A Bovespa registrou ontem um giro financeiro de R$ 1,62 bilhão, ante média diária de R$ 7,4 bilhões no ano. Nesta terça-feira o retorno do funcionamento das bolsas nos EUA e Europa, com exceção de Londres, deve trazer um pouco mais de volume de negócios, mas este ainda seguirá restrito. As bolsas europeias operam ligeiramente positivas, enquanto os futuros do S&P 500 e Dow Jones mostravam recuos marginais. O petróleo não apresenta tendência definida, com os contratos futuros do WTI em alta de 0,2% e o Brent com leve recuo de 0,1%. Por aqui os investidores aguardam os dados fiscais do governo consolidado no mês passado, após os números de ontem do governo central mostrarem o maior rombo para o mês de novembro na série histórica. A agenda norte-americana também estará no foco, com a divulgação do índice de confiança do consumidor. Às 9h35 os contratos de Ibovespa futuro mostravam alta de 0,40%.

Foco Gráfico

O Ibovespa-futuro abriu em alta e rompendo a resistência imediata de 59.815 pontos, aumentando as chances de continuação dos avanços até o topo formado em 60.440 pontos (comentário feito às 09:10 h e baseado no gráfico intraday de 30’).

O dólar-futuro tem a reta de resistência de baixa passando neste momento em R$ 3,296 e terá que vencê-la para permitir a expectativa de continuação desta tendência de alta até R$ 3,316. Por outro lado, em caso de perda do suporte imediato de R$ 3,278, poderá acontecer nova queda na direção do fundo formado em R$ 3,264 (comentário feito às 09:10 h e baseado no gráfico intraday de 30’).

Assista ao vídeo da Análise Gráfica

Economia em Foco

ICS recua 1,4 ponto em novembro

Segundo a FGV, o Índice de Confiança de Serviços (ICS) recuou 1,8 ponto (ou 2,3%) em dezembro, para 77,5 pontos, ante queda de 1,4 ponto em novembro. O índice recuou em 9 das 13 atividades pesquisadas. Na base do ICS o destaque ficou com o Índice de Expectativas (IE-S), que recuou 2,9 pontos, para 81,6 pontos, com destaque para a queda de 3,8 pontos no indicador de Tendência dos Negócios para os seis meses seguintes. O Índice da Situação Atual (ISA-S) recuou 0,7 ponto, para 70,2 pontos, com queda de 1,3 ponto do indicador de Situação Atual dos Negócios (69,7 pontos). O Nível de Utilização da Capacidade Instalada subiu 0,1 p.p. em dezembro, para 82,7%. Segundo a FGV, “as empresas do setor de serviços seguem no movimento de revisão para baixo das expectativas sobre a evolução dos negócios no curto prazo. Com avaliações sobre a situação corrente em patamar historicamente muito baixo e praticamente estáveis ao longo do segundo semestre, a curva de confiança passa a apresentar tendência de queda no último trimestre de 2016. A mensagem dos números da sondagem de serviços nesse final de ano é de que o setor deve prosseguir com fraco desempenho no início de 2017.”

Agenda

Corporativa

Econômica

Investimentos Ltda. para uso exclusivo do destinatário, não podendo ser reproduzido ou distribuído por este para qualquer pessoa sem expressa autorização da Lopes Filho. Este Relatório de Análise é distribuído somente com o objetivo de prover informações e não representa, em nenhuma hipótese, uma oferta de compra e venda ou solicitação de compra e venda de qualquer valor mobiliário ou instrumento financeiro. As informações contidas neste Relatório de Análise são consideradas confiáveis na data de sua publicação. Entretanto, a Lopes Filho não pode garantir a exatidão e a qualidade das mesmas. As opiniões contidas neste Relatório de Análise são baseadas em julgamentos e estimativas, estando, portanto, sujeitas a mudanças.

Sem prejuízo do disposto acima e em conformidade com as disposições da Instrução CVM nº 483/10, o(s) analista(s) de valores mobiliários responsável(eis) pela elaboração deste Relatório de Análise declara(m) que:

(I) é (são) certificado(s) e credenciado(s) pela APIMEC.
(II) as análises e recomendações refletem única e exclusivamente suas opiniões pessoais, às quais foram realizadas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Lopes Filho.
(III) sua(s) remuneração(ões) é (são) fixa(s).

Informações adicionais sobre quaisquer emissores objeto dos Relatórios de Análise podem ser obtidas diretamente, por telefone, com o(s) analista(s) responsável(eis). Os Relatórios de Análise podem ser consultados no website http://www.lopesfilho.com.br, cujo acesso é restrito aos assinantes e usuários do serviço de Assessoria em Mercado de Capitais da Lopes Filho. Informações sobre emissores que não são objeto dos Relatórios de Análise podem ser obtidas através de solicitação ao Departamento Comercial.

As informações, opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal mudança.