Faz alguns dias que vínhamos marcando o patamar de 120.500 pontos do Ibovespa como uma zona importante de consolidação da recuperação, após ter arranhado os 114 mil pontos. Pois bem! Na máxima de hoje atingimos 120.210 pontos, mas não conseguimos manter a faixa. O índice perdeu um pouco de tração acompanhando o mercado americano. Mas seguimos acreditando como possível.

Os indicadores PMI de serviço e composto anunciados para diferentes países em janeiro mostrou desaceleração e contração e não ajudou muito o desempenho das Bolsas europeias, exceção para Milão diante da possibilidade de Mario Draghi, ex-BCE, comandar o país, mas essa decisão ainda deve sugerir muitas disputas e barganhas políticas por lá.

Nos EUA, ao contrário de outros países, o PMI de serviço mostrou aceleração para 59,3 pontos, de previsão de 57,1 pontos. O composto (também inclui indústria) evoluiu para 58,7 pontos. A pesquisa ADP sobre criação de vagas no setor privado em janeiro mostrou expansão de 174 mil, quando o previsto eram 50 mil vagas. Os estoques de petróleo pelo Departamento de Energia encolheram 1 milhão de barris na semana, e serviu para manter o petróleo em alta no mercado internacional.

Aliás, na reunião do comitê da OPEP foi anotado o comprometimento com o acordo de 101% no mês de dezembro, e segundo membros, contribuiu para melhor equilibrar os preços. Falando de covid-19, foi noticiado que começou a haver desaceleração de contaminação nos EUA, Canadá e também no Reino Unido. Mas é consenso que devem prestar atenção às mutações do vírus, que pode comprometer a melhora. Já a Suíça anunciou que vetou a aplicação de vacinas da Astrazeneca.

Ainda falando do pacote de estímulo fiscal americano, Biden e Yellen acham a proposta republicana tímida e querem maior volume de recursos para apoiar a economia. Todos os dirigentes regionais do FED que falaram hoje bateram na tecla de que é preciso apoio monetário e fiscal, dada sua eficácia. Lá, 88% das pequenas empresas ainda não conseguiram voltar ao volume de vendas de antes da pandemia.

Já os líderes do partido Democrata e Republicano, fecharam acordo para divisão do poder no Senado. A secretária do Tesouro, Janet Yellen, é que convocou os reguladores do mercado para discutir o caso GameStop e a volatilidade dos mercados. No mercado internacional, o petróleo WTI negociado em NY mostrava alta de 1,97%, com o barril cotado a US$ 55,84. O euro era transacionado em queda para US$ 1,203 e notes americanos de 10 anos com taxa de 1,10%. O ouro e a prata com altas na Comex e commodities agrícolas majoritariamente com altas. Alta também para o minério de ferro negociado na China fechando com +1,90% e com a tonelada em US$ 152,65.

No segmento local, os presidentes das duas casas do Congresso, no primeiro dia de atividade, deram declarações que os investidores sonhavam sobre privatização, reformas sendo tocadas, rápida atuação da comissão mista do orçamento (CMO), pacto federativo e auxílio emergencial sem ferir teto de gastos. Porém, será preciso ver se essa “lua de mel” será duradoura. Estiveram com Bolsonaro que sugeriu pautas para às duas casas e, para acelerar a privatização da Eletrobrás, que poderia vir por medida provisória (MP). O governo quer priorizar a PEC Emergencial, Fundos e Pacto Federativo. Na abertura do Ano Legislativo, parlamentares da oposição chamam Bolsonaro de fascista e apoiadores gritam mito.

Já o Bacen anunciou o fluxo cambial de janeiro positivo em US$ 2,8 bilhões, sendo que pelo canal financeiro ingressaram US$ 3,62 bilhões. Os bancos encerraram janeiro vendidos em câmbio em US$ 33,16 bilhões e a posição cambial líquida estava em US$ 287,95 bilhões. A base monetária no final do mês estava em R$ 406,9 bilhões e as perdas com swap de janeiro foram de R$ 16,34 bilhões.

O índice IC-Br de janeiro (commodities) mostrou expansão de 10,55%. No mercado, o dólar oscilou bastante para fechar com +0,29% e cotado a R$ 5,37. Na Bovespa, no primeiro pregão de fevereiro, os investidores estrangeiros sacaram recursos no montante de R$ 1,28 bilhão, mas o saldo líquido do ano de 2021 mostra ingressos de R$ 22,28 bilhões.

No mercado acionário, dia de queda da Bolsa de Londres de 0,14%, Paris fechando estável e Frankfurt com +0,71%. Madri e Milão com altas de respectivamente 0,78% e 2,09%. No mercado americano, dia de Dow Jones com +0,12% e Nasdaq com -0,02%. Na Bovespa, fechamento com +1,26% e índice em 119.724 pontos.

Na agenda de amanhã o Tesouro faz leilão de LTNs, LFTs e NTN-Fs e a Anfavea divulga as vendas de veículos em janeiro. Na zona do euro, as vendas no varejo de dezembro e, no Reino Unido, decisão do BOE sobre política monetária. Nos EUA, os pedidos de auxílio-desemprego da semana anterior, as encomendas de bens duráveis e discurso de Mary Daly, do FED de São Francisco.

Boa noite.

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe do banco digital modalmais