Curtas Empresas

Eletrobras: subsidiária da Nicaragua vende concessão do projeto hidrelétrico de Tumarin
A Centrales Hidrelectricas de Centroamerica (CHC), na qual a Eletrobras detém 50% do capital social, vendeu a totalidade das ações de sua subsidiária integral Centrales Hidrelectricas de Nicaragua (CHN), detentora da concessão do projeto hidrelétrico de Tumarin, localizado na Nicarágua com potência instalada de 253 MW (“Projeto”), pelo valor total de U$ 44,2 milhões. Com esta venda a Eletrobras encerrará sua participação na CHC. O investimento da Eletrobras na CHC, em março de 2016 era de R$ 87,8 milhões, existindo, porém, provisão para perdas do referido investimento na totalidade do valor investido.

Itaú consolida o Itaú CorpBanca
A companhia resultante da união entre o Banco Itaú Chile e o CorpBanca, o Itaú CorpBanca, passou a ser consolidada nas demonstrações contábeis do Itaú Unibanco Holding a partir do segundo trimestre de 2016, uma vez que o banco brasileiro é seu acionista controlador, com participação de 33,58% no capital social do novo banco.
Para efeito de comparabilidade e análise, foram disponibilizados dados históricos pro forma, isto é, resultados combinados do Itaú Unibanco e do CorpBanca para os períodos anteriores ao segundo trimestre de 2016.

Magnesita: absorção de prejuízo
Reunidos em Assembleia no próximo dia 8 de agosto, os acionistas vão aprovar a redução do capital social da Magnesita, no valor de R$ 60 milhões, sem cancelamento de ações, para a absorção de prejuízos acumulados.

Oi: acionistas aprovam pedido de recuperação judicial em caráter de urgência e juízo nomeia os administradores judiciais
Conforme aprovado pelo Conselho de Administração da Oi e órgãos societários das demais Empresas Oi, os acionistas da Oi ratificaram na sexta-feira o pedido de recuperação judicial da Companhia, promovido em conjunto com suas subsidiárias integrais, diretas e indiretas, Oi Móvel S.A., Telemar Norte Leste S.A., Copart 4 Participações S.A., Copart 5 Participações S.A., Portugal Telecom International Finance BV e Oi Brasil Holdings Coöperatief U.A.. Em seguida o Juízo da 7ª Vara Empresarial da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro, onde tramita a ação de recuperação judicial da Oi, nomeou a PricewaterhouseCoopers e o Escritório de Advocacia Arnoldo Wald para exercerem a função de administrador judicial de todas as empresas em recuperação judicial.

Rumo Logística: comunica resgate de debêntures
Em função do procedimento de aquisição facultativa, a Rumo pagará hoje, o valor unitário de R$ 394,793270 por cada uma das debêntures da 1ª Emissão de Debêntures Simples, Não Conversíveis em Ações, emitidas em 16/04/2015.