Sabesp irá fazer reestruturação societária

O Governo do Estado de São Paulo encaminhou para a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, projeto de lei que dispõe sobre a reorganização societária da Sabesp. Em termos resumidos, será criada uma empresa holding, que se tornará a nova controladora da empresa, esta, por sua vez, sendo controlada pelo Estado de São Paulo. A idéia é de atrair capitais privados para esta nova empresa e injetar novos recursos na empresa, sem, no entanto, o Estado de São Paulo perder o controle acionário. Esses recursos serão necessários para executar os pesados investimentos que serão necessários para universalização do serviço. A notícia tem dois aspectos: o positivo é a viabilização dos investimentos previstos e a negativa é a possível necessidade de aporte de recursos por parte dos acionistas.

Saraiva: pagamento de saldo remanescente de dividendo mínimo obrigatório de 2015

Em virtude do processo administrativo em curso na CVM, a administração da Saraiva e seus acionistas controladores se comprometeram a pagar o saldo remanescente do dividendo mínimo obrigatório referente ao exercício de 2015, que está retido em reserva especial para dividendo obrigatório não distribuído desde a AGO de abril deste ano quando os acionistas decidiram pela distribuição parcial do dividendo obrigatório retido de 2015. Aos acionistas detentores de ações da Saraiva serão pagos R$ 5,817 milhões após cada Assembleia Geral Ordinária dos anos de 2018, 2019 e 2020. A data ex-direito de cada parcela será definida oportunamente. Para garantir o pagamento de tais valores a administração e os controladores da Saraiva se comprometeram a evitar que eventuais prejuízos futuros da Companhia sejam absorvidos pela reserva especial de dividendo, salvo se não houver outra alternativa.

Suzano Papel: valor da dissidência

Dado a proposta de migração da Suzano para o Novo Mercado da B3 e a conversão da totalidade de suas ações preferenciais em ações ordinárias, a Suzano esclareceu que os acionistas dissidentes das deliberações farão jus ao recebimento do valor de R$ 9,16 por ação.

Taesa ratifica compra de ativos de transmissão da Cemig

Em Assembleia Geral Extraordinária realizada pela companhia foi aprovada a transferência, para a companhia, da totalidade das participações acionárias detidas pela Cemig nas seguintes concessionárias de serviço público de transmissão de energia elétrica: Companhia Transleste de Transmissão S.A., da Companhia Transudeste de Transmissão S.A. e da Companhia Transirapé de Transmissão S.A.. Notícia neutra, tratando-se apenas da confirmação de fato já conhecido.