Embraer anuncia encomenda de Seis A-29 Super Tucano para um cliente não revelado

A Embraer anunciou um pedido firme de 6 aeronaves de ataque leve e treinamento avançado A-29 Super Tucano para um cliente não revelado. As aeronaves poderão ser utilizadas para treinamento tático e avançado bem como em missões de ataque leve e ISR (inteligência, vigilância e reconhecimento). As entregas serão concluídas em 2018. O A-29 Super Tucano é uma aeronave turboélice durável, versátil e potente capaz de executar uma ampla gama de missões, mesmo operando em pistas não preparadas. Em mais de dez anos de operação, o Super Tucano já alcançou um excelente histórico de desempenho: mais de 320 mil horas de voo e mais de 40 mil horas de combate. Com mais de 150 configurações de armamentos certificadas, o avião está equipado com tecnologias avançadas em sistemas eletrônicos, eletro-ópticos, infravermelho e laser, assim como sistemas de rádios seguros com enlace de dados e uma inigualável capacidade de armamentos. Boa notícia.

Itauunibanco: compra de parte da XP foi declarada complexa pelo Cade

A Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica declarou que o ato de concentração que prevê a compra de parte da XP Investimentos pelo Itaú Unibanco é complexo e, dessa forma, decidiu aprofundar a análise do negócio antes de emitir o parecer final. O órgão determinou a realização de duas novas diligências: facultar às partes a apresentação das eficiências econômicas geradas pela operação e solicitar informações adicionais para análise da operação. Em Nota Técnica, o Cade declarou: “A instrução também revelou a participação relevante das requerentes em alguns mercados, bem como a atuação crescente da XP como provedora de serviços financeiros fora do sistema bancário tradicional”. “Dessa forma, com o objetivo de melhor analisar a dinâmica concorrencial do mercado e as condições de rivalidade nos mercados afetados pela operação, faz-se necessário efetuar novas diligências de forma a aprofundar a análise do caso e oportunizar às partes a possibilidade de apresentação das eficiências decorrentes da operação, que poderiam contrabalançar tal concentração”. Notícia desfavorável.

Minerva: plantas do Paraguai podem exportar para os EUA

A Minerva recebeu da Embaixada dos Estados Unidos no Paraguai a informação de que os Estados Unidos, através de seu Serviço de Inspeção Sanitária e Fitossanitária de Animais e Plantas do Departamento de Agricultura Norte-Americano, aprovaram as exportações de carne bovina provenientes do país. Esta primeira certificação refere-se ao status do país, sendo que o próximo passo será a inspeção sanitária nas plantas que solicitarem tal habilitação. Esse processo deverá ter início nos próximos meses.

Pão de Açúcar: venda líquida totaliza R$ 10,9 bilhões no 3T17

As vendas líquidas do Grupo Pão de Açucar do 3T17 cresceu +8,1% em às vendas do 3T16. O desempenho é explicado por: crescimento de 25,2% na receita líquida do Assaí e de 7,7% no conceito mesmas lojas. Apesar da forte deflação, o Assaí apresentou o melhor crescimento combinado de volume e fluxo de clientes dos últimos trimestres; crescimento de 0,6% do Multivarejo em vendas mesmas lojas, com destaque para a recuperação das vendas e volumes na bandeira Pão de Açúcar. O Extra Hiper continuou a apresentar a melhor performance dentre os formatos, com ganhos de market share; aceleração do ritmo de conversões: 4 lojas convertidas no trimestre, totalizando 9 lojas desde o 4T16, que tiveram seu faturamento elevado em cerca de 3,0x; e Multivarejo e Assaí continuam ganhando market share no trimestre. Bons números.