Curtas Empresas

Cemig não pretende sair da Light
De acordo com declarações do diretor de Finanças e Relações com Investidores da Cemig, Fabiano Maia Pereira, quem pretende sair do controle da Light é o fundo FIP Parati, cujos acionistas além da própria Cemig, são os bancos BTG Pactual, Banco do Brasil, Santander e BV Financeira. A Cemig tem um participação direta na Light de 25% e indireta, através da Parati, de 1,06%. Assim, a Cemig perderia apenas uma pequena parte de sua participação na empresa, mas continuaria no bloco de controle com participação relevante. Consideramos a notícia neutra. Apesar da Cemig precisar vender ativos para diminuir sua alavancagem financeira, há outros meios para isso.

Log-in: acionistas aprovaram a 1ª emissão de debêntures simples no valor de R$ 45 milhões com vencimento em 30/03/2018. Os recursos serão usados para pagamento de despesas gerais e dívidas de curto e longo prazo. Em 30/06/16, a Log-In tinha R$ 1,7 bilhão em dívida financeira e apenas R$ 29 milhões de recursos em caixa e aplicações financeiras.

Somos Educa: convoca Assembleia para criar o Comitê de Auditoria Estatutário. Os acionistas se reunirão no dia 2 de setembro.

Vale: decisão do TRF frustra expectativas
Na noite de ontem o TRF negou provimento ao agravo de instrumento interposto pela Vale contra a decisão liminar sobre a ação civil pública (trâmite em Belo Horizonte), ajuizada pela União Federal, pelos Estados de Minas Gerais e do Espírito Santo, além de outros institutos, contra a Samarco e suas acionistas, BHP Billiton e a própria Vale. Dessa forma, permanece mantida a indisponibilidade das concessões minerárias das rés
para a lavra de minério em Mariana. Não há limitação das atividades de produção e
comercialização mas isso por si só não basta. A decisão frustra expectativas de retomada da Samarco e o valor da causa permanece inalterado em R$ 20 bilhões.

Preços do minério de ferro x BHP Billiton
O minério de ferro para entrega imediata no porto chinês de Tianjin subiu 3%, para US$ 61,80/tonelada, e os contratos futuros na China também subiram na terça-feira, amparados por uma alta de mais de 5% nos preços do aço. Uma demanda extra do setor de infraestrutura chinês e a promessa do órgão de planejamento daquele país de acelerar a redução de sua capacidade de produção deram o tom da alta do aço.

Se opondo a realidade dos preços do minério de ferro está a BHP Billiton. Em teleconferência com jornalistas, Andrew Mackenzie, presidente da BHP afirmou: ”Nós continuamos a acreditar que os preços do minério de ferro têm mais risco de ir para baixo do que para cima”. Os jornalistas escreveram que a BHP vê o recente salto nos preços do minério de ferro como temporário, guiado por estímulos na China e por um desenvolvimento mais lento na produção dessa commodity pelas grandes mineradoras.

Preços do Petróleo nos Estados Unidos
O preço do barril de petróleo em Nova Iorque, o West Texas Intermediate (WTI), encerrou ontem a quinta sessão consecutiva de valorização. Um comportamento não observado desde abril de 2015. Além da queda do estoque de petróleo e gasolina nos EUA, acima das expectativas, a depreciação do dólar também favoreceu o preço do petróleo. Os ganhos levam o valor do barril para máximos desde o início de julho deste ano.