ELETROPAULO tem julgamento favorável na questão da devolução de tarifas

A empresa informou que foi concluído, em 2ª instância (Tribunal Regional Federal da 1ª Região), o julgamento do recurso interposto pela Companhia contra a decisão judicial de 1ª instância que havia indeferido o pedido de liminar apresentado no processo em que se discutem o desconto e a restituição de parcelas de remuneração e depreciação associadas a ativo possivelmente inexistente). Referida decisão foi favorável à Companhia e, com este resultado, restou mantida a liminar que suspende, até decisão de mérito, a determinação da ANEEL de devolução aos consumidores de R$ 769,6 milhões (valor atualizado em 31 de dezembro de 2017). Notícia positiva.

EMBRAER entrega 14 jatos comerciais e 11 executivos no 1T18

A Embraer entregou 14 jatos para o mercado de aviação comercial nos Estados Unidos, Europa e Ásia Pacifico e 11 jatos para o segmento de aviação executiva, sendo 8 jatos leves e 3 jatos grandes. Em comparação ao 1T17, as entregas somaram menos 4 unidades de jatos comerciais e a mesma quantidade de jatos executivos. O principal destaque do trimestre foi a certificação tripla do jato E190-E2, primeira aeronave da segunda geração de E-Jets de aviões comerciais, ocorrida em fevereiro. O avião recebeu o Certificado de Tipo da Anac, da FAA (americana) e da EASA (europeia). É a primeira vez que um programa aeronáutico com o nível de complexidade do E2 recebe um certificado de tipo das três das maiores autoridades internacionais de certificação simultaneamente.

SANTOS BRASIL terá que republicar o Balanço de 2017

A CVM determinou à Santos Brasil o imediato refazimento e republicação das demonstrações financeiras relativas ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2017. A decisão envolve o reconhecimento no ativo intangível de todos os recursos relacionados ao direito de exploração do Tecon Santos, bem como registrar, no passível exigível, o valor presente das parcelas vincendas até o fim do prazo contratual do arrendamento. Por outro lado, a CVM decidiu que, desde o momento em que foi deferida a prorrogação antecipada do arrendamento do Tecon Santos, a Companhia encontra-se autorizada a estender os prazos de amortização e depreciação dos ativos e bens vinculados à exploração do referido terminal, até o fim da vida útil esperada dos respectivos ativos e bens ou do término do novo prazo contratual, o que ocorrer primeiro.

VALE: relatório de produção do 1T18

A Vale manteve uma rígida disciplina de produção e vendas no 1T18 como parte de seu compromisso com a maximização de margem sobre volume e em linha com sua estratégia, atingiu um novo marco na direção de melhorar o teor de Fe e sua realização de preço. Isto se traduziu em um volume recorde de vendas de minério de ferro e pelotas para um primeiro trimestre, totalizando 84,3 Mt no 1T18, ou 6,4 Mt maior do que no 1T17, alcançando o melhor primeiro trimestre histórico, devido à flexibilidade e à ativa gestão da cadeia logística. O mix de vendas da Vale melhorou substancialmente ano contra ano, como resultado do ramp up do S11D e da decisão de reduzir progressivamente a produção de minério de baixa qualidade. Mais detalhes e análise sobre a Vale e o Relatório de Produção publicado hoje podem ser obtidos junto ao departamento de Análise da Lopes Filho.