Aplicar o dinheiro e ver ele crescer com o passar do tempo é o principal objetivo da maior parte das pessoas que vêm para o mercado financeiro. Esse foco parece muito claro na mente delas, entretanto, uma dúvida paira no ar: como começar a investir com rentabilidade e segurança?

Se você faz esse tipo de questionamento, não fique preocupado, pois, não é nada restrito a você. A imensa maioria de pessoas que conhecem o mercado financeiro fica com essa dúvida e gostaria de saber como ter uma rentabilidade boa o suficiente para alcançar seus objetivos e com um bom controle de riscos.

Neste artigo, responderemos essa pergunta, entre outras que acabam surgindo em conjunto. Acompanhe-nos nesta leitura!

 

Por que você deve investir o seu dinheiro?

A pergunta que muitas pessoas podem fazer é: por que investir o meu dinheiro em produtos financeiros ou ativos negociados na Bolsa de Valores? Bom, temos vários bons motivos para que você queira fazer isso.
Inicialmente, investir o seu capital é uma forma de protegê-lo em momentos de dificuldades financeiras.

Por exemplo, imagine que, por algum motivo, você seja impedido de trabalhar. Caso não tenha uma reserva financeira para suprir as suas necessidades durante esse período, certamente você e sua família poderão ser muito prejudicados.

Outro motivo simples é o fato de alguns tipos de investimento possibilitarem uma forma de segunda fonte de renda — ou, até mesmo, principal, dependendo do caso. Existem operações, especialmente realizadas na Bolsa de Valores, que podem proporcionar esse rendimento adicional.

Um exemplo disso são os traders, que realizam operações de curto prazo, e buscam obter lucro com as oscilações do mercado. Obviamente, essa é uma atividade mais complexa, arriscada e que exige muito conhecimento, porém não é impossível de ser alcançada por quem deseja estudar e desenvolver-se no mercado.

Por fim, o mercado financeiro é extremamente justo com todos. Jamais existirá alguém que vai ganhar mais por ser conhecido ou amigo de alguém que trabalha em alguma instituição. Inclusive, existe a previsão legal de crime para quem recebe algum tipo de informação privilegiada no mercado financeiro.

Isso significa que o seu rendimento será totalmente adequado ao capital que foi aportado, ao risco de exposição aceito – de acordo com seu perfil de investidor e produto investido –, e ao seu nível de conhecimento sobre o mercado.

Por exemplo, quem deseja apenas investir em produtos de renda fixa e deixá-lo rendendo até seu vencimento, receberá os frutos desse tipo de procedimento.

Independentemente de qual segmento deseje investir, você verá que seus resultados, sejam quais forem, serão correspondentes à sua dedicação, paciência e estudo.

 

Como começar a investir com pouco dinheiro?

Para muitos, acreditar que investimentos podem gerar ganhos interessantes, capazes, inclusive, de superar rendimentos de negócios ou trabalho, pode parecer algo muito distante e até utópico.

Isso se deve, especialmente, à dificuldade que algumas pessoas podem ter de destinar um capital adequado para obter esse nível de ganho. O que precisa ficar muito claro é que não é necessário iniciar com muito recurso. Você pode começar com pouco dinheiro e utilizar o próprio rendimento obtido nas aplicações para aumentar cada vez mais o seu patrimônio e obter ganhos ainda maiores no futuro.

Para você ter uma ideia, no tesouro direto, por exemplo, é possível começar a investir com apenas cerca de R$ 30,00. Obviamente, com esse valor, a rentabilidade será muito pequena, entretanto dá para ter uma noção de que o mundo dos investimentos não é algo tão distante da realidade da maioria das pessoas.

Olhando para a Bolsa de Valores, também é possível fazer investimentos com pouquíssimo recurso. Por exemplo, no mercado fracionário em que há a possibilidade de adquirir pequenos lotes de ações. Para você ter uma ideia, é possível comprar uma única ação no mercado fracionário, pelo seu valor de mercado.

