Azul anuncia encomenda de cinco Airbus A330-900neo

A Azul anunciou hoje a encomenda de cinco novos Airbus A330-900neo, a mais nova geração de widebody da Airbus, serão entregues pela Avolon, empresa internacional especializada em leasing de aeronaves. Com a chegada das novas aeronaves, a Azul será a única companhia da América do Sul e uma das primeiras do mundo a operar o novo modelo, que contará com 298 assentos, 27 a mais do que os atuais A330 da companhia, na configuração high density. Ao todo, serão 34 assentos na Business, 108 na Economy Extra e 156 na Economy. O A330-900neo é o mais eficiente da categoria, pois está projetado para consumir até 14% menos combustível por assento do que o atual modelo. Os novos modelos, que integrarão a frota da Azul a partir do último trimestre de 2018, serão importantes para o fortalecimento de sua malha internacional para os EUA e Europa, além de permitir a exploração de possíveis novos destinos.

Cemig continua tentando manter suas usinas

O ministro Dias Toffoli, do STF concedeu liminar para suspender acórdão do TCU contrário ao andamento da conciliação entre a União e a Cemig acerca da prorrogação da concessão das usinas hidrelétricas de Jaguara, São Simão e Miranda. A decisão foi tomada no Mandado de Segurança 35192, impetrado pela Cemig contra o acórdão do TCU. O Tribunal de Contas fundamentou sua decisão no entendimento de que a negociação em curso entre a União e a companhia energética colocaria em risco o processo licitatório das usinas lançado pela Aneel, com data marcada para o dia 27 corrente. O TCU alegou ainda que desconhecia os termos da conciliação em andamento. As tratativas estão em curso na Câmara de Conciliação e Arbitragem da Administração Federal da Advocacia-Geral da União, para colocar fim a ações judiciais em curso, inclusive no STF, no Recurso Ordinário em Mandado de Segurança (RMS) 34203 e na Ação Cautelar (AC) 3980, também de relatoria do ministro Dias Toffoli. A companhia entende que essa decisão volta a abrir a possibilidade de negociação com o Governo Federal a respeito dessas concessões. Notícia positiva.

Eletrobrás esclarece notícias

A respeito de notícia intitulada “Eletrobras sofre mais uma derrota na Aneel”, do Valor Econômico, a empresa informou que, conforme comunicado ao mercado de 18/08/2017, a Aneel entendeu que a Eletrobrás deve devolver recursos de cerca de R$ 3 bilhões, sendo que a Eletrobras e Amazonas Energia discordam da decisão tomada. Ao contrário do entendimento da Aneel, as empresas acreditam que a Amazonas Energia possui um crédito contra a Conta de Consumo de Combustível / Conta de Desenvolvimento Energético, de cerca de R$ 2 bilhões. A questão parece estar ainda na esfera administrativa, sem nenhuma decisão definitiva. Obviamente, se a Eletrobrás perder a questão na esfera administrativa, devera judicializar a questão. Notícia neutra.

Even vende empreendimento mixed-use

A Even e seu parceiro venderam a torre corporativa do empreendimento Urbanity, localizado na Chácara Santo Antônio, em São Paulo. O Urbanity é um empreendimento de mixed-use – salas comerciais e apartamentos de 1 e 2 dormitórios a partir de 44m² – lançado no 4º trimestre de 2013 em parceria com a Yuny Incorporadora. A torre totaliza 25.394 m2 de área privativa e tem previsão de habite-se para o mês de dezembro deste ano. O valor do contrato é de R$ 204,5 milhões, sendo um sinal de R$ 75 milhões à vista e o restante em até 30 dias. A participação da Even no empreendimento é de 50%. Boa notícia.

Metalfrio desiste de aumento de capital

O Conselho de Administração decidiu tornar sem efeito a deliberação de aumento de capital da Metalfrio em razão de não ter sido verificada a condição de subscrição mínima de 1.066.668 novas ações ordinárias, no valor mínimo de R$ 40 milhões. Os recursos já integralizados por acionistas serão devolvidos, sem juros ou correção monetária, até 26 de setembro de 2017. Notícia negativa.

Multiplan compra 50% do Shopping Center DiamondMall

O Conselho Deliberativo do Clube Atlético Mineiro aprovou a proposta da Multiplan para adquirir participação de 50,1% no Shopping Center DiamondMall, em Belo Horizonte. O DiamondMall, inaugurado em 1996, foi desenvolvido e administrado desde a sua abertura pela Multiplan, em terreno arrendado do Clube Atlético Mineiro pelo período de 30 anos, que terminaria em novembro de 2026. O custo do arrendamento representa 15% da receita bruta das locações dos espaços do shopping center e 10% da receita bruta de cessão de direitos. A negociação contempla a extensão do contrato de arrendamento por mais quatro anos, até novembro de 2030, simultaneamente com a aquisição de 50,1% da propriedade. O custo do arrendamento será reduzido da participação adquirida de 50,1% ao final do quarto ano após a formalização do contrato. O valor a ser pago pela Multiplan será de R$ 250 milhões, parcelados ao longo de três anos e indexados pela variação da taxa CDI. Boa notícia.

São Carlos vende torres de escritório

A São Carlos comunicou ontem a noite que vendeu sua participação na SC São Paulo CE Aço Empreendimentos e Participações Ltda. pelo valor de R$ 296 milhões, incluído neste valor o saldo da dívida da SPE. A SPE é proprietária do empreendimento Centro Empresarial do Aço, um edifício de escritórios localizado no bairro do Jabaquara, em São Paulo. O Imóvel é composto por 2 torres de escritórios classe A. A efetivação da compra e venda está sujeita, entre outras condições usuais em negócios dessa natureza, à aprovação das autoridades concorrenciais. Notícia positiva.