Curtas Empresas

Alupar vence licitação na Colômbia

A empresa sagrou-se vencedora do Processo de licitação UPME 07-2016 – Línea de Transmisión Virginia-Nueva Esperanza 500 kV, através de sua controlada Alupar Colômbia. A instalação de transmissão é composta por uma linha de 500 kV ligando a Subestação Nueva Esperanza (próximo à Bogotá) à Subestação La Virginia (próximo à Pereira), com aproximadamente 200 km de extensão. A receita anual, é de US$ 22,5 milhões (em valores de dezembro de 2015) pelo prazo de 25 anos após a entrada em operação do projeto. A partir do 26º ano de operação, a receita anual será calculada conforme a regulação vigente e de forma vitalícia. O prazo de implementação é até 30 de novembro de 2021. A notícia, a princípio, é positiva, embora faltem alguns dados para melhor avaliação do fato.

CPFL requer autorização da Aneel para operação com State Grid

Foi apresentado à Aneel o requerimento para que a agência reguladora autorize a transferência das ações de emissão da CPFL Energia, detidas pelos acionistas integrantes de seu bloco de controle, à State Grid Brazil Power Participações Ltda., subsidiária brasileira da State Grid International Development Limited. Esta autorização é a última condição precedente para a consumação da transferência das ações. Notícia neutra.

Dasa

Comunicou a aquisição da totalidade do capital do Laboratório Oswaldo Cruz Ltda., da Biomed Diagnósticos Laboratoriais Ltda., e da Sawaya & Giana Serviços Auxiliares de Organização de Escritórios Ltda.. Notícia positiva.

Eztec anuncia lançamento

Eztec anunciou o lançamento do empreendimento residencial Up Home Vila Mascote, na Zona Sul de São Paulo, que compreende 1 torre com 129 unidades de médio-alto padrão, com áreas de 67 m² cada uma e um VGV total de R$ 61,3 milhões. Este é o terceiro projeto da Eztec em 2016 e, com ele, o VGV lançado (parte Eztec) este ano soma R$ 205 milhões. Embora este valor supere em apenas 3,8% o VGV lançado em 2015 e represente uma queda de 78% em relação ao VGV lançado em 2014, a notícia é positiva.

Gafisa e Tenda

O Conselho da Gafisa aprovou ontem a venda de 40 milhões de ações de sua propriedade e de emissão da Tenda. Hoje foi publicado o Prospecto Preliminar da Oferta Pública de Distribuição Secundária de Ações. Após a Oferta, a Tenda voltará à listagem da BM&FBovespa. Estima-se que o preço por ação estará situado entre R$ 12,50 e R$ 16,50.

Kepler Weber

A líder em armazenagem de grãos na América Latina anunciou o investimento em um novo Centro de Distribuição em Rio Verde, no interior de Goiás. Com 1.800 m2, o Centro vai atender o segmento de Reposição e Serviços da Kepler Weber e objetiva atender principalmente clientes próximos à nova fronteira agrícola, conhecida como “Mapitoba”. A unidade é o terceiro Centro de Distribuição da Kepler Weber, que possui outras duas unidades em Panambi, no Rio Grande do Sul, e Campo Grande, em
Mato Grosso do Sul. Notícia neutra.

Pão de Açúcar oficializa a proximidade de realização da venda da Via Varejo

Em prosseguimento à avaliação de alternativas estratégicas envolvendo o investimento do Pão de Açúcar na Via Varejo, o Conselho de Administração da CDB autorizou a diretoria a iniciar o processo de alienação de sua participação de 43,3% no capital total da dona das marcas Ponto Frio e Casas Bahia. Sobre o assunto, o Valor Econômico confirma o que muitos já comentam: o interesse da Lojas Americanas. Além dela, o Valor cita o interesse da varejista chilena Falabella e da também varejista alemã Steinhoff International. A intenção do Pão de Açúcar é focar no setor alimentar. Notícia positiva.

Petrobras fecha acordos para encerrar ações contra ela na corte americana

A petroleira fechou o dia de ontem informando a celebração de acordos para encerrar onze ações individuais propostas contra a Companhia perante a Corte Federal de Nova York. Essas onze ações foram consolidadas, para fins de julgamento, com outras doze ações individuais (além das quatro já extintas por acordo) e a class action movidas contra a Companhia perante a Corte Federal de Nova York. No balanço do terceiro trimestre, a Petrobras reconheceu uma provisão de US$ 364 milhões, que inclui os acordos informados ontem. Com o anúncio, a Petrobras alcança acordo em mais da metade das ações individuais consolidadas com a class action. Notícia positiva.

Usiminas confirma novo reajuste de preço e comenta Cubatão

Em reunião ontem com analistas na regional São Paulo da Apimec, o presidente da Usiminas confirmou o quinto reajuste de preços deste ano, devido à valorização dos preços do minério de ferro e do carvão, principais insumos da produção siderúrgica. Sobre a usina de Cubatão, cuja produção de aço está paralisada e, atualmente, apenas faz laminação de placas adquiridas de terceiros, Rowel de Souza apontou a possibilidade de paralisação total caso essa atividade gere prejuízo por causa da valorização do minério de ferro e do carvão. As notícias são positivas.

Governo deve reduzir garantia física de hidrelétricas

Está em andamento um estudo encomendado pelo Governo, no sentido de reduzir a garantia física do segmento de geração como um todo no Brasil. No total, a estimativa é de que haja um corte da ordem de 3% (1,4 mil MW médios). Notícia negativa para o setor, uma vez que as empresas são remuneradas de acordo com suas respectivas garantias físicas e não pela entrega efetiva de energia.