Os mercados externos firmaram alta mais consistente na última hora, com os índices acionários europeus subindo ao redor de 0,5%, enquanto os futuros do Dow Jones e S&P 500 têm alta de 0,2%. Já os futuros de petróleo operam em queda, pressionados pela notícia de que a Líbia deseja recomeçar a produção em importantes campos de petróleo. Já o Ibovespa futuro mostra disposição maior dos investidores, operando em alta de 1,57%, às 9h43. Com agenda fraca de indicadores econômicos e sem maiores novidades no campo político, os investidores continuam avaliando o pacote de medidas microeconômicas divulgadas no final da tarde de ontem. Adicionalmente, vale destacar que a BM&F Bovespa informou a segunda prévia da carteira teórica do Ibovespa que vigorará de janeiro a abril, na qual foi incluída a ação ON da Eletrobras.

Foco Gráfico

O Ibovespa-futuro testa a reta de resistência de baixa (59.750 pontos) e se conseguir vencê-la indicará possibilidade de extensão do repique até o topo formado em 60.460 pontos (comentário feito às 09:10 h e baseado no gráfico intraday de 30’).

Assista ao vídeo da Análise Gráfica

Economia em Foco

Pacote microeconômico

Já falamos sobre este tema no ID mas cabem mais alguns comentários. Nossa percepção é de que este pacote foi importante, com medidas mais estruturais, de longo prazo, mais focadas na microeconomia, mas faltaram medidas mais imediatas que realmente estimulem a economia no curto prazo. Algumas ajudam a resolver, em parte, o problema do endividamento das empresas e das famílias, mas a não inclusão do FGTS para o pagamento das dívidas das famílias foi um ponto negativo. Ainda sobre o FGTS, de novidade, tivemos a redução gradual, 1% ao ano, dos 10% de multa que as empresas são obrigadas a pagar ao governo pela demissão sem justa causa e a distribuição de resultados do FGTS para os trabalhadores. No todo, duas medidas devem ter efeito mais imediato: o plano de reestruturação tributária das empresas, com a ampliação de prazo para o pagamento de “débitos fiscais”, e as medidas de renegociação de dívida com o BNDES.

IPC-S

Registrou na 2ª quadrissemana de dezembro alta de 0,17%, pouco acima da semana anterior (0,15%), com aceleração em seis dos oito grupos pesquisados. Destaque ficou com o grupo Alimentação (de 0,09% para 0,17%), seguido por Vestuário (de -0,13% para 0,28%), motivados pelos itens frutas (de 2,48% para 3,97%) e roupas (de -0,02% para 0,37%). Apenas registrou desaceleração o grupo Habitação (de -0,24% para -0,48%) e o grupo Transportes repetiu a variação da semana anterior (0,30%).

Agenda

Corporativa

Econômica

Disclaimer:
Este Relatório de Análise foi preparado pela Lopes Filho & Associados, Consultores de Investimentos Ltda. para uso exclusivo do destinatário, não podendo ser reproduzido ou distribuído por este para qualquer pessoa sem expressa autorização da Lopes Filho. Este Relatório de Análise é distribuído somente com o objetivo de prover informações e não representa, em nenhuma hipótese, uma oferta de compra e venda ou solicitação de compra e venda de qualquer valor mobiliário ou instrumento financeiro. As informações contidas neste Relatório de Análise são consideradas confiáveis na data de sua publicação. Entretanto, a Lopes Filho não pode garantir a exatidão e a qualidade das mesmas. As opiniões contidas neste Relatório de Análise são baseadas em julgamentos e estimativas, estando, portanto, sujeitas a mudanças.

Sem prejuízo do disposto acima e em conformidade com as disposições da Instrução CVM nº 483/10, o(s) analista(s) de valores mobiliários responsável(eis) pela elaboração deste Relatório de Análise declara(m) que:

(I) é (são) certificado(s) e credenciado(s) pela APIMEC.
(II) as análises e recomendações refletem única e exclusivamente suas opiniões pessoais, às quais foram realizadas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Lopes Filho.
(III) sua(s) remuneração(ões) é (são) fixa(s).

Informações adicionais sobre quaisquer emissores objeto dos Relatórios de Análise podem ser obtidas diretamente, por telefone, com o(s) analista(s) responsável(eis). Os Relatórios de Análise podem ser consultados no website http://www.lopesfilho.com.br, cujo acesso é restrito aos assinantes e usuários do serviço de Assessoria em Mercado de Capitais da Lopes Filho. Informações sobre emissores que não são objeto dos Relatórios de Análise podem ser obtidas através de solicitação ao Departamento Comercial.

As informações, opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal mudança.