A LCI, ou Letra de Crédito imobiliário, trata-se de uma opção popular para quem procura investimentos de renda fixa. Com data de vencimento estabelecida e taxa de rendimentos prefixada ou pós-fixada, esse é um ativo estável e previsível, perfeito para perfis mais conservadores.

Para tomar as melhores decisões, no entanto, é preciso se informar. E isso é especialmente importante quando o assunto é o seu dinheiro. Por isso, antes de optar pela compra de uma LCI, você deve entender melhor esse tipo de ativo.

Assim, será mais fácil avaliar se uma LCI é compatível com seu perfil de investidor e, principalmente, com os seus objetivos financeiros para 2020. Pensando nisso, criamos este guia completo sobre LCI.

 

Hoje, você vai aprender sobre:

 

  • O que é LCI?
  • Tipos de LCI
  • Características de uma LCI
  • Como funciona a LCI?
  • Qual a rentabilidade da LCI?
  • Vale a pena investir em LCI?
  • Como investir em uma LCI?
  • Conclusão

 

Boa leitura!

 

O que é LCI?

Aprenda o que é LCI e como esse investimento funciona.

 

A LCI é um investimento de renda fixa que tem como objetivo captar recursos para o financiamento de atividades do setor imobiliário. Assim, quando um investidor compra um título de LCI, ele está, efetivamente, emprestando dinheiro para o desenvolvimento desse setor.

Em troca desse empréstimo, o emissor da LCI oferece uma taxa de rentabilidade, normalmente anual. Essa taxa é acordada entre emissor e investidor no momento da compra da LCI.

Assim, quando a data de vencimento estabelecida para o título chegar, o investidor receberá de volta o dinheiro que emprestou acrescido da taxa de juros ou rentabilidade. Dessa forma, esse é um tipo de investimento com rentabilidade previsível (renda fixa).

Esse tipo de título é considerado mais seguro do que o investimento em renda variável, como ações, por exemplo. Isso porque o investidor tem certeza de que irá recuperar o dinheiro aplicado, além de já saber quanto ele irá render no momento da compra.

Vale lembrar que, para calcular a rentabilidade real dos seus investimentos, também é preciso levar em conta a inflação no período.

Significado de LCI

LCI é uma sigla para Letra de Crédito Imobiliário. Nesse ativo de renda fixa, é possível investir com uma taxa de juros fixa, definida no momento da compra, ou com os rendimentos atrelados a índices do mercado financeiro.

Tipos de LCI

Entenda melhor como o rendimento da LCI é determinado.

 

Ao investir em uma LCI, você terá um retorno mais previsível do que quando investe na renda variável. No entanto, nem toda LCI tem uma taxa de rendimento fixa.

A seguir, você vai aprender mais sobre as diferentes modalidades de rendimento nesse tipo de ativo:

Prefixado

A LCI prefixada é aquela que conta com uma taxa de rendimentos fixa. Por exemplo, com rentabilidade de 6% ao ano. Assim, o investidor sabe, no momento da compra, exatamente quanto receberá na data de vencimento do título.

Por exemplo: imagine que investiu R$ 1 mil em uma LCI de 6% ao ano, com prazo de 1800 dias. Isso significa que, em cinco anos, você poderá resgatar R$ 1.338, aproximadamente.

Se você quer aprender mais sobre o cálculo de juros compostos, confira este artigo.

Pós-fixado

No caso da LCI pós-fixada, os rendimentos podem variar um pouco. Isso acontece porque eles serão indexados a algum índice da economia. Um bom exemplo é a IPCA (inflação) ou CDI (Taxa Básica de Juros).

Nesse momento, é comum que apareça a dúvida: mas a LCI não é um papel de renda fixa?

Bem, a renda fixa se refere ao fato de que o investidor tem a garantia de resgatar o que investiu acrescido de uma taxa. Isso é, não ocorre perda efetiva de capital. Lembrando que, dependendo da inflação do período, o montante investido poderá perder mais valor comercial do que acumulou em rendimentos.

E é justamente para evitar esse tipo de situação que existem opções de LCI atreladas a índices, como, por exemplo, à inflação. O objetivo desses títulos é proteger o capital das variações em seu valor.

