Embraer:

No final do pregão da sexta-feira a Agência Estado Broadcast noticiou que a Boeing estaria disposta a pagar US$ 28 por cada ADR da Embraer no âmbito do negócio em discussão pelas empresas. A notícia não agradou ao mercado e trouxe queda para as ações da brasileira de 5% no dia. Interpelada sobre o tema pela B3, a Embraer esclareceu nesta manhã que não possui elementos para manifestar-se, uma vez que ainda não há sequer definição sobre a estrutura de uma potencial combinação de negócios. Dado esse cenário, não cabe à Embraer especular acerca dos critérios de avaliação adotados pela Boeing. As especulações sobre o tema, claro, prosseguirão, com toda a mídia buscando um furo de reportagem.

Profarma:

os acionistas da Profarma poderão exercer o direito de preferência na subscrição de novas ações, na proporção de suas participações, de 11 de janeiro até 9 de fevereiro. As Ações adquiridas a partir do dia 11 de janeiro de 2018, inclusive, não farão jus ao direito de preferência pelo acionista adquirente, sendo negociadas ex-direito de subscrição. O preço de emissão por ação ordinária é de R$ 7,00 e o aumento do capital de até R$ 350 milhões tem por objetivo fortalecer a estrutura de capital da Companhia.