O Ibovespa futuro indica uma abertura negativa no mercado à vista, em sentido contrário ao visto nas bolsas europeias e futuros norte-americanos. Por aqui parece pesar a decisão do banco central da China de elevar os juros da linha de crédito permanente, tentando desalavancar o setor financeiro do país, o que poderia acarretar em menor crescimento. Assim as commodities se ressentem no exterior, com queda das ações das mineradoras.

O contraponto para os avanços das bolsas europeias é a alta das ações do setor financeiro, devido a rumores sobre um decreto para afrouxar a regulamentação sobre o segmento nos EUA.

As principais bolsas europeias operam com ganhos de até 0,7%, enquanto os futuros do Dow Jones e S&P 500 sobem na margem. Já o Ibovespa futuro, às 9h41, registrava baixa de 0,38%.

Foco Gráfico

O Ibovespa-futuro abriu em baixa e testando o suporte situado em 64.450/64.420 pontos, que se for perdido aumentará as chances de continuação da queda até o fundo formado em 64.075 pontos (comentário feito às 09:10 h e baseado no gráfico intraday de 60’).

O dólar-futuro conseguiu romper a reta de resistência de baixa e poderá repicar na direção dos objetivos (Fibonacci, representados pelas retas tracejadas) situados em R$ 3,156 e R$ 3,173 (comentário feito às 09:10 h e baseado no gráfico intraday de 60’).

Assista ao vídeo da Análise Gráfica

Balanços 2016

Tim Part 2016

O lucro líquido atingiu R$ 750,4 milhões, uma queda de 64% frente a 2015, uma vez que este foi influenciado por receitas não recorrentes. A receita líquida recuou 8,9%, influenciada pela fraqueza do mercado e pelo corte nas tarifas de interconexão. A nível de margens, os balanços não são comparáveis, devido às receitas não recorrentes ocorridas no ano anterior. O resultado financeiro líquido negativo subiu 64,1%, tendo em vista a elevação do endividamento líquido.

Economia em Foco

IPC-Fipe registra 0,32% em janeiro

A Fipe divulgou o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) que registrou alta de 0,32% na 4ª quadrissemana de janeiro, contra 0,72% no encerramento do mês anterior. Dos sete grupos pesquisados, cinco assinalaram desaceleração, que foram: Habitação (de 0,86% para 0,01%), Alimentação (de 0,27% para 0,16%), Transportes (de 0,53% para 0,50%), Despesas Pessoais (de 1,18% para 0,12%) e Vestuário (de 1,83% para -0,86%). As acelerações ocorreram nos grupos Saúde (de 0,36% para 0,70%) e Educação (de 0,03% para 6,51%). Estamos em período sazonal de aumento das mensalidades e material escolar, além da cobrança de impostos e taxas anuais, havendo possibilidade de repique do IPC em fevereiro. Nossa expectativa para o índice ao final do ano está em 5,1%, abaixo dos 6,54% de 2016.

Agenda

Corporativa

Econômica

Investimentos Ltda. para uso exclusivo do destinatário, não podendo ser reproduzido ou distribuído por este para qualquer pessoa sem expressa autorização da Lopes Filho. Este Relatório de Análise é distribuído somente com o objetivo de prover informações e não representa, em nenhuma hipótese, uma oferta de compra e venda ou solicitação de compra e venda de qualquer valor mobiliário ou instrumento financeiro. As informações contidas neste Relatório de Análise são consideradas confiáveis na data de sua publicação. Entretanto, a Lopes Filho não pode garantir a exatidão e a qualidade das mesmas. As opiniões contidas neste Relatório de Análise são baseadas em julgamentos e estimativas, estando, portanto, sujeitas a mudanças.

Sem prejuízo do disposto acima e em conformidade com as disposições da Instrução CVM nº 483/10, o(s) analista(s) de valores mobiliários responsável(eis) pela elaboração deste Relatório de Análise declara(m) que:

(I) é (são) certificado(s) e credenciado(s) pela APIMEC.
(II) as análises e recomendações refletem única e exclusivamente suas opiniões pessoais, às quais foram realizadas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Lopes Filho.
(III) sua(s) remuneração(ões) é (são) fixa(s).

Informações adicionais sobre quaisquer emissores objeto dos Relatórios de Análise podem ser obtidas diretamente, por telefone, com o(s) analista(s) responsável(eis). Os Relatórios de Análise podem ser consultados no website http://www.lopesfilho.com.br, cujo acesso é restrito aos assinantes e usuários do serviço de Assessoria em Mercado de Capitais da Lopes Filho. Informações sobre emissores que não são objeto dos Relatórios de Análise podem ser obtidas através de solicitação ao Departamento Comercial.

As informações, opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal mudança.