Contax abre prazo para subscrição de sobras

Encerrou ontem o prazo para exercício do direito de preferência do aumento de capital privado, mediante a capitalização de créditos oriundos dos dividendos declarados na AGO realizada em 30 de abril de 2015. O pagamento deste dividendo encontra-se suspenso por deliberação das assembleias de dezembro de 2015 e de dezembro de 2016. De 27 de janeiro a 2 de fevereiro os acionistas poderão subscrever as sobras de ações não subscritas. Notícia neutra.

Fechada a operação de compra da CPFL pela State Grid

Foi realizado o fechamento do Contrato de Aquisição de Ações, celebrado entre a State Grid Brazil, a Camargo Correa S.A., a Previ, a Fundação Cesp, a Fundação Sistel, a Petros, a Fundação Sabesp e certas outras partes. Como resultado, a State Grid Brazil adquiriu das vendedoras, diretamente ou indiretamente (através da aquisição de ações representativas de 100% do capital social da ESC Energia S.A.) ações ordinárias representativas de aproximadamente 54,64% do capital votante da CPFL. O preço total pago à vista e em moeda corrente nacional de R$ 25,51 por ação de emissão da CPFL Energia, totalizando aproximadamente R$ 14,19 bilhões. Conforme anteriormente divulgado, a State Grid Brazil deverá realizar uma oferta pública para a aquisição da totalidade das ações ordinárias de titularidade dos acionistas remanescentes da CPFL Energia. O preço dessa OPA de R$ 25,51 por ação de emissão da CPFL Energia acrescido de juros à taxa Selic desde a data do Fechamento até a data da liquidação financeira da OPA por Alienação de Controle da CPFL Energia, a ser pago à vista e em moeda corrente nacional. Notícia neutra, uma vez que já esperada.

Multiplus e Itaú lançam cartão

Foi lançado o cartão Multiplus Itaucard, primeiro cartão de crédito co-branded da parceria anunciada em julho/2016, disponível nas versões Internacional, Gold, Platinum, Black e Infinite, com planos de acúmulo de pontos por dólar gasto. Entre os benefícios estão o desconto de 30% para a compra de pontos Multiplus, o parcelamento em até 10x sem juros na compra de passagens aéreas da LATAM.

OuroFino

O Conselho de Administração aprovou Programa de Recompra de Ações de até 1,5 milhão de ações ordinárias. As ações serão mantidas em tesouraria e, eventualmente, canceladas ou alienadas, ou utilizadas para atender ao Plano de Outorga de Opção de Compra de Ações, aprovado na assembleia de acionistas realizada em 30 de dezembro de 2014. As aquisições poderão ser feitas de 24 de janeiro de 2017 a 23 de janeiro de 2018.

Petrobras

Na quarta-feira passada o TCU proferiu decisão concedendo o efeito suspensivo de recurso apresentado pela Petrobras no Tribunal Regional Federal da 5ª Região para a cessão de direitos de concessões em águas rasas, localizadas nos Estados do Ceará e de Sergipe. Com esta decisão, a Petrobras pode prosseguir com o projeto. Notícia positiva.

Acionistas da Prumo solicitam nova avaliação da companhia para efeito da OPA

Acionistas representando mais de 10% das ações em circulação da Prumo solicitaram que seu Conselho de Administração convoque Assembleia Geral Especial para deliberar sobre a realização de nova avaliação para determinação do valor das ações da Companhia, para fins da OPA para cancelamento do registro de companhia aberta na categoria A. Os acionistas subscritores sugeriram o nome da Ernst & Young como empresa responsável pela elaboração do novo laudo de avaliação. O laudo de avaliação elaborado pela Brasil Plural indicou a faixa de preço entre R$ 9,98 e R$ 11,03 por ação como valor econômico e justo das ações da Prumo para efeito da OPA. A proposta inicial do controlador da Prumo, a EIG, foi de R$ 6,69/ação. A Prumo não revelou quem foram os acionistas subscritores do pedido de nova avaliação.

Rodobens realiza mais 178% de lançamentos em 2016

Ao longo de 2016 foram lançados quatro empreendimentos, sendo 1 projeto de incorporação e 3 loteamentos, que totalizaram um VGV de R$ 273 milhões. Destacou-se o segmento de urbanismo, que representou 70% do volume lançado e vem se mostrando mais resiliente que o segmento de incorporação dado o cenário macro econômico atual. O volume distratado equivaleu a um VGV total de R$ 368 milhões, sendo 85% das unidades distratadas revendidas até dezembro/16. Mesmo assim, no acumulado de 2016, o volume vendido bruto foi de R$ 635 milhões, uma queda de 5,4% em relação ao ano de 2015.

Rumo Logística resgata debêntures

A Rumo fará hoje uma aquisição facultativa das debêntures de sua 1ª Emissão emitidas em 16/04/2015, pelo valor unitário de R$ 383,38291000. Notícia positiva.