À medida que o tempo vai passando, novas facilidades vão surgindo. O pagamento pelo WhatsApp é um exemplo dessa realidade. Com a criação do PIX no Brasil, a troca de recursos entre pessoas já havia sido facilitada. Agora, é a vez de aplicativo de mensagens instantâneas possibilitar tal troca. Inicialmente, em uma fase teste, a funcionalidade esteve restrita a poucos usuários. No entanto, em breve, deve estar disponível a todos os usuários da plataforma.

Quer saber mais sobre esse assunto? Então, confira o artigo que preparamos para você e veja como o WhatsApp Pay funciona. Continue lendo!

O que é o pagamento pelo WhatsApp?

O pagamento pelo WhatsApp é um serviço que tem como objetivo permitir a transferência de recursos no próprio app de mensagens instantâneas. Funciona de forma semelhante ao envio de uma conversa de fotos ou vídeos.

Assim, em vez de compartilhar um arquivo, o usuário transmite uma ordem de pagamento que pode ser acessada e paga pelo outro usuário.

Esse recurso passou a existir graças à ferramenta chamada de Facebook Pay. Basicamente, trata-se de uma forma segura e prática de receber ou enviar recursos em aplicativos e redes sociais pertencentes ao conglomerado Facebook Inc..

Se você quiser utilizar esse serviço, é necessário ter instalada a última versão do aplicativo do WhatsApp em seu smartphone. Contudo, essa funcionalidade vem sendo liberada gradualmente para cada usuário.

Caso você não consiga acessar, é possível fazer isso sendo convidado por um amigo que já tem a funcionalidade disponível. Para tanto, basta que a pessoa solicite um pagamento para você, e as opções de cadastro aparecerão no seu aplicativo.

O que é o Facebook Pay

Também é importante discorrer um pouco sobre a plataforma que está por trás dos pagamentos via WhatsApp: o Facebook Pay. Esse é um sistema de pagamento utilizado pelo app e pela própria rede social.

Ao efetuar um cadastro, o usuário registra os dados do seu cartão de débito, múltiplo com a função débito ou pré-pago emitidos por uma instituição participante e pode efetuar pagamentos instantâneos, receber ou enviar dinheiro pelo Facebook Pay.

Todas as transações feitas por meio dessa plataforma contam com diversas camadas de proteção. Algumas delas são o PIN, processos feitos pelo próprio Facebook, ou a identificação biométrica do próprio smartphone. Discorreremos mais sobre essa questão da segurança em outro tópico deste artigo.

Quando essa nova funcionalidade passou a ser oferecida?

O lançamento oficial da plataforma foi no dia 4 de maio. A ideia seria possibilitar aos usuários a transferência de recursos de forma rápida, simples e durante as 24 horas do dia. Além disso, sem limitações com relação a dias da semana ou feriados.

Apesar de poucos usuários terem sido selecionados para utilizar no início, atualmente, muitos já conseguem acessar a funcionalidade. Isso porque um simples convite de um usuário já credencia o outro para ter acesso à função do pagamento pelo WhatsApp.

Logo, é muito provável que essa novidade se espalhe rapidamente. Contudo, vale a pena lembrar que a atualização do aplicativo é essencial para utilizar essa função.

Como funciona o pagamento pelo WhatsApp?

Os desenvolvedores do WhatsApp pensaram em criar um processo muito simples para o envio de recursos no aplicativo. Assim, isso pode ser feito de forma semelhante a do compartilhamento de uma foto ou um vídeo. Ou seja, tudo muito rápido e simples.

Os usuários que já possuem o serviço em seu aplicativo podem encontrá-lo em meio às próprias opções de compartilhamento, ao lado da caixa de digitação de texto, dentro de uma conversa. A função chama-se “Pagamento” e ao selecioná-la, basta digitar o valor dentro da opção “Pagar” (para enviar recursos) ou “Solicitar” (para receber recursos). Vale a pena ressaltar que o dinheiro transferido ou recebido não fica em uma conta do WhatsApp ou Facebook Pay.

Para receber ou enviar dinheiro, é preciso ter uma conta em um banco que esteja trabalhando com essa funcionalidade.

Qual é o limite de transações com o aplicativo?

Quando se trata de transações financeiras, é preciso adotar alguns cuidados para garantir a segurança dos usuários. Pensando nisso, os desenvolvedores do WhatsApp estabeleceram um limite de transações.

Ele existe para proporcionar ainda mais segurança a esse tipo de processo. Sendo assim, há duas limitações quanto ao uso da plataforma. A primeira é diária, ou seja, você não poderá transmitir valores que, somados, superam o limite de R$ 1 mil.

Além disso, existe uma limitação quanto ao número de transações realizadas em um dia, não podendo ultrapassar o limite de 20 delas. Também existe um limite mensal de operações, que é de R$ 5 mil.

Ao atingir o limite, o usuário não poderá mais enviar ou receber pagamentos no dia, ou mês. Assim que finalizar o período, os limites são restabelecidos, e você pode utilizar a funcionalidade normalmente.

