Energisa Sul-Sudeste reajusta tarifas

A diretoria da Aneel aprovou o primeiro reajuste tarifário da ESS, com vigência a partir de 12/07/2017. Em 25/04/2017, a Aneel aprovou o grupamento das áreas de concessão da Companhia Força e Luz do Oeste, Companhia Nacional de Energia Elétrica, Empresa de Distribuição de Energia Elétrica Vale Paranapanema S.A., Empresa Elétrica Bragantina S.A. e Energisa Sul-Sudeste Distribuidora de Energia S.A. em uma única concessão, denominada ESS. A Aneel aprovou o primeiro índice de reajuste tarifário da ESS, que passará a ter uma tarifa única, sendo que, dado que as distribuidoras anteriormente possuíam tarifas distintas, o efeito médio percebido pelos consumidores ainda será diferenciado neste reajuste, indo de -0,6% até 2,13%, mas no próximo reajuste as tarifas já estarão equalizadas. Notícia neutra.

Senior Solution migra para Novo Mercado

A B3 deferiu o pedido de migração da Senior Solution para o Novo Mercado. Com isso, a partir da próxima segunda-feira, 17 de agosto, as ações ordinárias de emissão da companhia passarão a ser negociadas no Novo Mercado da B3, mantido o ticker SNSL3. Por consequência dessa migração, as ações passarão a integrar a carteira teórica do Índice de Ações com Governança Corporativa Diferenciada (“IGC”) e do Índice de Governança Corporativa – Novo Mercado (“IGC-NM”), em adição ao Índice de Ações com Tag Along Diferenciado, cuja inclusão ocorreu em fevereiro de 2014.

Pão de Açúcar: prévia operacional do 2T17

As vendas líquidas totalizaram R$ 10,7 bilhões, +9,0% vs. 2T16, sustentada por crescimento consistente do Assaí de 29,2%, com aumento de volume neutralizando o efeito da queda da inflação. Houve aceleração da bandeira Extra, com destaque para o Hiper (7,6% vendas mesmas lojas vs. 5,4% no 1T17) e Multivarejo e Assaí continuam ganhando market share no trimestre.

Petrobras

Vitórias na CVM
O Colegiado da CVM concordou com o recurso da Petrobras a respeito de sua Contabilidade de Hedge e votou a favor da petroleira. Esta decisão reverte a determinação da área técnica da autarquia de refazimento e republicação das demonstrações financeiras relativas aos exercícios sociais de 2013, 2014, 2015 e 2016, em função de suposta utilização indevida da prática de Contabilidade de Hedge. De outra parte, o Colegiado manifestou entendimento favorável à companhia no processo que tem como objeto a apuração de eventual falha de divulgação de informação veiculada no Prospecto da Oferta Pública de ações da Petrobras de 2010 sobre a aquisição de direito de voto pelos preferencialistas, na hipótese do não pagamento de seus dividendos mínimos.

Aprovação do IPO da BR Distribuidora

O Conselho da Administração da Petrobras aprovou ontem a abertura de capital de sua subsidiária integral Petrobras Distribuidora S.A., em IPO que será conduzido por meio de oferta pública secundária de ações. A BR pretende aderir ao Novo Mercado da B3, em linha com as melhores práticas de governança corporativa. Em comunicado, a Petrobras afirma que a realização da Oferta dependerá de condições favoráveis dos mercados de capitais nacional e internacional.

Tenda: prévia operacional do 2T17

A construtora Tenda reportou incremento do banco de terrenos para R$ 5,1 bilhões em virtude da compra de R$ 1,0 bilhão distribuído em 36 fases/projetos. Sob o novo modelo de negócios ocorreu: recorde de vendas brutas com aumento de 20,9% em relação ao mesmo período de 2016; recorde de lançamentos com aumento de 7,6% nos lançamentos em relação ao mesmo período de 2016; e aumento de 36,9% nas unidades repassadas em relação ao 2T16.

Unipar ajusta demonstrações financeiras de 2016 e distribui dividendos adicionais

Os ajustes refletem a contabilização a valor justo dos ativos adquiridos e passivos assumidos a partir da aquisição da Unipar Indupa S.A.I.C.., cujos trabalhos de mensuração só foram concluídos agora. Tendo em vista o aumento no lucro líquido da Unipar referente ao exercício social findo em 31/12/2016, uma nova proposta de destinação dos resultados foi aprovada pelo Conselho de Administração. Nesse sentido, foi convocada AGE para deliberar sobre a aprovação das Demonstrações Financeiras ajustadas e a destinação dos resultados, a qual inclui a distribuição de dividendos adicionais, no valor total de R$ 2,86278514 milhões.

Usiminas reajusta preço de laminados a quente

A Usiminas confirmou notícia de hoje da Agência EstadoBroadcast e informou oficialmente a implementação de um reajuste de 10,70% no preço dos produtos Laminados a Quente para a sua rede de distribuição. O reajuste é reflexo da recuperação de preços no mercado internacional em razão do aumento da demanda de aços planos no exterior e entrará em vigor nos próximos dias. Notícia positiva.