Híbrido

Uma LCI híbrida combina os tipos de rendimentos: pós e prefixados. Ela é, normalmente,  atrelada a um índice e acrescida de uma taxa fixa. Por exemplo: uma LCI poderá render o IPCA + 3% ao ano.

Essa é uma boa forma de garantir que o patrimônio estará protegido a inflação, mas irá crescer ao mesmo tempo.

Características de uma LCI

O que você pode esperar ao investir em uma LCI?

 

Agora você já entende melhor o que é uma LCI. Mas, para investir, você deve conhecer todas as características de um título. Assim, é mais fácil determinar se essa é uma opção viável para seu perfil de investidor. E, principalmente, para seus objetivos financeiros.

 

Então, veja na lista a seguir as principais características da LCI:

 

  • O rendimento é normalmente expresso em % ao ano, % do CDI, CDI + spread ou índices do mercado;
  • Toda aplicação em LCI é garantida pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC). Isso significa que, para valores até R$ 250 mil por CPF ou CNPJ, o investidor tem a garantia de que poderá resgatar o combinado. Para entender melhor, visite o site do FGC;
  • LCIs estão isentas de incidência de Imposto de Renda para pessoa física, tanto no rendimento quanto no ganho de capital;
  • Trata-se de um investimento voltado para o perfil conservador. Isso é, possui baixo nível de risco e rendimentos não tão atrativos;
  • É uma ótima opção para investidores que procuram alternativas à caderneta de poupança;
  • A LCI não pode ser utilizada como margem de garantia para operações na Bolsa de Valores;
  • O prazo mínimo de emissão desses títulos é de 90 dias.

Quem pode emitir a LCI

Uma LCI poderá ser emitida por instituições financeiras, o que, geralmente, é sinônimo de banco. Normalmente, em sua corretora, você terá acesso a LCIs de diferentes emissores. Esse é o caso do modalmais.

 

Além de escolher entre diferentes opções e encontrar aquela que mais se enquadra nos seus objetivos, você também conta com outras vantagens. A abertura da sua conta é gratuita, e você pode investir em LCI com taxa zero.

 

Saiba mais sobre as vantagens de investir em LCI com a modalmais clicando aqui.

Como funciona a LCI

Tire suas dúvidas sobre o funcionamento dessa modalidade de investimentos.

 

Para tomar uma decisão mais assertiva ao investir, é importante conhecer melhor os diferentes aspectos do título. Por exemplo: é possível resgatar o dinheiro investido antes do prazo? Existe um período de carência envolvido? E os custos desse investimento: são baixos o suficiente para que a rentabilidade continue atrativa?

Pensando nisso, a seguir você encontra tudo que precisa saber sobre a LCI.

Liquidez

No geral, a LCI é considerada um título de liquidez inferior à de outros produtos em renda fixa. Isso significa que pode ser um pouco mais difícil transformar os papéis em dinheiro novamente. Ou seja, resgatar seus recursos.

Diferente de outras opções na renda fixa, como o Tesouro Direto, por exemplo, não é possível sacar o montante investido a qualquer momento.

Resgate antecipado

Existem LCIs no mercado que permitem o resgate apenas na data de vencimento. Assim, a única forma de resgate antecipado é negociando os títulos com outro investidor, disposto a carregá-los até o vencimento.

No entanto, vale lembrar: nem toda LCI possui um volume alto de operações no mercado secundário. Isso significa que, mesmo assim, pode levar algum tempo para que o investidor consiga reaver seu capital.

Carência

O período de carência da LCI se refere ao tempo que o investidor deve esperar antes de fazer um resgate. Isto é, a LCI conta com um prazo mínimo no qual o dinheiro precisa ficar aplicado antes de ser movimentado.

Via de regra, o prazo mínimo para resgate em uma LCI é de 90 dias. Isso é válido, normalmente, para letras pré e pós-fixadas. Quando a remuneração está atrelada a um índice de preços, é possível encontrar prazos maiores, como, por exemplo, de 12 meses, na atualização anual, ou 36 meses para atualização mensal.

