Engie Brasil comunica transação entre partes relacionadas

A Engie Brasil comunicou que realizou operação de compra de energia da Energias Sustentáveis do Brasil no valor de cerca de R$ 383 milhões. A Engie Brasil e a ESBR estão sob controle comum da ENGIE Brasil Participações Ltda. Notícia neutra.

Moodys reafirma rating da Eletrobras

A agência de classificação de risco Moody’s Investors Service reafirmou o rating da companhia em “Ba3″ e alterou a perspectiva de negativa para estável. A mudança de perspectiva do rating, de acordo com a Moody’s, reflete a avaliação de rating da República Federativa do Brasil, recentemente alterada de negativa para estável. Notícia neutra.

Locamerica conclui compra de locadora de veículos

A Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica deu sua aprovação final, sem restrições, sobre a compra e venda de veículos e cessão onerosa de direitos consignada em contrato celebrado entre a Locamerica e a Panda de Itu Veículos Ltda.. A Locamerica adquiriu 2.022 veículos de titularidade da Panda e os direitos sobre os contratos de locação atualmente vigentes sobre tais veículos pelo valor de R$ 47,7 milhões. O negócio importa um aumento de 7,7% na frota da Locamerica. Notícia positiva.

Randon e Fras-le: receita em fevereiro de 2017

A Randon, controladora de oito empresas que atuam nos segmentos de veículos e implementos, autopeças e serviços financeiros e sua controlada Fras-le continuam reportando queda de receita líquida. Em fevereiro, a receita consolidada da Randon foi de R$ 176,3 milhões, 23,3% menor que a registrada em fevereiro de 2016 e no acumulado de janeiro/fevereiro totalizou R$ 334,4 milhões ou 27,6% menor que janeiro/fevereiro de 2016. Já a Fras-le reportou menor queda de receita líquida, que atingiu R$ 58,5 milhões em fevereiro ou 11,3% a menos da obtida há um ano, acumulando redução de 15,9% nos dois primeiros meses do ano. Notícia negativa.

Raiadrogasil emite R$ 300 milhões em debêntures

Na sexta-feira, os conselheiros da Raiadrogasil aprovaram a 1ª emissão de Debêntures não conversíveis em ações, em série única para distribuição pública com esforços restritos de colocação. Serão emitidas em 19/04/2017 um total de 30.000 debêntures, com valor nominal unitário de R$10 mil, totalizando R$ 300 milhões, que terão prazo de vigência de 5 anos contados da data de emissão e renderão juros remuneratórios a serem definidos no procedimento de coleta de intenções de investimento dos potenciais investidores, a ser organizado pelo Banco Itaú BBA S.A.. Os recursos serão utilizados para reforço de capital de giro da Emissora. Notícia positiva.