O mais importante é que você tenha em mente que não é necessário ter recursos exorbitantes para começar, bem como saber que os seus rendimentos sempre serão adequados ao seu capital e ao risco que as aplicações estão expostas.

 

Como começar a investir em ações na Bolsa de Valores?

No tópico anterior, destacamos a possibilidade de começar a investir com pouco dinheiro, especialmente em um mercado chamado de fracionário, em que é possível adquirir lotes menores de ações das maiores empresas do Brasil.

Para fazer isso, é muito simples. O primeiro passo é abrir uma conta em uma instituição de investimentos. No entanto, apesar de parecer fácil, é preciso ter um cuidado redobrado nesse processo. A sua conta precisa ser aberta em uma instituição que tenha uma boa plataforma de investimentos, e que proporcione toda segurança e estabilidade que você necessita na hora de fazer as operações.

Depois de abrir a conta, basta enviar o recurso para a instituição. Com o saldo positivo na sua conta, basta acessar o Home Broker ou outra plataforma contratada, escolher a empresa, adicionar a quantidade de ações desejadas, e enviar uma ordem de compra.

O processo de compra das ações na Bolsa de Valores é extremamente simples. O que é realmente complexo é a escolha da empresa. É justamente nesse ponto que queremos alertá-lo. Esse tipo de investimento depende de conhecimento de uma série de pontos, entre eles: histórico de distribuição de dividendos, preços, análise de indicadores e demonstrações financeiras, etc.

Por isso, se você quer saber como começar a investir com segurança e rentabilidade, é importante estudar um pouco mais sobre esses conceitos, conhecer melhor a empresa e então decidir investir em suas ações. Algumas instituições de investimento dispõem de analistas especializados e certificados para ajudar o investidor iniciante nesse processo de escolha.

Então, mais uma vez, é importante ter muita atenção na hora de escolher a instituição de investimentos antes de abrir a sua conta.

 

Como aumentar a rentabilidade dos seus investimentos?

Ter rentabilidade nos investimentos é uma busca constante dos investidores e o principal motivo que faz as pessoas quererem entrar nesse universo. Para que isso ocorra, é necessária a aplicação de um conceito que se chama diversificação.

O próprio termo já é autoexplicativo. Mas, basicamente, significa que você deve fracionar os seus recursos em diversos tipos de ativos e produtos – possivelmente até de segmentos diferentes – para obter rentabilidades diferenciadas, além de reduzir cada vez mais seus riscos.

Para entender esse último conceito, que diz respeito ao “fracionamento de riscos”, vamos mencionar aquele velho ditado: “nunca coloque todos os ovos em uma única cesta”. Esse dito popular é perfeito para o universo dos investimentos.

Afinal, quando você fraciona seus investimentos, os riscos também são divididos. Por outro lado, se o investidor aporta todo o seu capital em um único produto de investimento que passa a dar prejuízo, todo o seu patrimônio sofrerá com a desvalorização. Portanto, lembre-se de que, quando o assunto é rentabilidade e segurança, a palavra-chave é a diversificação.

 

Quais são os principais erros cometidos por um investidor iniciante?

Agora que você já entendeu os principais pontos que uma pessoa deve avaliar para saber como começar a investir, mostraremos os erros mais comuns cometidos pelas pessoas que chegam ao mercado financeiro. Continue lendo!

 

Acreditar que o dinheiro vai crescer na poupança

Seria maravilhoso apenas colocar o dinheiro em uma aplicação com altíssima liquidez, ou seja, que possibilite a movimentação do recurso na hora que bem entender, muito segura e que proporcione uma rentabilidade alta. Mas acredite: alta rentabilidade é, com certeza, algo que você não encontrará na poupança.

Nem mesmo antes das mudanças nas regras da poupança, em 2012, a rentabilidade dela ultrapassava aos 6% ao ano. Com as regras da nova poupança a partir de então, esse cenário passou a ser ainda menos promissor, já que a rentabilidade poderia ser menor, de acordo com as oscilações da taxa de juros básica da economia (Selic).

