Cemig venderá participação na Taesa

Em consonância com o seu Programa de Desinvestimentos divulgado em 01/06/2017, a empresa contratou a Itaú Corretora de Valores S.A. para intermediar a venda, na B3, de 34 milhões de Units de emissão da Taesa. O leilão está previsto para ocorrer amanhã e as ações a serem ofertadas não estão vinculadas ao Acordo de Acionistas da Taesa. Os recursos obtidos com a venda das ações no leilão serão depositados em uma conta vinculada para honrar os compromissos da companhia relacionados à opção de venda outorgada aos bancos acionistas da RME – Rio Minas Energia Participações S.A. e da Luce Empreendimentos e Participações S.A.. Notícia positiva.

Eletropaulo migra para o Novo Mercado

A partir de 27 de novembro de 2017, as ações preferenciais deixarão de ser negociadas em virtude de sua conversão em ações ordinárias (na proporção de 1:1), que passarão a ser negociadas no segmento especial de listagem da B3 denominado Novo Mercado. Esta etapa conclui o processo de migração da Eletropaulo ao Novo Mercado iniciado em fevereiro deste ano. Desta forma, o Acordo de Acionistas da Companhia, celebrado entre a The AES Corporation, AES Holdings Brasil Ltda. e o BNDESPAR, será extinto. Notícia positiva.

Eneva adquire Campo terrestre de Azulão, na Bacia do Amazonas

Através da subsidiária Parnaíba Gás Natural S.A., assinou junto à Petrobras a aquisição de 100% dos direitos e obrigações para exploração e produção de hidrocarbonetos da concessão do Campo de Azulão, localizado na Bacia do Amazonas. O valor total da transação é de US$ 54,5 milhões e será pago na data do fechamento da operação. O Campo de Azulão, localizado a cerca de 290 km a leste de Manaus, foi declarado comercial em maio de 2004 e possui volumes recuperáveis de gás natural com potencial para implantação de um projeto integrado, com o escoamento direto do gás natural produzido para abastecimento de uma usina termelétrica, em linha com o pioneiro modelo Reservoir-to-Wire, implementado pela Companhia com êxito na Bacia do Parnaíba. Notícia positiva.

Eternit: TRT aumenta valor de indenização a funcionários e determina substituição da matéria prima amianto

O Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro deu parcial provimento ao recurso do
Ministério Público do Trabalho. Pelo que foi verbalizado na sessão de julgamento concluída ontem, houve a majoração do valor da condenação de indenização por dano moral coletivo para R$ 50 milhões e foi determinada a substituição da matéria prima amianto na unidade do Rio de Janeiro no prazo de 120 dias a contar da data do julgamento. Em comunicado, a Eternit esclareceu que não haverá nenhum impacto na produção de telhas da fábrica do Rio de Janeiro, pois já opera exclusivamente com fibras sintéticas.

Multiplan inaugurou expansão do Pátio Savassi

A Multiplan inaugurou a segunda fase da Expansão II do Pátio Savassi, em Belo Horizonte, com 2,3 mil m² de ABL total, complementando o mix de operações do shopping center com grandes áreas de conveniência, alimentação e varejo. A expansão engloba duas importantes lojas âncoras: Renner e Verdemar. A nova área traz também 100 novas vagas cobertas de estacionamento.