Custos e taxas

No quesito tributação é onde a LCI mostra sua maior vantagem. Isso porque esse é um título isento do IR. Assim, a rentabilidade especificada no momento da compra representa o rendimento líquido: você não precisará descontar nada.

Outro ponto é que, no modalmais, você não paga taxas para investir nesse tipo de título.

Como também não existe incidência de taxa de administração, o lucro com as LCIs é todo seu.

Qual a rentabilidade da LCI?

Descubra se a rentabilidade da LCI atenderá suas expectativas.

 

A rentabilidade de uma LCI será determinada no momento da compra do papel. Isto é, ao escolher o título no qual você quer investir, uma taxa será acordada entre você e o emissor.

Como você viu, essa taxa pode ser prefixada ou variar de acordo com os índices da economia.

No geral, os rendimentos dos títulos de renda fixa são baixos quando comparados à renda variável. Isso se deve ao fato desses ativos oferecerem um retorno previsível e estável e garantias de resgate, como a oferecida pelo FGC.

É possível encontrar rentabilidades entre 6% e 3% ao ano, aproximadamente, na modalidade prefixada. Lembrando que cada LCI possui um prazo diferente.

Você também poderá encontrar rendimentos expressos como porcentagem do CDI. Nesse caso, é possível ver opções que vão desde os 90% do CDI até aquelas que rendem acima do índice.

Para encontrar as melhores oportunidades, é importante verificar a plataforma da sua corretora regularmente.

Vale a pena investir em LCI?

Afinal, investir em LCI é um bom negócio?

 

Como você viu neste artigo, a LCI é uma opção de investimento adequada para os perfis conservadores. Isso porque, nela, você troca a rentabilidade mais atrativa da renda variável por diversos fatores que oferecem segurança e estabilidade.

Ou seja, você tem garantia do FGC, rendimento previsível ou fixo e isenção de IR.

No entanto, essa não é a melhor escolha para quem busca uma alternativa para construir uma reserva de emergência. Isso porque a LCI conta com período de carência e baixa demanda no mercado secundário. Dessa forma, é indicado procurar investimentos de renda fixa com maior liquidez para esse fim.

Com a isenção de tributação e rentabilidade mais atrativa que a caderneta, essa é uma boa opção para investidores conservadores que podem esperar a data de resgate.

Vale lembrar ainda que a diversificação é a chave para construir uma carteira mais segura e rentável.

Como investir em uma LCI

Aprenda como investir em uma LCI com facilidade no modalmais.

 

Investir em LCI com o modalmais é muito simples. E o melhor: você não paga nenhuma taxa para isso! Basta seguir estes passos para começar hoje mesmo:

 

  1. Clique aqui e abra sua conta gratuita no modalmais. Além de ter acesso aos melhores investimentos, você ainda conta com inúmeras outras vantagens e serviços.
  2. Baixe nosso aplicativo e faça login na sua conta. Então, basta escolher a opção “investir” no menu inferior.
  3. Escolha a modalidade “renda fixa” de investimentos.
  4. Agora, você pode escolher os parâmetros no botão de opções que fica no canto direito superior da tela.
  5. É só selecionar o prazo, tipo de produto e rentabilidade desejados e aplicar os filtros.
  6. Depois que escolher a melhor opção de LCI para você, é só investir!

 

Prontinho, você já é um investidor! Agora, é só acompanhar a rentabilidade da sua carteira e assistir seu patrimônio crescer.

Conclusão

A LCI é um ativo de renda fixa com o objetivo de captar recursos para o setor imobiliário.

 

Neste artigo, você aprendeu tudo que precisa saber sobre a LCI antes de investir nessa modalidade. Agora, você conta com toda informação necessária para tomar as decisões certas para seu dinheiro.

Lembre-se: uma carteira de investimentos eficaz e diversificada conta com opções de renda fixa e variável. Assim, é possível aumentar o potencial de rendimentos, enquanto os riscos são mitigados pelos títulos mais estáveis.

 

Que tal continuar aprendendo sobre como montar uma carteira de investimentos de sucesso? Leia estes outros artigos que preparamos para você:

 

Obrigado por ler e não esqueça: se ficou com alguma dúvida, é só entrar em contato com nossa equipe. Adoraríamos ajudar!