Então, com as constantes quedas na taxa básica de juros – que chegou ao patamar 2,25% ao ano, em junho de 2020 – a poupança tende a render ainda menos, já que, quando a Selic está igual ou abaixo de 8,5% ao ano, a poupança só pode render no máximo, 70% do que render essa taxa.

Sendo assim, a poupança vai perdendo sua rentabilidade a cada vez que essa taxa é reduzida, não conseguindo, sequer, a preservação do valor do capital frente a desvalorização causada pela inflação.

 

Não estudar sobre o mercado financeiro

Outro erro comum das pessoas que entram no universo dos investimentos é não estudar sobre o mercado financeiro. Afinal, em um primeiro momento, tudo parece tão complexo e difícil de entender que não é nada estranho que uma pessoa desista dele.

Entretanto, toda essa fase complexa passa rapidamente, e gradualmente você entenderá cada vez mais sobre o mercado financeiro. É sempre bom lembrar-se de que essa atividade é justa com os investidores. Isso significa que aquele estudioso que dedica um tempo para entender a essência do mercado, tende a ter resultados bem mais positivos, se compararmos ao que não está preocupado com isso.

 

Alocar todo o seu capital em operações arriscadas

Infelizmente, muitas pessoas têm uma péssima experiência no mercado financeiro, especialmente na Bolsa de Valores, por já terem perdido quantias mais elevadas.

A verdade por trás disso é que alguns ainda acreditam que esses investimentos se tratam de apostas – como uma loteria, onde você coloca o dinheiro e torce para que esteja certo. Essa é a receita exata para perder dinheiro no mercado. Portanto, não faça isso, especialmente, se tem muito capital envolvido na operação.

O ideal é que você faça um planejamento de risco e fracione o seu dinheiro de acordo com o seu perfil de investidor. Se você é um investidor moderado, pode, por exemplo, alocar 60% do capital em renda fixa, 30% em um fundos de investimentos e 10% em ações. É claro que esse é apenas um exemplo, mas, de qualquer forma, o importante é que você se planeje sempre de acordo com seu perfil de investidor.

 

Acreditar que vai ficar rico em poucas semanas

Existem muitas pessoas que chegam ao mercado financeiro atraídas por uma promessa de ganhos altos em pouco tempo. Isso não é algo impossível, pois existem, sim, investidores que conseguem ter um estilo de vida diferenciado e muito confortável, graças aos seus investimentos no mercado financeiro.

Entretanto, para chegar a esse ponto, é necessário um longo caminho que, inclusive, você pode seguir. Porém, o início não é fácil, e ninguém consegue chegar a esse patamar de ter altas rentabilidades sem o devido estudo e a experiência.

Portanto, tenha cuidado com as promessas milagrosas que, infelizmente, existem pela internet sobre o mercado financeiro. Ele realmente é extremamente promissor, porém, é necessário que você dedique-se a conhecê-lo, e adeque seus objetivos e expectativas, à sua realidade e perfil de aceitação à riscos.

Por mais que seu objetivo seja tornar-se um profissional nos investimentos ou deseje apenas investir para conquistar sonhos, aposentadoria, entre outros, dedicar-se aos estudos, de acordo com tais objetivos, deve ser algo sempre presente no seu dia a dia.

 

Tentar fazer tudo sozinho

Também é muito comum que pessoas iniciantes queiram entrar no mercado e fazer tudo sozinhas. Elas têm grandes chances de perder todo o seu capital rapidamente. Isso porque, como você já deve ter percebido, o mercado financeiro é extremamente amplo e possui diversas ramificações.

Por exemplo, vamos imaginar que você queira começar a investir em ações na Bolsa de Valores. Logo, precisará reunir uma série de conceitos para estudar, tais como: indicadores, demonstrativos financeiros, economia, etc. Portanto, o ideal é contar com uma instituição financeira que ofereça uma plataforma de investimentos completa, suporte e a variedade de produtos necessários para que você se torne um investidor de sucesso, como o banco digital modalmais.

Agora que você já sabe como começar a investir, não perca mais tempo, abra a sua conta no modalmais e conheça todos os produtos que temos à sua disposição!

Nova call to action