ataque leve e o treinamento de novos pilotos de combate. Boa notícia.

PDG Realty: a construtora fará sua Assembleia Geral de Credores, no Expo Center Norte, em São Paulo, no próximo dia 22/11, em 1ª convocação, e no dia 30/11, em 2ª convocação. O objetivo é a aprovação, rejeição ou modificação do Plano de Recuperação Judicial e a deliberação sobre outras questões de interesse do Grupo PDG e/ou dos credores.

São Martinho: a Standard & Poor´s revisou o outlook do rating global para BB+ Positivo. A melhora reflete a expectativa de geração de caixa crescente nas próximas safras e desalavancagem financeira, abrindo a possibilidade para um upgrade no rating em escala global em até 24 meses. O rating corporativo em escala nacional brAAA com outlook estável permanece inalterado, sendo este o nível máximo na escala de avaliação da Agência.