Fazer compras online é cada vez mais comum entre os consumidores. Principalmente a partir da pandemia, essa prática virou sinônimo de segurança, nos mais diversos sentidos.

Por meio da internet, é possível ter acesso a uma maior variedade de produtos, além de, muitas vezes, contar com preços mais acessíveis e excelentes promoções.

Apesar de existirem diversas maneiras de fazer compras pela internet, utilizar o cartão de crédito ainda é uma das formas mais comuns, fáceis e seguras.

É curioso que, nesse tipo de operação, não é necessário utilizar senha do cartão, entrando em ação o mecanismo de CVV. Acompanhe o texto para compreender o que é CVV e qual a importância dele para sua segurança!

 

O que é o cartão de crédito?

Antes de compreender o que é CVV e a sua importância para garantir segurança, principalmente ao comprar online, vale a pena entender um pouco mais sobre o que é o cartão de crédito e como ele mudou os hábitos de consumo.

 

História

Poucas pessoas sabem, mas já faz mais de um século que o cartão de crédito foi inventado. Ele surgiu na década de 1920, nos Estados Unidos.

Em um primeiro momento, esse recurso só era fornecido aos clientes mais fiéis, os quais o dono de determinado estabelecimento entendia como confiáveis e bons pagadores.

Somente na metade do século XX, em 1949, que Frank MacNamara teve a ideia de criar um cartão que permitisse ao seu dono pagar por uma compra em um momento posterior ao consumo ter sido feito.

De acordo com a história, Frank estava em um restaurante e, na hora de pagar a conta, percebeu que estava sem dinheiro e sem talão de cheques. Esse teria sido o motivo da invenção.

Nesse mesmo ano, ele criou o The Diners Club, que era feito de papel-cartão. Inicialmente, apenas 27 restaurantes aceitavam o cartão, que era utilizado apenas por pessoas importantes da época.

Pouco tempo depois, em 1952, o cartão passou a ganhar milhares de adeptos, sendo aceito em cada vez mais estabelecimentos. Com o aumento da popularidade desse recurso, foi criado também o primeiro cartão internacional.

Em 1955, o cartão passou a ser feito com plástico. Ainda hoje, o The Diners Club existe, mas com o nome de Diners Club Internacional.

Com o passar do tempo, outras empresas passaram a investir nesse recurso. Foi em 1966 que o BankAmerican Service Corporation criou o cartão BankAmericard, que se tornou o atual Visa.

 

No Brasil

Em 1954, o empresário tcheco Hanus Tauber comprou a franquia da Diners, fazendo com que o cartão chegasse ao Brasil, em 1956.

Inicialmente, o cartão servia para compras, mas não tinha a função de crédito. Somente uma década depois que o primeiro cartão de crédito foi lançado do Brasil, o Credicard.

Em 1971, foi fundada a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (ABECS), com sede inicialmente no Rio de Janeiro e, posteriormente, em São Paulo.

Com o Plano Real, em 1994, e a maior valorização da moeda brasileira, ocorreu o lançamento do cartão de crédito internacional, aumentando exponencialmente a demanda e a oferta do produto no país.

Nesse sentido, essa ferramenta cresce cada vez mais, trazendo facilidades para os mais diversos consumidores. Quanto mais a tecnologia avança e novas maneiras de consumo surgem, o cartão de crédito ganha ainda mais destaque.

O que é CVV?

Se você tem o costume de fazer compras online, é bem provável que já tenha utilizado o CVV de seu cartão em algum momento. Mas talvez não saiba ao certo o que significa e qual a função desse código.

O CVV significa “Card Verification Value”. Em tradução livre, seria algo como “valor de verificação de cartão”. Contudo, geralmente, ele é conhecido como “código de verificação” ou “código de segurança”.

Embora saber o que significa essa sigla seja interessante, essa não é a informação mais importante. É necessário compreender a utilidade e a importância desse código para sua segurança.

 

Para que serve o CVV?

De maneira geral, podemos dizer que o CVV é um código utilizado pelos sistemas de pagamento de cartão de crédito.

O principal objetivo do CVV é assegurar que quem está realizando a compra esteja com o cartão em mãos. Nesse sentido, essa é uma etapa de segurança, pois, teoricamente, só é possível saber o código estando com o cartão.

É por conta disso que esse é um código necessário para realizar a maior parte das compras, principalmente quando não é possível inserir a senha do cartão, como em compras online.

 

Onde fica o CVV no cartão de crédito?

Geralmente, o CVV é uma sequência numérica de três dígitos que fica localizada na parte de trás do cartão de crédito.

