BB Seguridade

Comunicou que a Brasilprev, empresa coligada que concentra os negócios de previdência privada do Grupo BB Seguridade, atingiu a marca de R$ 200 bilhões em ativos sob gestão.

CCR

A concessionária Autoban, controlada da CCR, que administra o Sistema Anhanguera-Bandeirantes, vai emitir R$ 800 milhões em debêntures simples, cujos recursos serão utilizados no resgate antecipado obrigatório da totalidade da 4ª Emissão de Notas Promissórias Comerciais. Os recursos obtidos com a emissão destas Notas Comerciais foram utilizados para reembolsos de gastos, despesas e/ou dívidas, relativos aos Projetos de Investimento que foram considerados prioritários pelo Ministério dos Transportes. Dessa forma, as Debêntures são incentivadas e contarão com o benefício tributário nos termos do artigo 2º da Lei 12.431 e, consequentemente, também gozarão do tratamento tributário previsto no artigo 1º da referida Lei. Vale conferir esta emissão como possibilidade de investimento.

MRV

O serviço de Formador de Mercado da MRV passa a ser prestado pelo Itaú Unibanco S/A, com quem a companhia assinou contrato com prazo indeterminado.

OI

Anatel concede anuência prévia para o ingresso do Société Mondiale Fundo de Investimento no controle da Oi.
O ingresso da Societé no bloco de controle da Oi se dará através da sua gestora Bridge Administradora de Recursos Ltda e via indicação de membros para o Conselho de Administração da Oi e sociedades controladas. Sob este aspecto, a Anatel concedeu anuência prévia à efetivação da posse de Demian Fiocca, Hélio Calixto da Costa, Blener Braga Cardoso Mayhew, Luís Manuel da Costa de Sousa de Macedo, Nelson Sequeiros Rodriguez Tanure e José Manuel Melo da Silva. Por outro lado, a Agência negou anuência prévia à efetivação de Pedro Grossi Junior e Nelson de Queiroz Sequeiros Tanure.

Prumo Logística

Laudo de Avaliação elaborado pela Brasil Plural indicou a faixa entre R$ 9,98 a R$ 11,03 por ação como valor econômico e justo das ações da Prumo para efeito da OPA a ser realizada para aquisição das ações em circulação no mercado para fins de cancelamento de registro na categoria A e saída do Novo Mercado da BM&FBovespa. A faixa de preço supera o preço máximo, de R$ 6,69/ação, antes ofertado pelos acionistas controladores e, por esta razão os controladores se manifestarão a respeito da revisão dos termos da OPA ou de seu cancelamento até o dia 13 de janeiro de 2016.

Unipar fará oferta pública pelas ações em circulação da Solvay Undupa

Após adquirir 70,59% da Solvay Indupa, sociedade com sede na Argentina, a Unipar se comprometeu a lançar uma oferta pública para a aquisição da totalidade das ações em circulação desta empresa negociadas na Bolsa de Comercio de Buenos Aires. O CNV argentino (semelhante à CVM brasileira) aprovou o valor de 3,47 pesos argentinos para a efetivação da OPA obrigatória da Unipar Indupa S.A.I.C. (atual denominação da Solvay Indupa S.A.I.C.). A OPA permanecerá aberta para aceitação durante um período de 25 dias após o seu lançamento. Notícia neutra.

Usiminas e Ultrafértil vão recuperar a profundidade mínima do Canal Piaçaguera

A Usiminas celebrou com a Salus Infraestrutura Portuária S.A., com a interveniência e anuência da Ultrafertil, na qualidade de gerenciadora, um contrato de contraprestação no âmbito da dragagem para a recuperação da profundidade mínima do Canal Piaçaguera. Este canal dá acesso aos terminais portuários de uso privado da Usiminas e da Ultrafertil, localizados nas proximidades do Porto de Santos, SP, com vistas a melhorar as condições de navegabilidade do referido canal. A Usiminas entende que a celebração deste contrato é um passo importante para aprimorar a sua infraestrutura portuária e permitir a continuidade do trânsito de embarcações no canal. Notícia positiva.