Uma das dúvidas mais frequentes dos assessores é saber qual a melhor forma para ganhar conhecimento e incrementar o seu currículo.

A forma mais comum em outros setores do mercado de trabalho, é a realização de MBAs, mestrados e doutorados. Já no mercado financeiro, além destas opções, existem as certificações.

Várias delas são pré-requisitos para o credenciamento na CVM. Por esta razão, é mais comum encontrarmos profissionais que comprovam o seu conhecimento através de certificações do que com títulos acadêmicos.

Para os agentes autônomos de investimentos, acredito que o custo-benefício das certificações é melhor do que os títulos acadêmicos.

Por experiência própria, posso falar que quando estudei para ser um CFP® (Certified financial planning), aumentei o meu conhecimento em diversas áreas, como planejamento financeiro, tributário, previdenciário, sucessório e seguros.

Para assessores com menos de três anos de experiência, recomendo estudar para o CEA da Anbima. Já os assessores que possuem mais de 3 anos de experiência, sugiro partir direto para o CFP®

As duas são certificações de distinção, mas que também são aceitas como comprovação de capacidade para quem quer ter autorização para trabalhar como consultor de valores mobiliários pela CVM.

Outras certificações interessantes para agregar ao seu currículo são a CGA, criada pela Anbima para gestores e o CFA, uma certificação internacional de analista de investimentos.

Quer conhecer a plataforma para assessores, consultores e gestores do Modalmais?

Preencha o formulário deste link que entraremos em contato.