Iniciamos esta segunda-feira, última semana de abril, mais otimistas pelo resultado da eleição presidencial na França. Passou para segundo turno, em primeiro lugar, o candidato de centro e alinhado com a União Européia, Emmanuel Macron, enfrentando agora a radical de direita e nacionalista, Marine Le Pen. Esta próxima rodada acontecerá no dia 7 de maio e um amplo leque de apoios já se mostra para o jovem Macron do movimento En Marche. Pesquisas indicam uma vantagem considerável: cerca de 60% contra 40% para Le Pen.

Refletindo isso, no Ibovespa futuro e nos mercados globais o desempenho era de boa alta. Nos EUA os futuros de NY ensaiavam acima de 1%, em sintonia com os mercados europeus. Por lá, a bolsa de Londres subia mais de 1%, Paris 4%, Frankfurt 2,8% e Madri 3,1%. Na Ásia, as bolsas fecharam, em sua maioria, em alta, também repercutindo o resultado eleitoral na França, mas afetadas pelos temores na China de aumento do combate aos negócios corporativos.

No Brasil a agenda da semana traz as contas públicas de março e a arrecadação federal, mas as maiores atenções se voltam para as reformas da Previdência e Trabalhista, além da greve geral na sexta-feira próxima. Muitos admitem que a da Previdência só seja votada no dia 15/05, e não em 08/05 como antes previsto. Já a Trabalhista deve ser votada em comissão especial nesta segunda-feira para ir ao plenário na quarta-feira. Salientemos que este é um bom teste para a votação da Previdência.

Voltando ao exterior, nos EUA crescem as expectativas pelo anúncio de uma “grande reforma tributária” nesta semana, conforme prometido pelo presidente Donald Trump. Seu anúncio deve acontecer na próxima quarta-feira e deve resultar num amplo programa de cortes de impostos para as empresas e famílias.



Leia a Perspectiva Semanal no Blog Onde Investir

Agenda Corporativa

ASSEMBLEIAS

ALLIAR. AGO/AGE às 15h00 em São Paulo, SP
FER HERINGER. AGO/AGE às 10h00 em Viana, ES
RODOBENSIMOB. AGO/AGE às 10h30 em São José do Rio Preto, SP

NEGOCIAÇÃO EX-DIREITO

DASA3. Ex-dividendo de R$ 0,004645465/ação
ELPL3. Ex-dividendo de R$ 0,12597593504/ação
ELPL4. Ex-dividendo de R$ 0,13857352854/ação
TIET3. Ex-dividendo de R$ 0,01754997248/ação
TIET4. Ex-dividendo de R$ 0,01754997248/ação
TIET11. Ex-dividendo de R$ 0,08774986240/ação
TOTS3. Ex-dividendo de R$ 0,045149702/ação
VALE3. Ex-JCP de R$ 0,905571689/ação
VALE4. Ex-JCP de R$ 0,905571689/ação

As empresas podem alterar o cronograma de publicação de balanço sem aviso prévio // Em Negociação ex-Direito o JCP é bruto de Imposto de Renda // Em Pagamento de Proventos o JCP é líquido de Imposto de Renda

Análise Gráfica

O Ibovespa-futuro rompeu para cima o congestionamento em forma de triângulo, mas é possível que não consiga ultrapassar a resistência representada pelo topo formado em 65.560 pontos sem prévio congestionamento para corrigir o exagero altista inicial (comentário feito às 09:13 h e baseado no gráfico intraday de 30’).

O dólar-futuro atingiu o suporte representado pelo fundo formado em R$ 3,122, mas a velocidade da queda inicial poderá dar chance para um congestionamento ou mesmo alguma recuperação, a fim de corrigir este exagero baixista (comentário feito às 09:13 h e baseado no gráfico intraday de 30’).

Assista ao vídeo da Análise Gráfica

Economia em Foco

IPC-S

Terceira prévia de abril do IPC-S registra 0,31%

FOCUS

IPCA continua desacelerando em 2017/2018, com meta da Selic travada em 8,50% no período

Disclaimer:
Este Relatório de Análise foi preparado pela Lopes Filho & Associados, Consultores de Investimentos Ltda. para uso exclusivo do destinatário, não podendo ser reproduzido ou distribuído por este para qualquer pessoa sem expressa autorização da Lopes Filho. Este Relatório de Análise é distribuído somente com o objetivo de prover informações e não representa, em nenhuma hipótese, uma oferta de compra e venda ou solicitação de compra e venda de qualquer valor mobiliário ou instrumento financeiro. As informações contidas neste Relatório de Análise são consideradas confiáveis na data de sua publicação. Entretanto, a Lopes Filho não pode garantir a exatidão e a qualidade das mesmas. As opiniões contidas neste Relatório de Análise são baseadas em julgamentos e estimativas, estando, portanto, sujeitas a mudanças.

Sem prejuízo do disposto acima e em conformidade com as disposições da Instrução CVM nº 483/10, o(s) analista(s) de valores mobiliários responsável(eis) pela elaboração deste Relatório de Análise declara(m) que:

(I) é (são) certificado(s) e credenciado(s) pela APIMEC.
(II) as análises e recomendações refletem única e exclusivamente suas opiniões pessoais, às quais foram realizadas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Lopes Filho.
(III) sua(s) remuneração(ões) é (são) fixa(s).

Informações adicionais sobre quaisquer emissores objeto dos Relatórios de Análise podem ser obtidas diretamente, por telefone, com o(s) analista(s) responsável(eis). Os Relatórios de Análise podem ser consultados no website http://www.lopesfilho.com.br, cujo acesso é restrito aos assinantes e usuários do serviço de Assessoria em Mercado de Capitais da Lopes Filho. Informações sobre emissores que não são objeto dos Relatórios de Análise podem ser obtidas através de solicitação ao Departamento Comercial.

As informações, opiniões, estimativas e projeções contidas neste documento referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças, não implicando necessariamente na obrigação de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão com respeito a tal mudança.