Como antecipamos, a semana se mostra complicada para precificação dos ativos de risco nos mercados local e internacional por conta do feriado de hoje da Independência dos EUA, com mercados fechados e proteção dos investidores locais preparando o feriado em São Paulo (Revolução Constitucionalista) da próxima sexta-feira, também com a Bovespa parada. Além disso, a semana lotada de eventos capazes de mexer com os mercados durante todo o curto período.

Como dito, sem os EUA, a liquidez de hoje se estreitou bastante e houve perda do referencial de preços dos ativos. No FMI, a diretora Georgieva disse que a alta dos juros nos EUA trará dificuldades para as dívidas de países subdesenvolvidos e pode acarretar desequilíbrio global. Já o PBOC (BC chinês) instruiu os bancos para ampliarem o crédito para pequenas e médias empresas, visando recuperar da desaceleração que vem ocorrendo na economia.

A OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) registrou que a inflação pelo CPI de seus membros subiu para taxa anual de 3,8%, basicamente impulsionada pelo preço da energia. Por falar em energia, a OPEP+ não conseguiu fechar acordo sobre meta de produção de óleo e também não marcou novo encontro. Permanece o suspense. No BCE (BC europeu), a retomada do segmento bancário será mais lenta, projetada em 6% para a zona do euro neste ano, com medidas retiradas gradualmente. Há necessidade de programa fiscal comum para toda a União Europeia.

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, planeja encerrar o distanciamento no próximo 19/07, mas ainda fica a incerteza da variante Delta da covid-19, que a OMS (Organização Mundial da Saúde) afirma estar espalhada por muitos países. Além disso, novas variantes podem surgir.

No mercado internacional, o petróleo WTI, negociado em NY, sofreu impacto da suspensão da reunião da OPEP+ e fechou com alta de 1,60%, com o barril cotado a US$ 76,36. O euro era transacionado praticamente estável em US$ 1,187, e notes americanos de 10 anos com última taxa em 1,42%. O ouro e a prata com altas na Comex. O minério de ferro negociado em Qingdao, na China, observou alta de 1,76%, com a tonelada em US$ 221,82.

No segmento local, a nova pesquisa semanal Focus trouxe a inflação pelo IPCA em alta para 6,07% em 2021 (anterior em 5,97%) e queda na margem para 2022 em 3,77%. Taxa Selic de 2021 estável em 6,50% e PIB subindo para 5,18% (anterior em 5,05%), com redução para +2,10% em 2022. Dólar em contração para 5,04% no fim do ano e produção industrial em alta para 6,30%, saindo de 6,23%. O saldo da balança comercial, estimado em superávit, ficou em queda para US$ 68,41 bilhões, e déficit primário em 2,39% do PIB.

O PMI da atividade composta (indústria e serviços) expandiu em junho de 49,2 pontos para 54,6 pontos, e serviços também em alta para 53,9 pontos. A Petrobras reajustou os preços de derivados na refinaria e a PF fez blitz para prender pessoas e documentos de um golpe em bitcoin estimado em R$ 1,5 bilhão. Na política, tivemos pesquisa CNT/MDA sobre o governo Bolsonaro, dando conta que, no segundo turno, Bolsonaro teria 33,3% e Lula 52,6% dos votos. A avaliação positiva do governo também caiu de 33% para 27,7%. O ambiente político tenso terminou a tendência dos mercados de risco na sessão de hoje e nem a alta do minério e petróleo deram além para Vale e Petrobras.

No mercado, dia de dólar em alta de 0,68% e cotado a R$ 5,09. No segmento Bovespa da B3, em 01/07, os investidores estrangeiros sacaram recursos no montante de R$ 748,2 milhões, reduzindo os ingressos líquidos do ano para R$ 47,3 bilhões.

No mercado acionário, dia de alta de 0,58% na Bolsa de Londres, Paris com +0,22% e Frankfurt com +0,08%. Madri e Milão com altas de 0,43% e 0,63%, respectivamente. No mercado americano, sem operação, o futuro do Dow Jones terminou com +0,03% e Nasdaq com -0,14%. Na Bovespa, dia de queda de 0,55% e índice em 126.920 pontos.

Na agenda de amanhã, teremos as encomendas à indústria de maio na Alemanha e índice Zew de expectativas econômicas. Na zona do euro, as vendas no varejo de maio e, nos EUA, PMI composto e ISM de serviços, ambos de junho.

Boa noite!

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais

Fonte: https://www.modalmais.com.br/blog/falando-de-mercado