As festas de final de ano vão chegando e o noticiário fica cada vez mais escasso, o que diminui a propensão dos investidores a assumirem novos posicionamentos. Antes do recesso parlamentar, resta a tentativa de aprovação na Câmara dos Deputados do projeto de lei da renegociação das dívidas dos estados, que ontem não foi votado e o presidente da casa tenta um acordo ainda hoje. A agenda econômica traz somente os dados do setor externo em novembro, que serão divulgados às 15h, enquanto nos EUA não teremos indicadores relevantes. O Ibovespa futuro indica uma tentativa de recuperação, após as perdas de ontem, quando o principal índice da Bovespa foi pressionado pelas fortes desvalorizações de Vale e Petrobras. Às 9h40 os contratos de Ibovespa futuro mostravam alta de 0,76%. Na Europa as bolsas firmaram-se em campo positivo, apesar da cautela devido ao atentado terrorista ocorrido ontem no final da tarde na Alemanha. Nos EUA os futuros de Dow Jones e S&P 500 operam em alta ao redor de 0,15%.

Foco Gráfico

O Ibovespa-futuro experimenta nova recuperação dentro da trajetória baixista e se conseguir ultrapassar a resistência imediata de 58.580 pontos poderá atingir 58.900/59.000 pontos. O suporte mais próximo está representado pelo fundo formado em 58.100 pontos e se for perdido indicará maiores possibilidades de continuação da atual tendência na direção dos objetivos situados em 57.700 e 57.500 pontos. (comentário feito às 09:12 h e baseado no gráfico intraday de 30’).

O dólar-futuro mostra situação neutra, oscilando entre o suporte imediato de R$ 3,373 e a resistência de R$ 3,395, precisando romper um destes limites para indicar a trajetória de hoje (comentário feito às 09:12 h e baseado no gráfico intraday de 30’).

Assista ao vídeo da Análise Gráfica

Economia em Foco

Terça-feira agitada

Já estamos no dia 20 e o Congresso deveria estar em recesso. Não está. Nesta semana o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, convocou os parlamentares para mais duas sessões. Seu interesse: votar o programa de ajuste das dívidas estaduais, incluindo aqui o seu estado de representação, Rio de Janeiro. Pois é. Hoje teremos votação na Câmara em torno deste complicado tema. Objetivo aqui é devolver a solvência a estes “entes federativos”, mediante um forte ajuste. Em paralelo, o BACEN deve anunciar mais um pacote de medidas, neste caso, visando tornar o sistema financeiro mais eficiente e menos custoso. Ainda não sabemos os detalhes, mas o presidente da instituição, Ilan Goldfajn, trabalha numa agenda de quatro pilares: (1) redução sustentável do custo do crédito no Brasil; (2) aumento da eficiência do sistema financeiro; (3) cidadania financeira, com medidas que fomentem a educação financeira e fortaleçam a proteção legal e regulatória, recentemente incluída no sistema; e (4) aprimoramento do arcabouço legal que rege as atividades e competências do BACEN. Em suma: segue o governo se direcionando para medidas mais microeconômicas, visando aumentar a produtividade da economia e tornando mais fácil o ciclo das famílias e das empresas.

Agenda

Corporativa

Econômica

Disclaimer:
Este Relatório de Análise foi preparado pela Lopes Filho & Associados, Consultores de Investimentos Ltda. para uso exclusivo do destinatário, não podendo ser reproduzido ou distribuído por este para qualquer pessoa sem expressa autorização da Lopes Filho. Este Relatório de Análise é distribuído somente com o objetivo de prover informações e não representa, em nenhuma hipótese, uma oferta de compra e venda ou solicitação de compra e venda de qualquer valor mobiliário ou instrumento financeiro. As informações contidas neste Relatório de Análise são consideradas confiáveis na data de sua publicação. Entretanto, a Lopes Filho não pode garantir a exatidão e a qualidade das mesmas. As opiniões contidas neste Relatório de Análise são baseadas em julgamentos e estimativas, estando, portanto, sujeitas a mudanças.

Sem prejuízo do disposto acima e em conformidade com as disposições da Instrução CVM nº 483/10, o(s) analista(s) de valores mobiliários responsável(eis) pela elaboração deste Relatório de Análise declara(m) que:

(I) é (são) certificado(s) e credenciado(s) pela APIMEC.
(II) as análises e recomendações refletem única e exclusivamente suas opiniões pessoais, às quais foram realizadas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Lopes Filho.
(III) sua(s) remuneração(ões) é (são) fixa(s).

Informações adicionais sobre quaisquer emissores objeto dos Relatórios de Análise podem ser obtidas diretamente, por telefone, com o(s) analista(s) responsável(eis). Os Relatórios de Análise podem ser consultados no website http://www.lopesfilho.com.br, cujo acesso é restrito aos assinantes e usuários do serviço de Assessoria em Mercado de Capitais da Lopes Filho. Informações sobre emissores que não são objeto dos Relatórios de Análise podem ser obtidas através de solicitação ao Departamento Comercial.

As informações, opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal mudança.