Começar a investir com 100 reais pode ser o primeiro passo para a independência financeira. Ao contrário do que muita gente acredita, você não precisa ter dinheiro sobrando para investir — na verdade, para muitos investimentos, não há um valor mínimo para começar, ou seja, quem já consegue pagar as próprias contas também consegue construir um patrimônio em investimentos.

Neste artigo, vamos explicar como você pode começar a investir com 100 reais e porque essa iniciativa é muito importante para o seu futuro financeiro. Boa leitura!

 

Começar a investir é o mais importante

Para quem ainda se perde financeiramente entre despesas com a casa, dívidas e parcelas intermináveis, a ideia de investimento parece distante da realidade. E, de fato, destinar uma parte do orçamento mensal para qualquer coisa que não seja imediata e urgente parece um desperdício para quem não teve nenhum tipo de educação financeira.

Ao mesmo tempo, todo mundo sonha em um dia atingir a independência financeira, que é ser capaz de viver apenas com o seu patrimônio financeiro e os seus rendimentos, sem depender de um emprego ou outras fontes de rendas incertas para pagar as contas. Só que entre o primeiro cenário (de descontrole financeiro) e o segundo (de tranquilidade e controle) existe um longo caminho a ser percorrido.

Na verdade, construir um patrimônio financeiro não é muito diferente de construir uma casa. Não dá para começar pelo telhado; é preciso, antes de tudo, de uma estrutura sólida e paredes, um tijolo de cada vez.

Para quem está começando, esse valor de 100 reais pode ser o primeiro tijolo que poderá levá-lo a, em breve, viver sob o próprio telhado.

Mais importante do que o valor é a decisão: quem tem 100 reais investidos já se torna um investidor e inicia a sua jornada. Depois desse ponto de partida, fica mais fácil continuar investindo e se educando financeiramente para ter resultados cada vez melhores. Portanto, esse primeiro “aporte” é crucial para o sucesso.

 

Conheça 3 opções para investir com 100 reais

Não é apenas um clichê presente na maioria dos materiais sobre educação financeira: para saber onde investir, é importante conhecer o seu perfil como investidor. É um fato que algumas pessoas lidam melhor com perdas que possam vir a acontecer ao longo jornada como investidor, em troca de mais possibilidades de maiores retornos, enquanto outras se sentem mais confortáveis em manter seus recursos em investimentos mais conservadores.

Daí que vem a importância de se conhecer o seu perfil antes de começar a investir . Uma boa dica para quem ainda está começando, é optar por produtos de renda fixa e baixo risco. Assim, você poderá entender aos poucos, se sua vocação para o risco está condizente com o resultado do questionário suitability – que determina o seu perfil de investidor.

Caso você compreenda que pretende se expor mais ou menos ao risco presente nos investimentos, o questionário suitability poderá ser atualizado a qualquer momento ou no vencimento dele, a cada dois anos.

Assim, pensando no início de sua jornada como investidor, selecionamos 3 opções de investimentos que podem ser realizados a partir de 100 reais, com foco nos de menor risco, que vão ajudar não apenas na construção do seu patrimônio como também no desenvolvimento da sua identidade como investidor e em sua educação financeira.

Você não precisa nem deve direcionar todos os seus recursos para uma mesma estratégia, ainda que sejam apenas os seus primeiros 100 reais. Uma dica aqui é buscar o apoio de um banco de investimentos, que pode ajudar a solucionar dúvidas e agilizar a sua evolução. Confira a seguir.

 

1. TESOURO DIRETO
Investir em títulos públicos do Tesouro Direto equivale a emprestar dinheiro ao Governo Federal. Qualquer pessoa física pode comprar esse tipo de ativo de renda fixa que tem baixo risco e valor mínimo acessível: cerca de R$ 30, dependendo do título.

Além disso, os títulos públicos podem ser utilizados para diversos objetivos, tendo em vista que têm diferentes prazos de vencimentos e diferentes tipos de remuneração, podendo ser atrelados à taxa Selic, ao IPCA ou ter uma taxa prefixada.

 

2. FUNDOS MULTIMERCADOS
Fundos multimercados são uma categoria de fundo de investimento. Quando você aplica recursos nesse produto, um gestor profissional direciona o montante presente no fundo para diferentes tipos de produtos que estejam de acordo com as políticas e regras do fundo.

Na prática, é uma espécie de condomínio, em que os condôminos são os investidores, mas quem toma as decisões e realiza o trabalho é o gestor do fundo.

Nos fundos multimercados, o investimento é bem diversificado, o que significa que existem fundos mais conservadores e outros mais agressivos. Pode ser uma excelente estratégia para quem está começando, visto que as tomadas de decisões quanto aos ativos que irão compor a carteira do fundo, ficam a critério de um profissional, que nesse caso é o gestor.

 

3. FUNDOS DE RENDA FIXA
Fundos de renda fixa são aqueles que têm pelo menos 80% do patrimônio aplicado em ativos vinculados à Selic ou ao IPCA.

Tendem a ser mais conservadores do que os fundos multimercados. Além disso, os fundos de renda fixa podem se enquadrar em até quatro diferentes categorias, de acordo com as políticas de investimentos que irão compor sua carteira: simples, de curto prazo, referenciado ou de dívida externa.

Como nos fundos multimercados, as aplicações aqui são realizadas por um gestor profissional, que aplica o seu conhecimento técnico às estratégias que estejam acordo com os objetivos e regras do fundo. Cabe aos participantes do fundo apenas acompanhar os resultados e decidir se continuam investindo.

Assim, a recomendação é que, antes de escolher o produto que servirá como ponto de partida de sua jornada no universo dos investimentos, você abra uma conta em um banco de investimentos, como o modalmais, que oferece uma enorme variedade de investimentos, como seu portfólio de mais de 300 fundos diferentes.

E agora que você já sabe como começar a investir com 100 reais, dê o próximo passo para maximizar a sua educação financeira: assine a nossa newsletter gratuita e fique por dentro dos melhores conteúdos sobre investimentos agora mesmo!