O Ibovespa futuro aponta uma abertura ligeiramente altista (+0,05%, às 9h38), acompanhando o desempenho das bolsas no exterior. Por aqui, os investidores ainda repercutem a lista de 34 projetos que integrarão o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). Na Europa as principais praças acionárias esboçam reação, após as quedas contabilizadas ontem. No entanto, os agentes ainda se mostram cautelosos no aguardo da reunião da semana que vem do Federal Reserve. Indicadores econômicos da região também são avaliados pelos agentes. A produção industrial da zona do euro diminuiu 1,1% em julho ante junho, considerando-se ajustes sazonais. Na comparação anual, a produção do bloco recuou 0,5% em julho. Era esperado recuo de 1% em julho, e queda anual de 0,8%.

Foco Gráfico


O Ibovespa-futuro tem sua resistência imediata em 57.755 pontos, que precisará ser vencida para permitir a extensão do repique corretivo até a reta de baixa que neste momento passa em 58.250 pontos (comentário feito às 09:10 h e baseado no gráfico intraday de 60’).

O dólar-futuro está corrigindo o forte avanço anterior, com possíveis suportes em R$ 3,31 e R$ 3,30. Para indicar possibilidade de ingresso em nova manifestação altista, terá que ultrapassar a resistência representada pelo topo formado em R$ 3,351 (comentário feito às 09:10 h e baseado no gráfico intraday de 60’).

Assista ao vídeo da Análise Gráfica

Economia em Foco

EUA – Pedidos de Hipotecas na MBA: avançaram 4,2% na semana encerrada em 10 de setembro, ante avanço de 0,9% na semana anterior.

Agenda

Econômica