O dia está começando positivo nos principais mercados do ocidente, e a Bovespa pode conseguir emplacar o quarto pregão seguido de alta. Ontem a Bovespa registrou alta de 1,26% e índice encerrando em 119.724 pontos, mas chegando a vazar o patamar de 120 mil pontos, como tínhamos antecipado. Dólar aqui encerrou o dia em alta de 0,29% e cotado a R$ 5,37 e no mercado americano, comportamento misto no final do pregão de alta.

Hoje as Bolsas asiáticas terminaram o dia com quedas e realizações de lucros recentes, Europa começando o dia em alta, mas afastando um pouco das máximas alcançadas e futuros do mercado americano operando no campo positivo. Aqui, esperamos o quarto pregão de alta na Bovespa e a consolidação da passagem pelo patamar de 120.500 pontos. Afinal, o quadro político se mostra mais benigno e a vacinação começa a engrenar. Já são 2,7 milhões de pessoas vacinadas. No mundo, o número de vacinados já suplanta os contaminados.

Nos EUA, o Senado aprovou a divisão de poder e os Democratas terão o comando dos comitês. Nos EUA, vazou um relatório elaborado por acadêmicos e ativistas, sugerindo que os EUA se afastem do governo Bolsonaro, por questões ambientais e impositivas abordando quilombolas e indígenas; dentre outros problemas. Já o presidente do FED de Chicago, Charles Evans, espera que o país cresça em 2021 entre 5% e 6%, com inflação ainda distante da meta e com taxa de desemprego que pode ainda cair mais. Mas diz que vacinação e estímulo fiscal são essenciais.

Na zona do euro, as vendas no varejo de dezembro cresceram 2%, quando o previsto era alta de somente 0,5%. Investidores também aguardam a decisão do BOE (BC inglês) sobre política monetária, que deve ser mantida, mas com discussões mais pesadas sobre juros negativos. A safra de balanços do quarto trimestre também impacta pontualmente o preço dos ativos.

No mercado internacional, o petróleo WTI negociado em NY mostrava alta de 0,74%, com o barril cotado a US$ 56,10. O euro era transacionado em queda para US$ 1,199 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 1,14%. O ouro e a prata mostravam quedas na Comex e commodities agrícolas com viés positivo na Bolsa de Chicago.

Aqui, o Bradesco anunciou seus resultados após pregão encerrado, com o maior lucro trimestral apurado e maior também que o divulgado pelo Itaú. A Vale também cumpriu o guidance de produção de minérios próximo do piso estimado. No campo político, Bolsonaro disse ser prioridade o combate ao desmatamento e incêndios florestais, e o novo presidente do Senado encaixou como prioridade as reformas tributárias e administrativa. Só não sabemos qual e qual a abrangência.

Na agenda do dia, o Tesouro realiza leilões de títulos e a Anfavea divulga as vendas de veículos em janeiro. Já o BOE, anuncia decisão de política monetária e, nos EUA, os pedidos de auxílio-desemprego da semana anterior, as encomendas de bens duráveis de dezembro e discurso de Mary Daly, presidente do FED de São Francisco.

Expectativa para o dia de Bovespa em alta, podendo ter realizações de lucros recentes, dólar pouco mais forte e juros em queda. Atenção para Vale, Bradesco e Petrobras.

Bom dia e bons negócios!

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais