É verdade que conheço bem o ditado que diz: “nada é tão ruim que não possa piorar mais um pouco”. Mas, caramba! O Brasil já errou tanto nesses tempos que correm, que parece ser pouco provável ainda errar muito mais. Nosso câmbio já arranhou a cotação de R$ 5,80 e, hoje, trafega na casa de R$ 5,20. Nossos juros estão subindo, mas o Bacen está ativo em corrigir a inflação e fazer retornar para a meta de 2022 (esqueçam 2021) e nossas empresas estão mostrando boa recuperação com PIB crescendo mais de 5% neste ano.

No mercado acionário, estamos muito defasados dos mercados de países desenvolvidos. Os índices do mercado americano batem seguidos recordes e, mais recentemente, as principais Bolsas europeias estão também com melhor performance comparativa. Aqui, nossa Bovespa mostra variação inferior a 2% em 2021, enquanto o mercado americano e outros estão com altas maiores de dois dígitos. As empresas estão mostrando bons resultados no segundo trimestre do ano e pagando bons dividendos e juros sobre o capital próprio (enquanto dá).

A autocritica que fazemos é simples: mesmo com o Brasil errando muito, o mercado mostra alguma resiliência e reluta em cair abaixo dessa faixa de 121.000/122.000 pontos do Ibovespa. Não estaríamos errando mais ao acreditar que vamos seguir errando consistentemente? Fica a questão.

Hoje, a OPEP divulgou seu relatório mensal destacando que a demanda total deve superar 100 milhões de barris dia no segundo semestre e melhorou suas previsões de crescimento do PIB global para 5,6%, reduzindo o crescimento dos EUA para 6,1% (anterior em 6,4%) e mantendo o PIB da China em +8,5%. Projetou a zona do euro com expansão no intervalo entre 4,1% e 4,7% e estimou o Brasil crescendo 4,2% (ainda é pouco), de projeção anterior de 3,2%.

Nos EUA, a inflação medida pelo PPI (atacado) de julho foi de 1%, quando a previsão era de +0,6%, e com núcleo também em 1%. Com isso, a inflação cheia na comparação anual está em 7,8%. Já os pedidos de auxílio desemprego encolheram 12.000 posições, para 375.000 e dentro do projetado; ao mesmo tempo em que os pedidos continuados caíram 112,8 mil, para 2,82 milhões. Bons sinais de retomada do emprego por lá. Mary Daly, presidente regional do FED de São Francisco, acredita que o FED possa reduzir a compra de bônus ainda em 2021.

No mercado internacional, o petróleo WTI, negociado em NY, mostrava ligeira queda de 0,39%, com o barril cotado a US$ 68,98. O euro era transacionado praticamente estável em US$ 1,174, e notes americanos de 10 anos com taxa de 1,367%. O ouro também quase estável e a prata com queda maior de quase 1,5%. Commodities agrícolas virando para positivo nas negociações da Bolsa de Chicago. O minério de ferro é que teve nova madrugada de perda no mercado de Qingdao, na China, com -1,52% e tonelada cotada em US$ 162,96.

Aqui, ainda muitos ruídos na política, com Bolsonaro dizendo que as eleições de 2022 terão o manto da desconfiança, mas arrematando que o Brasil voltará ao patamar da paz, tranquilidade e progresso. Já o presidente da Câmara, Arthur Lira, com todas as críticas feitas contra a reforma do Imposto de Renda, queria votar hoje em plenário, mas requerimento de líderes adiou para a próxima terça-feira, 17/08. O ministro Paulo Guedes disparou que com Ciro Nogueira na Casa Civil, os desacertos devem reduzir. Também disse que se pagar R$ 90 bilhões de precatórios vai explodir a LRF (lei de responsabilidade fiscal) e cometer crime.

Na economia, o IBGE anunciou o volume de prestação de serviços de junho em alta de 1,7% e crescendo 9,5% em 2021. A receita bruta nominal subiu 2,5% e contra igual período de 2020 com +23,6%. No segundo trimestre, registrou alta de 2,0% e estamos 2,4% acima do momento pré-pandemia e 9,1% abaixo do ponto mais alto. Mas fica a advertência de o segmento estar puxando a inflação e de algum revês com a variante Delta da covid-19. O presidente do Bacen, Roberto Campos Neto, disse que o Bacen teve surpresa negativa com a inflação recente, assim como outros países.

No mercado, dia de dólar voltando a oscilar bastante no campo positivo, mas fechando com +0,57% e cotado a R$ 5,25. Na Bovespa, na sessão de 10/08, os investidores estrangeiros sacaram R$ 293,6 milhões, deixando o saldo positivo de agosto em R$ 2,18 bilhões e o ano de 2021 com entradas líquidas de R$ 41,9 bilhões.

No mercado acionário, mais um dia positivo para as Bolsas europeias, com exceção de Londres, em queda de 0,57%. Paris registrou alta de 0,36% e Frankfurt com +0,70%. Madri e Milão com altas de respectivamente 0,04% e 0,38%. No mercado americano, dia de Dow Jones com +0,04% e Nasdaq com +0,35% e boa recuperação das ações techs. Na Bovespa, dia de queda de 1,11%, com índice em 120.706 pontos, mesmo com bons resultados apresentados por muitas empresas no segundo trimestre.

Na agenda curta de amanhã, teremos o Bacen divulgando o IBC-Br de junho com previsão de crescer 0,5%, o saldo da balança comercial da zona do euro em junho e a confiança do consumidor de Michigan de agosto.

Boa noite!

Alvaro Bandeira
Economista-chefe do banco digital modalmais