Curtas Empresas

Fras-le: a receita líquida consolidada no mês de julho de 2016, atingiu R$ 65,7 milhões ou 12,1% menor que a de julho de 2015 e 11,3% abaixo da receita obtida em junho. O crescimento da receita líquida acumulada no ano desacelerou e até julho cresceu apenas 1,7% em relação a janeiro-julho de 2015, ao totalizar R$ 487,1 milhões.

Randon: a receita líquida consolidada no mês de julho de 2016 atingiu R$ 209,1 milhões ou 26,1% menor que a registrada em julho de 2015, mas manteve-se estável em relação aos R$ 209,6 milhões faturados em junho. No acumulado de janeiro a julho 2016, a receita líquida consolidada totalizou R$ 1,640 bilhão ou 4,3% menor que no acumulado no mesmo período do ano anterior.

Santos Brasil: a partir de hoje as ações preferenciais de emissão da Santos Brasil deixam de ser negociadas em razão de sua conversão em ações ordinárias. Pela mesma razão, as Units, que até então eram os títulos de maior liquidez deixam de existir. As ações ordinárias passam a ser negociadas no Novo Mercado.

Tecnisa: o aumento de capital anunciado em 23 de junho, será realizado mediante subscrição particular de novas ações ON, no valor de até R$ 200 milhões. A eficácia do aumento de capital estava suspensa, condicionada à aprovação, pelo Cade, da realização do investimento da Cyrela na Tecnisa. No dia 3 de agosto, o Superintendente Geral do Cade aprovou, sem restrições, a operação. Será admitida a homologação do aumento de capital parcialmente subscrito, desde que sejam subscritas, no mínimo, 62.348.778 novas ações ON , correspondendo a um aumento mínimo de R$ 124,6 milhões. O atingimento da subscrição mínima está garantido pelo Acordo de Subscrição feito com JAR Participações, Meyer Joseph Nigri (atuais acionistas) e a Cyrela. O direito de preferência para subscrição das novas ações deverá ser exercido entre o dia 25 de agosto e o dia 24 de setembro. A partir de 25 de agosto de 2016, as ações de emissão da Companhia serão negociadas “ex-direitos” de subscrição.

Unipar: em solução inédita na história societária brasileira, a Estáter, boutique de negócios de Percio de Souza, passa a ter o usufruto dos direitos políticos de 51% do capital votante da Unipar até junho de 2022.

Leilão da Celg D deve sair ainda este ano
O secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Paulo Pedrosa, disse em São Paulo que o objetivo do governo é que a privatização da Celg D aconteça ainda este ano, possivelmente entre outubro e novembro. Para viabilizar o leilão diversas possibilidades estão em aberto, até mesmo um aporte de recursos do Governo, para reduzir o endividamento da empresa, considerado elevado e que é um dos obstáculos para sua privatização. Notícia neutra.

Bandeira amarela já é uma possibilidade
Autoridades do Governo já admitem a possibilidade de terem que acionar novamente a bandeira amarela, diante do cenário de forte seca que assola o País. Desde abril, a bandeira está verde, o que significa nenhum custo adicional ao consumidor e se, de fato, a bandeira amarela precisar ser acionada, a previsão é de um impacto da ordem de 2% nos preços da energia. Notícia negativa para o setor e para o País.

Consumo de aço: o Instituto Aço Brasil informou na sexta-feira, 19, que o consumo aparente de produtos siderúrgicos no Brasil em junho atingiu 1,5 milhão de toneladas, o que representa queda de 11,6% em relação ao volume de julho de 2015 e de 5,2% em relação a junho deste ano.