Como configurar esse recurso de pagamentos?

Agora que você entendeu como esse processo funciona, mostraremos como fazer a configuração dentro do seu próprio smartphone. Contudo, iniciaremos com o passo a passo para configurar o seu Facebook Pay. Confira!

  • Abra o aplicativo do WhatsApp em seu smartphone e vá para a opção “Configurações”, depois, “Pagamentos”, “Facebook Pay” e clique em Continuar;
  • Em seguida, após leitura atenta das condições e caso concorde, aceite os Termos de Uso e Políticas de Privacidade descritos pela plataforma;
  • Em seguida, o sistema exigirá a criação do seu código PIN de seis dígitos;
  • Feito isso, basta inserir o PIN do Facebook Pay mais uma vez para confirmá-lo.
  • Depois, toque na opção Avançar para criar as opções de segurança.

No caso dos smartphones que utilizam o sistema operacional Android, é preciso ter atenção a um detalhe. Para utilizar a impressão digital, em vez do PIN, basta clicar na opção “Usar impressão digital”.

Caso você opte pelo próprio código PIN, pule essa opção. Contudo, nos smartphones que utilizam o iOS, não é preciso digitar o seu código de segurança. Para utilizar o Face ID ou Touch ID, basta tocar nas opções com essas funcionalidades. Caso você não queira, clique em “Agora não”, para utilizar o PIN manualmente.

Passada essa etapa, você deve inserir o seu nome, sobrenome, CPF e clicar em “Avançar”. Depois, basta inserir os dados do seu cartão de débito, cartão múltiplo com a função débito ou de um cartão pré-pago e clicar em “Salvar” – é imprescindível que, para a habilitação do cartão utilizado e uso das funções, a instituição emissora do cartão seja participante da funcionalidade. Ao executar esse passo a passo, o seu Facebook Pay estará pronto para uso.

Como enviar dinheiro pelo WhatsApp?

Após configurar o sistema de pagamentos pelo Whatsapp, é hora de aprender a utilizá-lo. Funciona assim:

  • primeiramente, abra a conversa com a pessoa que receberá o dinheiro ou a ordem de pagamento;
  • em seguida, toque em “Anexar” (que pode ser representado por um ícone de + ou clipe de papel, dependendo do tipo de smartphone;
  • feito isso, clique em “Pagamento” e digite o valor que vai enviar ou cobrar (receber);
  • se o seu Facebook Pay estiver devidamente configurado e verificado, basta clicar em “Pagar”, que a transação será feita automaticamente;
  • para confirmar a operação, o sistema exigirá a autenticação, que pode ser feita por meio do PIN, Face ID ou Touch ID.

Como funciona o sistema de segurança dessa funcionalidade?

Quando se trata de dinheiro circulando pela internet, todo cuidado é pouco. Um dos motivos que faz muitas pessoas desistirem de utilizar essa plataforma é o medo que têm de perder seus recursos. Contudo, essa preocupação — apesar de legítima — pode ser minimizada.

Isso porque, para que esse tipo de plataforma ofereça essa possibilidade, ela precisa obedecer a uma série de exigências de segurança. Entre elas, podemos destacar:

  • tecnologia de monitoramento para detecção de fraudes, atividades suspeitas e compras não autorizadas;
  • possibilidade de adição de códigos de segurança ou a própria autenticação biométrica do smartphone, garantindo ainda mais segurança;
  • exigência de dados corretos do cartão de débito no momento da verificação do pagamento.

Além disso, o próprio limite de transação também contribui em muito para garantir a segurança do usuário. Sendo assim, podemos afirmar que essa funcionalidade é protegida por uma série de processos tecnológicos e modernos. É importante também que, para proporcionar ainda mais segurança, você habilite a confirmação em duas etapas dentro das configurações do aplicativo.

Como o pagamento pelo WhatsApp auxilia o investidor?

Novos métodos de pagamento facilitam muito a vida do investidor. Mas como isso acontece? Essas vantagens não são direcionadas especificamente aos investimentos, mas à sua gestão financeira.

Ao utilizar novos métodos de pagamento, você passa a ter mais opções que podem ajudar você a honrar com seus compromissos e não corre o risco de ficar preso a horários e limites bancários. Além disso, é mais um meio de controle dos recursos enviados para pessoas físicas.

Afinal, nos históricos de conversas, ficarão registrados todos os procedimentos de pagamento. Assim, você pode emitir comprovantes, verificar datas de pagamentos, valores e outras informações que foram trocadas.

Sendo assim, utilizar o WhatsApp como uma forma de pagamento adicional é uma estratégia muito funcional. É mais uma funcionalidade que servirá para facilitar o seu dia a dia de forma geral.

Por fim, podemos concluir que o pagamento pelo WhatsApp é uma alternativa nova e muito interessante. Por meio desse processo, você terá mais facilidade para enviar recursos para as mais diversas finalidades.

Gostou deste artigo? Então, assine nossa newsletter gratuita. Ao fazer isso, você será notificado todas as vezes em que um novo conteúdo for publicado em nosso blog.