É importante compreender que isso ocorre na maioria das vezes, mas nem sempre. Existem certas empresas que optam por colocar o código em outro lugar.

A American Express, por exemplo, lida com o CVV de maneira peculiar. Primeiro, porque o código não tem três dígitos, mas quatro. Além disso, ele não fica no verso, mas na parte da frente. Além disso, a empresa chama o código de CID.

Apesar de existirem essas diferenças, é fato que a maior parte das companhias opta pelo modelo tradicional de três dígitos que ficam localizados na parte de trás do cartão.

 

Como ter maior segurança com o código CVV?

Agora que você já compreende o que é o CVV e onde encontrá-lo, vale a pena pensar em alguns hábitos para garantir sua segurança na hora de realizar compras com o cartão de crédito, utilizando o CVV.

A primeira informação relevante é que o CVV não aparece em nenhum outro lugar a não ser no cartão. Ele também não fica em relevo, o que impede que ele seja visto pela frente.

Apesar das medidas de segurança tomadas pelas próprias empresas de cartão de crédito, é importante adotar alguns hábitos para aumentar a sua segurança. Confira as dicas a seguir!

 

Coloque um adesivo no código.

A primeira e mais simples forma de aumentar sua proteção é colocando um pequeno pedaço de adesivo por cima do CVV. Assim, você evita que as pessoas possam ver seu código quando for utilizar o cartão de crédito.

Essa prática também lhe protege de possíveis funcionários de estabelecimentos que tenham má fé.

 

Raspe o código

Essa proteção já é um pouco mais drástica. Algumas pessoas, com o intuito de garantir a máxima segurança possível, raspam o número do CVV, fazendo com que ele fique ilegível.

É uma opção que impede que alguém utilize seu cartão, caso você o perca. Contudo, se for optar por essa tática, é importante gravar o código em um lugar seguro antes de raspar, para evitar a possibilidade de esquecê-lo.

 

Como proteger o cartão em compras online?

Como foi possível notar, o CVV é fundamental para garantir a segurança de seu cartão de crédito, principalmente em compras online.

Contudo, outras práticas podem ser adotadas para fazer com que você possa consumir tranquilamente pela internet, sem precisar ter dores de cabeça com isso. Algumas das principais dicas para isso são as seguintes.

 

1. Compre em sites seguros

Ao entrar em uma loja online, procure pelo símbolo do cadeado. Ele fica localizado no topo esquerdo do navegador de internet, antes do código https://.

Essa é uma indicação de que o site apresenta uma conexão segura, sendo um ambiente em que os dados não ficam abertos. Isso dificulta a ação de hackers.

Além disso, para garantir que o site não apresenta risco, procure informações com outros consumidores. Existem portais, como Reclame Aqui e Procon, em que você pode conferir se existem reclamações e denúncias de outros compradores.

 

2. Preste atenção à sua fatura

Outra forma de evitar problemas ao comprar online é ficar de olho na fatura de seu cartão de crédito.

Se você perceber algo suspeito, como valores que não deveriam ser cobrados, entre em contato com a instituição e informe o problema. Lembre-se de que é possível fazer essa conferência manualmente, ou automatizando suas finanças.

Alguns bancos e empresas financeiras permitem que você bloqueie o cartão a partir do próprio aplicativo da instituição. Fique atento se o cartão que você utiliza dispõe dessa possibilidade.

 

3. Desative o preenchimento automático

É comum que as pessoas aceitem a sugestão de preenchimento automático do navegador. Embora essa seja uma ferramenta que facilita o processo de login e cadastro, ela armazena seus dados pessoais e do cartão.

Ao desativar essa configuração, você impede o armazenamento, fazendo com que suas informações fiquem seguras.

 

4. Utilize cartão virtual

Outra opção interessante para garantir sua segurança é utilizar o cartão virtual. Várias instituições, em especial bancos digitais, oferecem essa alternativa.

Para compras online, é preferível utilizar o cartão virtual, pois, se tiver qualquer problema, basta bloqueá-lo e solicitar a geração de um novo, sem ficar com um cartão físico comprometido.

 

Conclusão

Saber o que é CVV e sua função é fundamental para garantir a segurança de seu cartão de crédito, principalmente na hora de fazer compras online.

Como você pode perceber, além dessa ferramenta, existem outras maneiras de ampliar sua segurança. Portanto, siga nossas dicas para evitar problemas e poder fazer suas compras tranquilamente!

Quer ter mais informações sobre o mundo das finanças e garantir segurança e tranquilidade em suas economias? Então, assine nossa newsletter gratuitamente e tenha acesso aos melhores conteúdos!