Em meio a uma agenda repleta de indicadores econômicos e resultados corporativos, além das altas recentes, os mercados acionários externos parecem refletir maior cautela nesta terça-feira. Os investidores também aguardam o discurso de Janet Yellen, presidente do Fed, no Senado dos EUA. Os futuros do Dow Jones recuam ligeiramente, enquanto na Europa os ganhos nas principais bolsas não excedem 0,2%. Em relação às commodities, o minério de ferro caiu 0,9% no mercado à vista na China, enquanto o petróleo tenta se recuperar das perdas de ontem, subindo quase 1% nesta manhã.

Por aqui a política ainda traz incertezas, mas ganham espaço os resultados corporativos e os dados do varejo, que mostraram recuo das vendas em dezembro passado (veja mais em Economia em Foco). O Ibovespa futuro, às 9h42, registrava alta de 0,13%.

Potencial dos Índices de Ações

Foco Gráfico

O Ibovespa-futuro abriu em ligeira queda, mas sem indicar possibilidade de uma correção mais forte enquanto se sustentar acima do suporte imediato de 66.455 pontos. Por outro lado, para sinalizar a retomada da trajetória altista, será necessário o rompimento da resistência representada pelo topo formado em 67.170 pontos (análise feita às 09:10 h e baseada no gráfico intraday de 60’).

O dólar-futuro oscila nas proximidades da base (R$ 3,119) do congestionamento lateral e se perder este suporte poderá cair até a projeção situada em R$ 3,099 (análise feita às 09:10 h e baseada no gráfico intraday de 30’).

Assista ao vídeo da Análise Gráfica

Balanços 2016

Itausa

O lucro líquido foi de R$ 8,211 bilhões em 2016, contra R$ 8,868 bilhões em 2015. O ROE, por sua vez, atingiu 17,7%, contra 21,2% em 2015. A equivalência patrimonial da holding Itaúsa somou R$ 8,678 bilhões, contra R$ 8,438 milhões em 2015. A área de serviços financeiros contribuiu com R$ 8,754 bilhões, enquanto que a área industrial praticamente não mostrou resultado (foi de apenas R$ 4 milhões). Todo o resultado da Holding Itaúsa foi proveniente do business financeiro, diante da recessão econômica que trouxe maior impacto para seus investimentos na Indústria.

Linx

A receita líquida consolidada de 2016 atingiu R$ 496 milhões, aumentos de 10,4% e 34,4% sobre as receitas dos exercícios de 2015 e 2014. A margem líquida de 2016, entretanto, caiu para 13,8%, tendo sido de 15,5% em 2015 e 17,7% em 2014. A expansão das despesas com vendas e administrativas tem sido a principal responsável pela queda da margem. O lucro de 2016 foi de R$ 68,501 milhões.

Locamérica

Apresentou lucro líquido de R$ 28,9 milhões, 55,7% acima do aferido em 2015. No 4T16, o lucro foi de R$ 7,8 milhões, superando o 4T15 em 231,4%. Ao longo do ano a forte geração de caixa permitiu distribuição recorde de proventos aos acionistas e uma redução do endividamento líquido. A receita líquida em 2016 foi de R$ 754,7 milhões, 6,6% acima dos 12M15. A receita do 4T16, de R$ 188,9 milhões, foi 5,6% superior à do 4T15.

Economia em Foco

Cena Política

Estejamos atentos nesta terça-feira a decisão do Ministro Celso de Mello, do STF sobre a nomeação de Moreira Franco para a Secretaria Geral da Presidência. Comenta-se que Moreira Franco foi nomeado para este cargo, com status de ministro, para fugir da Lava-Jato. Soma-se a isso, o STF resolveu dar um prazo de 30 dias para o governo do Rio de Janeiro encaminhar a aprovação das medidas de saneamento das finanças estaduais na Assembléia Legislativa. Neste meio tempo não haverá nenhuma antecipação de recursos acertados entre estado e União, como a suspensão na cobrança de dívidas e novos empréstimos para colocar a folha de pagamento em dia. Isso preocupa, dada a tensa situação dos servidores das áreas de saúde e segurança pública. Nesta terça-feira, o governo federal anuncia às 11h00 o cronograma para o pagamento das contas inativas do FGTS, a ser autorizado a partir do dia 10/mar.

Vendas no varejo caem 6,2% em 2016

A esperada queda nas vendas do comércio varejista em 2016 veio em linha com as nossas expectativas, com retração de 6,2%, no conceito restrito, ante -4,3% em 2015. Segundo o IBGE, o comércio recuou 2,0% em dezembro, após crescimento de 1% em novembro devido ao Black Friday. As vendas de Natal foram marcadas pela compra de lembrancinhas, devido à crise econômica e a alta do desemprego. Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) houve fechamento de mais de 108 mil lojas com vínculo empregatício em 2016, o pior resultado desde 2005. Das oito atividades pesquisadas, quatro apresentaram variação negativa de novembro para dezembro. Os principais destaques foram Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-3,0%), Outros artigos de uso pessoal e doméstico (-3,9%) e Móveis e eletrodomésticos (-2,5%). Esperamos que em 2017 haja alguma recuperação nas vendas do comércio, podendo finalizar o ano com alta de até 1%, desde que as medidas do governo de estímulo ao crédito e ao emprego sejam efetivas.

Agenda

Corporativa

Econômica

Investimentos Ltda. para uso exclusivo do destinatário, não podendo ser reproduzido ou distribuído por este para qualquer pessoa sem expressa autorização da Lopes Filho. Este Relatório de Análise é distribuído somente com o objetivo de prover informações e não representa, em nenhuma hipótese, uma oferta de compra e venda ou solicitação de compra e venda de qualquer valor mobiliário ou instrumento financeiro. As informações contidas neste Relatório de Análise são consideradas confiáveis na data de sua publicação. Entretanto, a Lopes Filho não pode garantir a exatidão e a qualidade das mesmas. As opiniões contidas neste Relatório de Análise são baseadas em julgamentos e estimativas, estando, portanto, sujeitas a mudanças.

Sem prejuízo do disposto acima e em conformidade com as disposições da Instrução CVM nº 483/10, o(s) analista(s) de valores mobiliários responsável(eis) pela elaboração deste Relatório de Análise declara(m) que:

(I) é (são) certificado(s) e credenciado(s) pela APIMEC.
(II) as análises e recomendações refletem única e exclusivamente suas opiniões pessoais, às quais foram realizadas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Lopes Filho.
(III) sua(s) remuneração(ões) é (são) fixa(s).

Informações adicionais sobre quaisquer emissores objeto dos Relatórios de Análise podem ser obtidas diretamente, por telefone, com o(s) analista(s) responsável(eis). Os Relatórios de Análise podem ser consultados no website http://www.lopesfilho.com.br, cujo acesso é restrito aos assinantes e usuários do serviço de Assessoria em Mercado de Capitais da Lopes Filho. Informações sobre emissores que não são objeto dos Relatórios de Análise podem ser obtidas através de solicitação ao Departamento Comercial.

As informações, opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal mudança.